28 de dezembro de 2007

Francisco de Paula Brito.

Francisco de Paula Brito.......

14 de dezembro de 2007

Raul Joviano do Amaral: sonho ou realidade ?






Raul Joviano do Amaral: sonho ou realidade ?



Raul Joviano do Amaral nasceu em Campinas (SP), em 12 de novembro de 1914. Faleceu em 5 de setembro de 1988.
Fez estudos primários na Escola 7 de setembro e no Grupo Escolar São Joaquim; cursou o Ginásio do Estado e o Ginásio
Diocesano, bacharelando-se em Direito em 1937 pela Faculdade de Direito da Universidade do Brasil (RJ).
Freqüentou ainda cursos de Sociologia, Economia e Estatística. Iniciou-se no jornalismo em 1933, sendo redator de São Paulo
Jornal. Com Menotti Del Picchia, Rubens de Amaral e Hermes Vieira, participou da IBR e com Salatiel de Campos, da EJIG. Fundou e dirigiu
a Voz da Raça, 1933, e Alvorada, 1945. Colaborou em vários jornais e revistas de São Paulo e do Brasil. Foi presidente do Conselho da União
dos Servidores Públicos, consultor jurídico da Associação José do Patrocínio, da Liga Eleitoral dos Servidores Públicos, do Centro Cultural Luiz
Gama, da Comissão de Serviço Civil do Estado de São Paulo.
Publicou numerosos artigos estudando a situação do negro no Brasil e fez muitas conferências em entidades e associações culturais
interessadas na questão. Foi ensaísta, sociólogo, poeta, historiador, advogado e estatístico-economista.

Bibliografia:

Silêncio (poesia, 1935);
Vozes e Lamentos (versos, 1938);
Tradições Populares (Folclore Paulista, Tobias Barreto e a
Escola Germânica, 1939);
Crimes e Contravenções, 1940;
O Negro na População de São Paulo, 1947;
Direito Penal do Futuro, 1955;
Estudos de Sociologia Jurídica, 1960;
A Estatística no Estudo da Criminalidade,1964;
Símbolos Nacionais do Brasil, 1967;
Os Pretos do Rosário de São Paulo, 1980.




Raul Joviano do Amaral começou sua jornada em prol da causa negra em 1927. Tendo sempre presente a elevação do negro no
cenário nacional, foi diretor e fundador de dois jornais que traduzem importantes momentos da Imprensa Negra Paulista: o jornalA voz da Raça
(1933), órgão oficial da frente Negra Brasileira, e o jornal Alvorada (1945), órgão oficial da Associação do Negro Brasileiro, que fundou com
Fernando Góes e José Correia Leite.
Suas atividades não ficaram restritas à imprensa. Foi também importante membro da Irmandade de Nossa Senhora dos Homens
Pretos de São Paulo. Raul Joviano Amaral deixou gravada em programa da TV Cultura, em 1984, uma mensagem que traduz firmemente seus
ideais: "Nós, da velha militância, estamos transferindo à mocidade inteligente, culta, laboriosa de hoje, o lábaro que a imprensa negra elevou bem
alto. Mas não só a imprensa negra, a imprensa branca também precisa colaborar porquê, se nós procuramos a confraternização em termos de
respeito, de compreensão, de amor, não só o negro precisa trabalhar em favor dessa compreensão, mas a sociedade brasileira precisa ter
presente que o negro na atualidade, como anteriormente, sempre se esforçou para conquistar o seu espaço; sempre lhe foi negada essa
oportunidade e agora o negro, mais adiantado, mais evoluído, mais coerente, mais consciente das suas necessidades, pode, deve, sem
paternalismo, sem tutela, alcançar esse lugar, conquistando-o".



fonte:

portaleducacao.prefeitura.sp.gov.br/Arquivos/downloadAction.do?&actionType=download&idArquivo=2695

Ricardo Gonçalves, ou, Alguém já disse que é preciso fazer o difícil trabalho de 'resgatar' a memória do negro e sua descendência no Brasil.







