11 de maio de 2008

Kennedy Bahia. Uma arte, um esforço, uma luta.







Kennedy Bahia.

Uma arte, um esforço,uma luta.




Elegeu como tema de sua arte, a flora e a fauna amazônicas e o folclore da Bahia. Sua arte é de grande importância, uma referência no panorama das artes em nossa terra. Amigo de vários intelectuais, como Carybé, Jorge Amado, Carlos Bastos. Autor do livro "Uma arte, um esforço. uma luta".



"Além de ter criado e produzido, com continuidade, alguns dos desenhos mais difundidos que espalham uma estética singular e inconfundível da Bahia, Kennedy Bahia esticou a cidade do Salvador para além da Pituba, que era seu limite nos anos 60, com uma construção - a de seu atelier - que era às vezes boas vindas, às vezes um até logo que não deixava de se reter na menina dos olhos, pela singular mistura de cores das tapeçarias e quadros com uma linha moderna e reta, que abençoava os namorados no único jardim a eles consagrado no Brasil, que ficava em frente. Além de ter dado novos contornos artísticos à representação do elemento negro na cultura baiana, Kennedy Bahia era - também - mestre"

Seus tapetes enfeitaram por muitos anos o Palácio da Alvorada, no Senado e na Câmara. Ele viveu na Bahia mas é Uruguaio de nascimento. Conhecido nacional e internacionalmente, Kennedy Bahia foi um dos pioneiros na expansão das artes plásticas no Estado e ficou conhecido por suas tapeçarias alegres e coloridas, além dos quadros e gravuras de belas mulheres e iconografia do candomblé.


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br ,

que conversaremos sobre como conseguir.



PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO


cultura griot...

15 comentários:

Carlos disse...

Só corrigindo, Kennedy Bahia era chileno. Sua mãe boliviana e seu pai era Irlandês.

Magalha disse...

Olá!
Gostaria de saber se você sabe onde posso comprar o livro do Kennedy Bahia.
Muito Obrigada!

2008 disse...

olá,

no momento não temos nenhum exemplar disponível, deixe-nos seu email para contato assim que possivel lçhe informaremos. Por favor envie o e-mail para philolibrorum@yahoo.com.br Atenciosamente Biblioafro-Philolibrorum.

Anônimo disse...

tenho um quadro de Kennedy Bahia, uma negra lindissima e gostaria de cotação para venda.e-mail : paulo.fdamiao@hotmail.com

paulo disse...

tenho um quadro de kennedy Bahia. Uma negra lindissima e gostaria de vender. contato : paulo.fdamiao@hotmail.com

Anônimo disse...

Quando foi que Kennedy Bahia morreu?

xanda disse...

Ele morreu em 2005. Estava paralisado por conta de um AVC. Estou fazendo uma pesquisa de mestrado sobre ele e tive contato com a filha que tomou conta dele até o fim da vida. Fiquei emocionada ao conversar com ela.

Zi disse...

Olá! sou arquiteta em BH e comprei um quadro do Kennedy Bahia no Rio de Janeiro no Mercado das Pulgas'. Só agora busquei na internet informações sobre o artista que me encantaram muito. Acesse www.casadazi.blogspot.com
abraços Zí

Zi disse...

Olá! sou arquiteta em Bh e comprei há 10 dias um quadro do Kennedy no mercado das pulgas no Rio de Janeiro. Se puder, visite meu blog www.casadazi.blogspot.com
Estou buscando referências bibliográficas sobre o artista.

Didi disse...

Em setembro de 2010, estive em Mônaco e fui informada que a escultura "Iemanjá Grávida" é de autoria de Kennedy Bahia.
como posso confirmar a veracidade dessa informação?

Didi disse...

Em setembro de 2010, estive em Mônaco e fui informada que a escultura "Iemanjá Grávida" é de autoria de Kennedy Bahia.
como posso confirmar a veracidade dessa informação?

Didi disse...

Em setembro de 2010, estive em Mônaco e fui informada que a escultura "Iemanjá Grávida" é de autoria de Kennedy Bahia.
como posso confirmar a veracidade dessa informação?

MARCELO G. DE ANDRADE disse...

COMPRO tapeçarias de Kennedy Bahia. Marcelo Andrade SP marcelo-andrade@hotmail.com

Anônimo disse...

Tenho um quadro de Kennedy Bahia de 1969, o quadro é um homem com carros de boi, gostaria de uma cotação, alguém sabe onde consigo avaliação?

Washington fiuza disse...

Ola: meu irmão conheceu o artista, ele foi cuidador do Kennedy até sua morte, cheguei até ir no seu enterro que foi no cemitério dos estrangeiros na ladeira da barra.