23 de janeiro de 2008

DICIONÁRIO DE CULTOS AFRO-BRASILEIROS - COM ORIGEM DAS PALAVRAS. OLGA GUDOLLE CACCIATORE.

Autor: OLGA GUDOLLE CACCIATORE

Título: DICIONÁRIO DE CULTOS AFRO-BRASILEIROS - COM ORIGEM DAS PALAVRAS. OLGA GUDOLLE CACCIATORE.

Editora: FORENSE UNIVERSITÁRIA / SEEC - RJ

Ano: 1977

Páginas: 279



Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL.

CONTÉM UMA INTRODUÇÃO DE JOSÉ CARLOS RODRIGUES. UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO.

LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA DE TAVARES & TRISTÃO NO RIO DE JANEIRO.


Esta obra contém mais de 2.000 verbetes em ordem alfabética, sentidos diversos, explicações detalhadas de rituais, símbolos, nome científico e uso ritual de plantas sagradas, etimologia, valores das letras nas línguas africanas. Saiba mais ...

22 de janeiro de 2008

ORIXÁS TATTI MORENO prefácio Jorge Amado, Zora Seljan.








ORIXÁS TATTI MORENO prefácio Jorge Amado, Zora Seljan.


Autor: TATTI MORENO

Título: ORIXÁS

Editora: FUNDAÇÃO VALDEMIRO GOMES

Ano: 1987

Páginas: 80 (FORMATO GRANDE)



Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernação original em capa dura e contra capa.

Apresentação do artista por Jorge Amado, Carlos Eduardo da Rocha. Candomblé da Bahia texto de Zora Seljan.




Produção, fotografias e diagramação Bruno Furrer. Legendas Gardênia Melo. Textos em Português e Inglês. Tiragem limitada a 2.000 exemplares em única edição, sendo este o exemplar número 0321. Um belo trabalho de impressão e encadernação da gráfica BIGRAF. Todo em papel especial Couché, com alta definição.

Panteão dos orixás iconografados pelo artista: Exu, Ogum, Oxossi, Ibualama-Inlé, Otim, Logum Edé, Omulu, Obaluaê, Nana, Iyami Oxorongá, Ossanhe, Iroko, Xangô, Axabó, Oxumaré, Iansã, Oxum, Oxum Apara, Miuá, Eua, Iemanjá, Onilé, Oxalufã, Oxaguiã, Oduduiá, Obatalá, Oba, Orunlá-Ifá, Apaoká, Orixá Okô, Babá Abaolá.




Contém 32 esculturas de orixás do artista Tatti Moreno que integram o acervo da fundação Valdemiro Gomes, ilustrações belíssimas, esculpidas em metais, contendo o sincretismo, o dia e a cor de contas de cada um dos orixás, explicando as várias qualidades de cada orixá, como por exemplo: ogum :ogunjá, ogum xorokê, (ou 'de ronda', que durante seis meses em cada ano se transforma em exu),etc. Saiba mais...


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br , que conversaremos sobre como conseguir.



PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO cultura griot...






.

17 de janeiro de 2008

Roger Bastide AS RELIGIÕES AFRICANAS NO BRASIL CONTRIBUIÇÕES A UMA SOCIOLOGIA DAS INTERPENETRAÇÕES DE CIVILIZAÇÕES.








Autor: ROGER BASTIDE

Título: AS RELIGIÕES AFRICANAS NO BRASIL CONTRIBUIÇÕES A UMA SOCIOLOGIA DAS INTERPENETRAÇÕES DE CIVILIZAÇÕES.

Editora: PIONEIRA

Ano: 1985

Páginas: 567 (Total) 14 cm X 21 cm




LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.UM CLÁSSICO DO MESTRE BASTIDE, OBRA DE REFERÊNCIA OBRIGATÓRIA PARA OS ESTUDIOSOS DO ASSUNTO RELIGIÃO E AFRICANISMO NO BRASIL, LIVRO HÁ MUITO ESGOTADO, (Biblioteca Pioneira de Ciências Sociais).

TRADUÇÃO DE MARIA ELOISA CAPELLATO E OLIVIA KRÄHENBÜHL. CAPA DE MÁRIO TABARIM. ACOMPANHA UM LÉXICO COMO APÊNDICE.

1 A influência de Portugal e da África na América.
2 Os novos quadros sociais das religiões afro-brasileiras.
3 O protesto do escravo e a religião.
4 O elemento religioso da luta racial.
5 Os dois catolicismos.
6 As sobrevivências religiosas africanas.
7 O ilslã negro no Brasil...
e muito mais: Religiões, Grupos Raciais Étnicos e Classes Sociais. O negro católico ou Protestante. Geografia das Religiões africanas no Brasil. O funcionamento das seitas religiosas africanas. Os problemas da memória coletiva. Os problemas do sincretismo religioso. As duas desagregações o Candomblé rural e a macumba urbana. Estruturas e valôres. Religião e Ideologia. Saiba mais ...