Ricardo Gonçalves, ou, Alguém já disse que é preciso fazer o difícil trabalho de 'resgatar' a memória do negro e sua descendência no Brasil.




Você sabe quem ele foi ?



Eis aqui um livro que merece ser lido, fruto direto do clamor intelectual de uma época onde, nos estudos literários, os olhos epecializados voltam-se para a capital do país, o glorioso Rio de Janeiro e seus GRANDES e IMORTAIS. Esse livro nos mostra outra história, uma história contada pela inteligência vívida do autor das ruas da paulicéia, reporter, afrodescendente, advogado formado nas arcadas do largo de S. Francisco, poeta. História do 'minarete', do Belém, história quase desconhecida ....


Autor: Ricardo Gonçalves

Tìtulo: Ipês - Versos

Editora: Monteiro Lobato & Cia, 1922

13 de dezembro de 2007

Quilombo das letras.





Quilombo das letras.

Interessante artigo sobre a situação das letras em nosso país.

Autores negros enfrentam barreiras para publicar suas obras. por FLÁVIO CARRANÇA

A dificuldade de ingressar no mercado editorial e colocar seus livros à disposição de um grande público talvez seja a principal causa da reduzida visibilidade de escritores afro-descendentes que em suas obras retratam a vida e os valores da comunidade negra brasileira. Situação semelhante à de personagens negros e negras, que também entraram pela porta dos fundos de nossa literatura, freqüentemente retratados por meio de estereótipos destituídos de individualidade, como o "escravo fiel", o "Pai João" ou a "mulata sensual", tipos que mesmo depois de abolida a escravidão seriam encontrados em muitas obras, ainda que sob formas renovadas. Mas, ao lado dessa presença do negro como tema de textos escritos de um ponto de vista exterior, também pode ser detectada no país uma outra tradição, quase subterrânea, de uma escrita sobre o negro produzida pelo próprio negro, que recebeu o nome, às vezes contestado, de literatura negra...



veja o artigo inteiro:

http://www.sescsp.org.br/sesc/revistas_sesc/pb/artigo.cfm?Edicao_Id=171&breadcrumb=1&Artigo_ID=2532&IDCategoria=2579&reftype=1

Revista Problemas brasileiros.

Alguns exemplos de livros que trabalhamos, disponíveis e sob encomenda, saiba mais.







Alguns exemplos de livros que trabalhamos, disponíveis e sob encomenda, saiba mais...



livros por Autores

* Adilsom Antônio Martins
o Lendas de Exu, Pallas, Rio de Janeiro, 2006 ISBN 853470384-1
o Igbadu: a cabaça da existência: mitos nagôs revelados. Pallas, Rio de Janeiro, 1998, 2005, ISBN 8534702632
o 666 Ebós de odu para todos os fins, Pallas, Rio de Janeiro, 2002 ISBN 8534703116
* Agenor Miranda - 1907-2004
o Caminhos de Odu, de Reginaldo Prandi e Agenor Miranda Rocha, ilustrações de Pedro Rafael. 3.ed. Rio de Janeiro, Pallas, 2001. 210p. - ISBN 85-3470-273-X
o As Nações Ketu, ISBN 8574780189
o Desenredos, ISBN 857478060X
* Anilson Lins
o Xangô de Pernambuco, ensinamentos contidos no manual do Sítio de Pai Adão, Pallas, ISBN 8534703701
* Altair B. Oliveira (T'ÒGÚN)
o Cantando para os Orixás, Rio de Janeiro, Pallas, 1997, ISBN 85-347-091-5
o Elégùn - Iniciação ao Candomblé, Rio de Janeiro, Pallas, ISBN 8534702837
* Ana Zaneli
o A Poética dos Deuses - Oráculo Yorubá. 2005 - Câmera Brasileira de Jovens Escritores - CBJE - Rio de Janeiro.
* Antonio Olinto
o A Casa da Água Rio de Janeiro: Editora Nórdica, 1969.
o O Rei de Keto Rio de Janeiro: Editora Nórdica, 1980.
o Trono de Vidro Rio de Janeiro: Editora Nórdica, 1987.
* Antonio Risério
o Oriki Orixá. São Paulo: Editora Perspectiva, 1996. ROCHA. Agenor Miranda - Os Candomblés Antigos do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, TopBooks, 1994.
o Textos e Tribos: Poéticas Extraocidentais nos Trópicos Brasileiros. Rio de Janeiro, Imago Editora, 1993.
* Arthur Ramos
o As Culturas Negras, Rio de Janeiro, Livraria-Editora da Casa do Estudante do Brasil, s/d.
o O Folclore Negro do Brasil, Demopsicologia e Psicanálise, Rio de Janeiro, Livraria-Editora da Casa do Estudante do Brasil, s/d.
* Carlos Eugenio Marcondes de Moura
o Candomble Religiao Do Corpo Eda Alma, Pallas, ISBN 8534701989
o Culto Aos Orixas, Pallas, ISBN 8534702373
o Somàvo, o amanhã nunca termina, Editora Empório de Produção, São Paulo, 2005

