20 de janeiro de 2020

África: Trajes e Adornos Iracy Carise Ano: 1991 Pano da costa ritual adereços enfeite, como anéis, pulseiras, brincos, colares, cintos, chapéus ou adornos. Religião Africana Candomblé etc



África: Trajes e Adornos
Iracy Carise
Ano: 1991
 

Encadernação: capa dura com sobrecapa. Formato: 24x30 cm. Número de páginas: 349. 

Bom estado de conservação.

A   ausência de escrita na África não impediu a transmissão de conhecimentos às gerações que se seguiram, graças à transmissão oral e o grande desenvolvimento da memória dos africanos, como, também, à literatura etnológica pela riqueza de símbolos e significados, insofismavelmente demonstrada através da arte, seu instrumento maior de linguagem.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br



Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

9 de outubro de 2019

REIS, João José. Rebelião Escrava no Brasil - A História do Levante dos Malês (1835).






REIS, João José.   
Rebelião Escrava no Brasil - A História do Levante dos Malês (1835).   
São Paulo, Brasiliense,    1986.   

livro em muito bom estado, uma obra de referência na área, não perca saiba mais....  

A história da revolta dos negros muçulmanos que, na Bahia do século XIX, pretendiam abolir a escravidão africana. A imbricação entre religião e identidade étnica é o argumento central do livro, um clássico sobre os estudos da história dos negros no Brasil, publicado originalmente em 1986. Reedição revista e ampliada, com cerca de oitenta imagens de época.      

BRASIL IMPÉRIO, HISTÓRIA, ECONOMIA, RELIGIÃO: ESCRAVIDÃO 1. ESCRAVOS NEGROS: REVOLTAS ESCRAVAS: BAHIA 1835 2. LEVANTE DOS MALÊS (AFRICANOS MUÇULMANOS) ESCRAVOS URBANOS 3. ESCRAVIDÃO E TRÁFICO DE ESCRAVOS DA ÁFRICA 4. DOCUMENTOS DA DEVASSA DA REBELIÃO, REPRESSÃO E CASTIGO  REBELIÃO ESCRAVA NO BRASIL  JOÃO JOSÉ REIS, INCLUI GLOSSÁRIO DE TERMOS MALÊS E AFRICANOS, REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS,  ILUSTRAÇÕES DO BRASIL NO SÉC. XIX

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br



Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Hugo Adolf BERNATZIK Gari-Gari: Vida y costumbres de los negros del alto Nilo Los Povos Nuers, Diurs, Nyamusa, Tindilti, Niambaras, Shilluks, Nubas, Eliri, etc





Hugo Adolf BERNATZIK

Gari-Gari: Vida y costumbres de los negros del alto Nilo

1948


216 pág. + 1 hoj. + 38 lám. Encuadernación editorial.

Versión. por Francisco Payarols.

Traducción de: "Gari-Gari". Leben und Abenteuer bei den Negern am oberen Nil. Sudán. 

Los Povos Nuers, Diurs, Nyamusa, Tindilti, Niambaras,  Shilluks, Nubas, Eliri, etc

Descripción. Sudán. Usos y costumbres. Payarols, Francisco. 1896-1998 

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br



Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

29 de setembro de 2019

African Art in Cultural Perspective : An Introduction by William Bascom and Richard Bascom (1973





African Art in Cultural Perspective : An Introduction 
William Bascom and Richard Bascom 
1973


Describes the sculpture of many African regions in an attempt to show correlations between cultural factors and artistic design.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br




Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Continuity and Change in African Cultures. W. R. Bascom and M. J. Herskovits (Eds.). University of Chicago Press Wolof Agni Pakot Ngome Ashanti Ibo Afikpo Mossi Fanti Anang Ibibio




Continuity and Change in African Cultures. 
W. R. Bascom and M. J. Herskovits (Eds.). University of Chicago Press 
1959. 
Pp. vii + 309, maps. 52s.



The problem of stability and change in african culture, M.J. Herskovits and W.R. Bascom. - Africa as a linguistic area, J.H. Greenberg. - African art, J.M. Cordwell. - African music, A. P. Merriam. - The factor of polygyny in african demography, V.R. Dorjahn. - Ethnohistory in the study of culture change in Southeast Africa, C.E. Fuller. - Ibo receptivity to change, S. Ottenberg. - Pakot resistance to change, H.K. Schneider. - The dynamics of the Ngome Segmentary System, A.W. Wolfe. - Marriage and kingship among the Ashanti and the Agni : a study of differential acculturation, R.A. Lystad. - The changing economic position of women among the Afikpo Ibo, P.V. Ottenberg. - Wolof co-operative work groups, D.W. Ames. - Economic change and Mossi acculturation, P.B. Hammond. - The adaptive functions of Fanti priesthood, J.B. Christensen. - Religious acculturation among the Anang Ibibio, J.C. Messenger.


Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br




Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

27 de fevereiro de 2019

ORNATO JOSÉ DA SILVA A TRADIÇÃO NAGÔ 1985 Ervas: Raízes Africanas - Culto Omolokô – Os filhos de terreiro. A linguagem correta dos Orixás. Iniciação de Muzenza nos cultos Bantos. Concepção Afro-brasileira do Universo Nagô. ASE EBO ETUTU ORISA A TRADIÇÃO NAGÔ candomblé yorubá religiões africanas afrobrasileiras nigéria benin daomé babalorixá ifá Fon Búzios Yalorixá Bahia Peji Acaçá vodun casa de mina etc...





ORNATO JOSÉ DA SILVA   
A TRADIÇÃO NAGÔ   
1985 

Páginas:173   LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.

Capa e ilustração de Enio Lisboa.    

ORNATO JOSÉ DA SILVA     A TRADIÇÃO NAGÔ     1985 Ervas: Raízes Africanas -   Culto Omolokô – Os filhos de terreiro.   A linguagem correta dos Orixás.   Iniciação de Muzenza nos cultos Bantos.  Concepção Afro-brasileira do Universo Nagô. ASE EBO ETUTU ORISA A TRADIÇÃO NAGÔ candomblé yorubá religiões africanas afrobrasileiras nigéria benin daomé babalorixá ifá Fon Búzios Yalorixá Bahia Peji Acaçá vodun casa de mina etc...

Livro composto na renomada Gráfica Rabaço Ltda. Prefácio do Prof. Ornato J. da Silva. 

Com apêndice e bibliografia. Com extenso vocabulário Yorubá dos termos usados no livro.   

Interessante livro do Prof. Ornato, esse grande conhecedor da cultura Nagô. A idéia é apresentar o universo Nagô-Yorubá através da leitura fluente dessa grande peça da bibliografia afro-brasileira.

O velho Baba Ornato foi responsável por nada menos que o primeiro Curso de Cultura Afro-Brasileira, organizado no Rio de Janeiro em 1976 em conjunto com um jovem nigeriano, Benjamin Durojaiye Ainde Kayodé Komolafe - Benji Kayodé.

Livro indispensável aos estudiosos do assunto, porém muito difícil de conseguir um exemplar, dado sua pouca tiragem, quem tem um livro deste sabe o valor do conteúdo que ele carrega ...    

Obras do mesmo autor:    
Ervas: Raízes Africanas 
-   Culto Omolokô 
– Os filhos de terreiro.   
A linguagem correta dos Orixás.   
Iniciação de Muzenza nos cultos Bantos.  Concepção Afro-brasileira do Universo Nagô   

 O autor, candomblecista sério, assume o compromisso determinado pela tradição milenar dos cultos aos Orixás, passado de geração a geração, de lutar pela preservação da tradição da cultura nagô.    

Foi um dos mais batalhadores pela liberdade de culto, defensor dos cultos afro-brasileiros juntamente com outros expoentes da época, tais como Mestre Didi, Agenor Miranda, Tancredo Silva, etc.  

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br







Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

9 de fevereiro de 2019

JOAQUIM MANUEL DE MACEDO. AS VITIMAS-ALGOZES Quadro da Escravidão.







Autor: JOAQUIM MANUEL DE MACEDO

Título: AS VITIMAS-ALGOZES Quadro da Escravidão

Editora: SCIPIONE

Ano: 1991

Paginas: 314


Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.

'(...) MESMO FICCIONALIZADO EXEMPLOS DIVERSOS PARA DEMOSTRAR A NECESSIDADE AMANCIPACIONISTA, É EM DIREÇÃO AO DOCUMENTO E NÃO À FICÇÃOQUE MACEDO PROCURA ENCAMINHAR AS TRÊSNOVELAS QUE COMPÕEM OS SEUS ´QUADROS DA ESCRAVIDÃO`.(...)TODO O LIVRO É, NA VERDADE, UMA TENTATIVA DE AFIRMAR QUE, SOB AS HISTÓRIAS DE SIMEÃO, PAI-RAIOL E LUCINDA MANIFESTA-SE UMA ÚNICA INTERPRETAÇÃO TODO-PODEROSA: A DE QUE A ESCRAVIDÃO FAZ VÍTIMAS-ALGOZES E DEVE SER GRADUALMENTE EXTINTA, SEM PREJUIZO PARA OS GRANDES PROPRIETÁRIOSDE TERRA

(FLORA SÜSSEKIND)


A PRESENTE EDIÇÃO DE AS VITIMAS-ALGOZES PREENCHE A LACUNA DE QUASE UM SÉCULO DESDE A SUA SEGUNDA E ÚLTIMA PUBLICAÇÃO EM 1896.