CASO HAJA INTER ESSE NESSE LIVRO ENVIE UM E-MAIL PARA philolibrorum@yahoo.com.br , que conversaremos sobre como conseguir.



PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO cultura griot...

10 de janeiro de 2008

História Geral da África - G. Mokhtar. Joseph KI-ZERBO.







História Geral da África: Vol. II A africa Antiga.

Autor: G. Mokhtar. Org.

Coleção: História Geral da África

Formato: 16x23,5 Ano da Edição: 1983 Páginas: 879

Editora: Ática/ Unesco


Livro em bom estado de conservação. Capa dura original, escasso, não perca, saiba mais ...

Obra elaborada pelo Comitê Científico Internacional para a Redação de uma História Geral da África, da Unesco, formado por grandes especialistas de vários países.

Livro de referência nos estudos africanos, uma obra literalmente de peso.

Lança os fundamentos teóricos e metodológicos de uma História africana, fundamentando-se nas mais diversas fontes, incluindo a tradição oral e a expressão artística.


Com indice remissivo, com lista de Dinastias, com lista de etnonimos, com lista de toponímos, com lista de antroponimos, com vasta bibliografia.

Assuntos abordados na obra: História da África: história antiga.G. Mokhtar (coordenador do volume)


Introdução ao fim da Pré- História na África Subsaariana. M. Posnanky; O Saara Durante a Antiguidade Clássica. P. Salama; O Período Cartaginês. B. H. Warmington; Os Protoberberes. J. Desanges; Axum Cristão. Tekle Tasdik Mekouria; Axum do Século i ao Século IV: Economia, sistema Político e Cultural. Y. Kobishanov; A civilização de Axum do Século I ao Século VII. F. Anfray; A Cultura Pré- Axumita. Contenson; A Cristianização da Núbia. K. Michalowski
A civilização da Núbia. Hakem; O Império de Kush: Napata e Méroe. Leclant; A núbia Antes de Napata. Sherif; A Importância da Núbia: Um elo entre a África Centra e o Mediterrâneo. S. Adam
O Egito sob Dominação Romana. Donadoni; O Egito na época Helenística. H. Riad; O Legado do Egito antigo. R. El Nadur; Relações do Egito com o Resto da África. Zayed; O Egito Faraônico: sociedade, Economia e Cultura. J. Yoyotte; O Egito Faraônico. A. Abu Bakr; Origem do Antigos Egípcios. Cheikh Anta Diop; A Costa da África Oriental e seu Papel no Comércio Marítimo. Sheriff; A África Oriental Antes do Século VII. Sutton; A África Ocidental Antes do Século VII. B. Wai- Andah; A África Central. F. Van Noten; A África Meridional: Caçadores e coletores. Parkington; Início da Idade do Ferro na África Meridional. D. W. Phillipson
Madagascar. Vérin; As Sociedades da África Subsaariana na Idade do Ferro Antiga. Posnanky


“Nós, os historiadores africanos realizamos a mudança indo mais longe. Afirmamos a necessidade de refundar a História a partir da matriz africana. O sistema colonial prolongava-se até a esfera da investigação. Todas as pesquisas em agronomia, geografia e economia eram feitas em grandes institutos no estrangeiro. A pesquisa era um dos instrumentos da colonização, a tal ponto que a investigação histórica tinha decidido que não havia história africana e que os africanos colonizados estavam pura e simplesmente condenados a endossar a história do colonizador. Foi por esta razão que nós dissemos que tínhamos que partir de nós próprios para chegar a nós próprios. [...] Pode-se dizer que nós, os historiadores, fizemos um enorme esforço. Não digo que fizemos tudo, mas partimos da metodologia, da problemática, da heurística da nossa disciplina para renová-la, também a serviço do continente africano, mas em primeiro lugar a serviço da ciência, como gostava de repetir Cheik Anta Diop.” Joseph KI-ZERBO.


Temos um vasto acervo sobre a bibliografia temática afro-brasileira, religião dos orixás, candomblé, nagô, yorubá, jejê, angola, minas, bantu, capoeira, etc..., saiba mais, pergunte-nos.


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO, OUTRO, OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA

philolibrorum@yahoo.com.br que conversaremos sobre como conseguir.


ESTA PÁGINA VISA CONTRIBUIR PARA A ELABORAÇÃO DA BIBLIOGRAFIA SOBRE A TEMÁTICA 'NEGRO', SOBRETUDO NO BRASIL. TRABALHAMOS COM O FORNECIMENTO DE LIVROS ESGOTADOS, RAROS, FORA DO COMÉRCIO, RECOLHIDOS E OUTROS SOBRE A TEMÁTICA AFRO BRASILEIRA, CASO QUEIRA É SÓ NOS CONTACTAR. ABRANGEMOS DIVERSAS ÁREAS DO CONHECIMENTO DESDE OS ORIXÁS ATÉ MILTON SANTOS O MAIOR INTELECTUAL NEGRO DO SÉCULO XX.

PHILOLIBRORUM-BIBLIOAFRO

cultura griot.