* Claude Lépine
o Os Dois Reis do Danxome: Varíola e Monarquia na África Ocidental 1650-1800,
* Cléo Martins -
o Euá a Senhora das Possibilidades, Pallas, 2001, ISBN 8534702497
o Iroco o Orixá da Árvore e à Árvore Orixá, Pallas, 2002, ISBN 8534702098
o Obá (Orixá), Pallas, 2002, ISBN 853470256X
o Ao Sabor de Oia, Pallas, 2003, ISBN 8534703666
* Darcy Ribeiro - 1922-1997
o O povo brasileiro - A formação e o sentido do Brasil - Companhia das Letras, São Paulo, 1995/1996.
* Donald Pierson
o Brancos e Prêtos na Bahia, São Paulo: Companhia Editora Nacional. 2 ed., 1971
* Deoscoredes_M._dos_Santos Mestre Didi, Salvador, 1917
o Iorubá tal qual se fala, Tipografia Moderna, Bahia, 1950
o Contos Negros da Bahia, (Brasil) Edições GRD, Rio de Janeiro, 1961
o História de Um Terreiro Nagô, 1.edição, Instituto Brasileiro de Estudos Afro-Asiáticos, 1962, 2.edição, Editora Max Limonad, 1988
o Contos de Nagô, Edições GRD, Rio de Janeiro, 1963
o Porque Oxalá usa Ekodidé, Ed. Cavaleiro da Lua, 1966
o Contos Crioulos da Bahia, Ed. Vozes, Petrópolis, 1976
o Contos de Mestre Didi, Ed. Codecri, Rio de Janeiro, 1981
o Xangô, el guerrero conquistador y otros cuentos de Bahia, SD. Ediciones Silva Diaz, Buenos Aires, Argentina, 1987
o Contes noirs de Bahia, tradução francesa de Lyne Stone, Ed. Karthale, 1987
o História da Criação do Mundo, Olinda, PE, 1988 - Ilustração Adão Pinheiro
o Ancestralidade Africana no Brasil, Mestre Didi: 80 anos, organizado por Juana Elbein dos Santos, SECNEB, Salvador, Bahia, 1997, CD-ROM - Ancestralidade Africana no Brasil
o Pluraridade Cultural e Educação
o Nossos Ancestrais e o Terreiro
o Democracia e Diversidade Humana: Desafio Contemporâneo
* Edson Carneiro - 1912-1972
o Negros Bantus, Ed. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1937
o O Quilombo dos Palmares, Ed. Brasiliense, São Paulo, 1947; Cia Editora Nacional, São Paulo, 1958; Ed. Civilização Brasileira, 1966
o Religiões Negras: Notas de Etnografia Religiosa / Negros Bantos: Notas de Etnografia Religiosa e de Folclore. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991
* Estácio de Lima
o O mundo Místico dos Negros, Editora Gráfica da Bahia, 1975
* Gilberto Freyre - 1900-1987
o Casa Grande & Senzala,
o Sobrados e Mucambos, Editora Record, 8/ed, Rio de Janeiro, 1990
* Inaicyra Falcão dos Santos
o Corpo e Ancestralidade Uma proposta pluricultural de dança-arte-educação, Editora da UFBA, Salvador, 2002
* João José Reis - 1952
o Negociação e Conflito: A Resistência Negra no Brasil Escravista., São Paulo:Companhia das letras, 151 p. REIS, J. J. and SILVA, E. 1989.
o A Morte é uma Festa: Ritos Fúnebres e Revolta Popular no Brasil do Século XIX., São Paulo:Companhia das letras, 357 p. 1992. Edição em inglês pela North Carolina University Press, USA