Trabalhamos com uma vasta bibliografia sobre a Temática Negro, Consulte nosso acervo ou faça-nos um pedido sobre determinado livro.



Trabalhamos com um vasta acervo sobre o tema.

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br ,

que conversaremos sobre como conseguir.



PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO


cultura griot.

20 de dezembro de 2018

Flávio Perri O encanto dos ORIXÁS: ensaios e poemas Expressão e Cultura 2002




Flávio Perri

O encanto dos ORIXÁS: ensaios e poemas

Expressão e Cultura

2002

Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.





----------------

Desde setembro de 2003, o embaixador Flávio Miragia Perri, 63 anos, natural de Birigui (SP), é o representante permanente do Brasil na FAO - Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, com sede em Roma, na Itália. Formado pela turma 1967/1968 do Instituto Rio Branco, Perri vem construindo uma carreira brilhante na diplomacia brasileira. Dentre os muitos postos importantes que ocupou estão o de secretário nacional do Meio Ambiente (1992), secretário de Estado de Meio Ambiente no Estado do Rio de Janeiro (1995/1996) e cônsul-geral do Brasil em Nova Iorque, nos EUA (1998/2002). Perri também se destacou como secretário-executivo do Grupo de Trabalho Nacional que organizou a Conferência do Rio, em 1992, e na assistência aos brasileiros por ocasião dos atentados do fatídico 11 de setembro, em Nova Iorque. Além de diplomata consagrado, é um espírito sensível, poeta (*), pensador, extremamente preocupado com a preservação da natureza, a exclusão social, a miséria e a fome, que por estar sendo abordada de forma enfática no mundo todo, inclusive pelo governo brasileiro....

Temos um vasto acervo sobre a bibliografia temática afro-brasileira, religião dos orixás, candomblé, nagô, yorubá, jejê, angola, minas, bantu, capoeira, etc..., saiba mais, pergunte-nos. 

Caso haja interesse em alguns dos nossos livros, ou em outro que não se encontre cadastrados ainda, pergunte-nos.

PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO cultura griot.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. 

Todos os pedidos são enviados com seguro. 

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br







Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

MOEMA PARENTE AUGEL SCHWARZE POESIE POESIA NEGRA Editora: diá Ano: 1988 Páginas: 178


MOEMA PARENTE AUGEL  
SCHWARZE POESIE POESIA NEGRA  
Editora: diá  
Ano: 1988  
Páginas: 178  

Comentário: Livro em bom estado de conservação,encadernado em brochura original.


o critério de pele pode não parecer aconselhável para compor uma antologia poética. Sendo pouco provável que se faca um dia uma antolog ia de poesia branca, isto pode ser considerado um dos raros privilégios da raca negra. 

A legitimidade de toda denuncia contra uma injustiça social não impede, no entanto, que 0 amador de poesia aborde um a "coletanea de poesia negra" com certa circunspeccao. Os pro- blemas sociais, quando abstraidos em politica, costumam deixar a musa dormindo e adormecer 0 leitor. 

Talvez apenas Brecht tenha conseguido se manter erguido nessa corda bamba. Literariamente, Nao podemos concordar com 100% do Canto General de Pablo Neruda, para citar somente um exemplo. 

No caso de uma coletanea de poesia negra esperamos, portanto, qualquer encornio a Zumbi e a Palmares, alem de todas as metaforas permitidas as palavras negro, sangue e pele ...

Temos um vasto acervo sobre a bibliografia temática afro-brasileira, religião dos orixás, candomblé, nagô, yorubá, jejê, angola, minas, bantu, capoeira, etc..., saiba mais, pergunte-nos. 

Caso haja interesse em alguns dos nossos livros, ou em outro que não se encontre cadastrados ainda, pergunte-nos.

PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO cultura griot.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta. 

Todos os pedidos são enviados com seguro. 

CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br







Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.