o Liberdade por um Fio: História dos Quilombos no Brasil., São Paulo:Companhia das letras, 505 p. Livro coletivo organizado com Flavio Gomes. 1996.
o The revolution of the Ganhadores: urban labour, ethnicity and the african strike of 1857 in Bahia, Brazil. Journal of Latin American Studies, vol. 29, no. 1, p. 355-393. 1997.
o Rebelião Escrava no Brasil: a História do Levante dos Malês (1835)., Companhia das letras, 650 p. 2003. Edição em inglês pela Johns Hopkins University Press, USA
* José Beniste
o Orun Aiye, Bertrand Brasil, 1997, ISBN 8528606147
o Jogo De Buzios Um Encontro Com O Desconhecido, Bertrand Brasil, 2000, ISBN 8528607747
o “As águas de Oxalá - Àwon omi Òsàlá“ - Bertrand Brasil, 2002 – ISBN 85-286-0965-0
* José Flávio Pessoa de Barros
o A Galinha d’Angola: Iniciação e Identidade na Cultura Afro-Brasileira. Arno Vogel, Marco Antonio da Silva Mello, Rio de Janeiro: Pallas, 1993
o O Segredo das Folhas: Sistema de Classificação de Vegetais no Candomblé Jêje-Nagô do Brasil. Rio de Janeiro: Pallas: UERJ, 1993, 1997, ISBN 85-347-0024-9
o Ewe Orisa: Uso Litúrgico e Terap. de Vegetais, Bertrand Brasil, 2000, ISBN 8528607445
o Na Minha Casa: Preces aos Orixás e Ancestrais, Pallas, 2003, ISBN 8534703523
o A Fogueira de Xangô, o Orixá de Fogo, Pallas, 2005, ISBN 8534703507
o Banquete do Rei-Olubajé, Pallas, 2005, ISBN 8534703493
* Juana Elbein dos Santos
o Os Nagôs e a Morte, Petrópolis, Editora Vozes, 1975
* Júlio Braga
o O Jogo de Búzios: Um Estudo de Adivinhação no Candomblé. São Paulo: Editora Brasiliense, 1988
o A Cadeira de Ogã e outros ensaios, Editora Pallas, Rio de Janeiro, 1999, ISBN 85-347-0165-2
* Manoel Nunes Pereira
o A casa das Minas, Petrópolis, Ed. Vozes, 1947, 1979.
* Manuel Querino
o A Bahia de outrora, Livraria Progresso Editora, 3a. ed. Salvador, 1955 (1a. edição em 1916)
o Costumes Africanos no Brasil, Rio de Janeiro,
* Marco Aurélio Luz,
o Agadá - Dinâmica da Civilização Africano-Brasileira, SECNEB, 1995, ISBN 85-232-0110-6
* Maria Helena Farelli.
o Malês: os Negros Bruxos. São Paulo: Madras, s.d.. 96p. il. ISBN 8573742402
* Maria Thereza L. de Arruda Camargo
o Plantas Medicinais e de Rituais Afro-Brasileiros II, Icone, São Paulo, 1998, ISBN 85-274-0545-8
* Milton Guran
o Agudás: Os brasileiros do Benin, Rio de Janeiro, Nova Fronteira/Ed. Gama Filho, 2000
* Muniz Sodré
o Um Vento Sagrado, que fala da trajetória de Agenor Miranda, 1996 ISBN 85-857-5621-7
* Nina Rodrigues - 1862-1906
o Os Africanos no Brasil, Cia. Ed. Nacional, São Paulo, 1935
o O Animismo Fetichista dos Negros Baianos, Biblioteca de Edição Científica, Rio de Janeiro, 1935

* Pierre Fatumbi Verger - 1902-1996
o Dieux D'Afrique. Paul Hartmann, Paris (1st edition, 1954; 2nd edition, 1995). 400pp, 160 b/w photos, ISBN 2-909571-13-0.
o Ewé: O Uso das Plantas na Sociedade Iorubá. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
o Fluxo e Refluxo do Tráfico de Escravos entre o Golfo de Benin e a Baía de Todos os Santos. São Paulo: Corrupio, 1987.
o Ìyàmi Òsòròngà, Minha Mãe a Feiticeira In Artigos (Tomo I) Salvador: Corrupio, 1992.
o Os Mercados Nagôs In Artigos (Tomo I) Salvador: Corrupio, 1992.
o As Mulheres e o Candomblé da Bahia In Artigos (Tomo I) Salvador: Corrupio, 1992.
o Lendas dos Orixás. Salvador: Corrupio, 1981.
o Notes sur le Culte des Orishá et Vodoun à Bahia, la Baie de Tous les Saints au Brésil et à l’Ancienne Côte des Esclaves. Mémoire 51 de l’Institut Français pour l’Afrique Noir - IFAN, Dakar, 1957.
o Notas Sobre o Culto aos Orixás e Voduns. 624pp, b/w photos. Tradução: Carlos Eugênio Marcondes de Moura EDUSP 1999 ISBN 85-314-0475-4
o Notícias da Bahia. Salvador: Corrupio, 1981.
o Orixás: Deuses Iorubás na África e no Novo Mundo. São Paulo: Corrupio, 1993.
o Oxossi: O Caçador. Salvador: Corrupio, 1981.
o “Bori, Primeira Cerimônia de Iniciação ao Culto dos Òrìsà Nàgô na Bahia, Brasil”. In Olóòrisà: Escritos sobre a Religião dos Orixás. São Paulo: Ágora, 1981.
o Photographies: 1932-1962. Paris: Editions Revue Noire, 1993.
o Retratos da Bahia. Salvador: Corrupio, 1980
* Raul Lody
o Pencas e Balangandãs da Bahia, Um estudo etnográfico das jóias e amuletos, Rio de Janeiro, Funarte/Inf, 1988
o O Povo de Santo, Rio de Janeiro, Editora Pallas, 1995 ISBN 85-347-0071-0
* Reginaldo Prandi
o Os Candomblés de São Paulo, Editora Hicitec, USP, São Paulo, 1991 ISBN 85-271-0150-0 (HUCITEC) ISBN 85-314-0034-1 (EDUSP)
o Herdeiras do Axé, Editora Hicitec, USP, São Paulo, 1996 ISBN 85-271-0373-7
o Caminhos de Odu, (Org.) os odus do jogo de búzios, com seus caminhos, ebós, mitos e significa-dos,conforme ensinamentos escritos por Agenor Miranda Rocha em 1928 e por ele revistos em 1998. RJ, Pallas, 2001.
o Mitologia dos Orixás. São Paulo, Companhia das Letras, 2001.
* René Ribeiro
o Cultos Afrobrasileiros do Recife, Recife, 1978
* Rita Amaral
o Festa à Brasileira - Sentidos do festejar no país que “não é sério”. Ed. eBooksBrasil, Internet, 2001.[1]
o Xirê! – O modo de crer e viver do candomblé – Ed. Pallas, Rio de Janeiro, 2002.
o Mitologia dos Orixás do Candomblé Paulista. Ed. mLopes eBooks [2], Internet, 2001.
* Roger Bastide - 1898-1974
o Meidcina e Magia nos Candomblés, Boletim bibliográfico, Ed. Biblioteca Pública Municipal Mario de Andrade, São Paulo, 1950
o O segredo das Hervas, Anhembi, São Paulo, 1955
o Le Principe de coupure et le comportément afro-brésilien, Anais XXXI Congresso Internacional de Americanistas, Anhembi, São Paulo, 1955
o Sociologia do Folclore Brasileiro, São Paulo, Editora Anhambi, 1959
o Estudos afro-brasileiros, Ed Perspectiva, São Paulo, 1973
o O Candomblé da Bahia : rito nagô, tradução de Maria Isaura Pereira de Queiroz, Cia. Editora Nacional, Brasília, 1978
o As Religiões Africanas no Brasil: Contribuição para uma Sociologia das Interpenetrações de Civilizações. São Paulo, Livraria Pioneira Editora, 1989.
* Ruth Landes - 1908-1991
o A Cidade das Mulheres, Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1967
* Sérgio Ferretti
o Querebentã de Zomadonu. Etnografia da Casa das Minas do Maranhão, São Luís (EDUFMA) 1985
o Repensando o sincretismo, São Paulo, Edusp, 1995
* Vivaldo da Costa Lima
o Nossos Ancestrais e o Terreiro - A Família de Santo nos Candomblés Jêje-Nagô da Bahia: um estudo de relações intragrupais, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, 1977.
* Waldeloir Rego
o Capoeira Angola, ensaio sócio-etnográfico, Editora Itapoan, Salvador, 1968

10 de dezembro de 2007

A trajetória do negro na literatura brasileira.






A BIBLIOAFRO recomenda fortemente, aos interessados pela temática, o artigo do prof. Proença, segue resumo e link para o texto completo.



A trajetória do negro na literatura brasileira. Domício Proença Filho



RESUMO

ESTE ARTIGO busca traçar o percurso do negro na literatura brasileira, como objeto, numa visão distanciada, e como sujeito, numa atitude compromissada. Destaca, de um lado, textos literários sobre o negro e, de outro, literatura do negro. Identifica, na produção literária ao longo do processo literário brasileiro, estereótipos reduplicadores da visão preconceituosa, explícita ou velada. Procura marcar a ultrapassagem do estereótipo e a assunção do negro como sujeito do seu discurso e de sua ação em defesa da identidade cultural. Nessa direção, seleciona autores e textos representativos produzidos notadamente a partir dos anos de 1970, momento de efervescência dos movimentos de auto-afirmação da etnia. Discute a designação literatura negra, entendida como aparentemente valorizadora, mas passível de converter-se em risco de fazer o jogo do preconceito velado.




link:


http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40142004000100017&script=sci_arttext





boa leitura e bom proveito.

6 de dezembro de 2007

Novidades Biblioafro para Dezembro:

Novidades Biblioafro para Dezembro:



aqui estão relacionados os livros disponíveis e os que são possíveis de serem encontrados.
* quando sem preço significa indisponível no momento.
* Como envio essa lista para muitos clientes constantemente, sugiro que,caso haja algum livro de seu interesse, comunique-nos para que não corra o risco de vendermos.
* Caso necessite de mais informações sobre quaisquer das obras é só nos perguntar, ajude-nos a servi-los melhor enviando sua crítica sugestão ou elogios referente a esse serviço dedicado aos estudiosos da Temática: Negro.
*A Philolibrorum-Biblioafro coloca-se à disposição.



Autor: Maritta Rosemarie Margarethe Koch-Weser
Título: Die Yoruba-religion in Brasilien.

Editora: Bonn
Ano: 1976
Páginas: 444


Comentários: Inaugural-Dissertation zur Erlangung der Doktorwurde der Philosophischen Fakultat der Rheinischen Friedrich-Wilhelms-Universitat zu Bonn. brochura original, bom estado, escasso livro que disserta sobra a questão da religião dos Orixás no Brasil, rica fonte de documentação, elaborado com um padrão acadêmico, testifica a importância de estudos sérios sobre a religião africana, é um importante ponto de vista do exterior sobre nós e nossas prática e ligações ancestrais. saiba mais ... csv -a.





Autor: Abel HOVELACQUE
Título: Les nègres de l'Afrique sus-équatoriale (Sénégambie, Guinée, Soudan, Haut-Nil)

Editora: Lecrosnier & Babé, Paris
Ano: 1889
Páginas: xiv + 468


Comentários: Rare ouvrage illustré de 33 figures dans le texte (33 figs. & cartes). Relié en demi-cuir. Bel exemplaire. [Bibliothèque anthropologique IX). 14x22,5cm .
AFRICA, ANTHROPOLOGY, WEST AFRICA, AFRIQUE DE L'OUEST, ETHNOLOGIE, ANTHROPOLOGIE, ETHNOLOGY, ETHNOGRAPHIE, GUINEE, SENEGAMBIE, SENEGAL, GAMBIE, SUDAN, SOUDAN, NIGER, WOLOFS, MANDINGUES, BAMBARAS, COTE DES ESCLAVES, TRADITIONS, COUTUMES, LIVRE EN FRANCAIS.
Livro em bom estado, um clássico, inacessível desde há muitos. aproveite temos apenas esse exemplar. Saiba mais ... csv-a.



Autor: LEFROU G. (Docteur)
Título: Le noir d'Afrique. Anthropo-biologie et Raciologie, Avec 32, 8 cartes et 2 photographies. Préfaces du Dr. Blanchard et de H V Vallois.

Editora: Payot, Paris
Ano: 1943
Páginas: 430


Comentários: Un volume grand in-8 broché de 432 pages. Collection Bibliothèque Scientifique. Préface du docteur Blanchard et du professeur H. V. Vallois. Illustration in texte, nombr. ill. in et h.t. Anthropologie morphologique, anatomique, physiologique, psychologique. Démographie. Raciologie.
Etude anthromorphique des population africaines dans le but "de servir à la discrimination des races". Des mensurations du crâne à la pilosité en passant par les différents aspects de la musculature, tous les aspects anatomiques des populations africaines sont détaillées dans cet ouvrage qui témoigne d'un temps ou la science était soumise à l'idéologie. llustre cet exemple extrême de détournement de l'anthropologie au cours des années 1930 et 1940. Raro livro sobre a questão africana das raças, inclusive do ponto de vista eurocentrico, isto é, ideologico, indispensável para quem pensa a questão Negro. em bom estado, aproveite, escasso e apreciado, saiba mais... csv -a.







Autor: Huet Michel - Laude Jean - Paudrat Jean-louis
Título: The Dance, Art, and Ritual of Africa

Editora: Pantheon Books
Ano: 1978


Comentários: a1, formato médio, 240 pp, capa dura, bom estado, com sobre capa original, profulsamente ilustrado, com mais de duas centenas de fotografias, muitas em cores, reveladoras de ritos, costumes e rituais de várias nações.
Este colorido livro traz uma combinação de estudos que giram em torno da arte, da dança e da ritualística africana, adequado para os pesquisadores da mitologia africana, do sistema liturgico-sacrificial, bem como das religiões comparadas da Africa.
Preface and Photographs by Michael Huet. Introduction bt Jean Laude. There are hundreds of photographs of dances and ceremonies many of which have never been photographed before.






autor: Afolabi A. Epega - Neimark
título: The Sacred Ifa Oracle

editora: Harper Collins
ano: 1995


Comentário: xvii, 549p. Translation with commentary of the sacred texts of Ifa by Afolabi Epega and Philip John Neimark. Softcover. FIRST EDITION. 8vo - over 7¾" - 9¾" tall. Black & purple boards,

The Sacred Ifa Oracle. The first English translation of the complete Sacred Texts of Ifa - the ancient African religion underlying Santeria, Candomble and Vodun.

English and Yoruba.

“The sixteen primary odus are called méjì, or twins. Their order of importance is as follows: Ejiogbe; Oyèkúméjí; Ìwòriméjì; Ìdíméjì; ....”

Here's a collection of the verses for Ifá divination, which is a different method than the Mérìndínlógún. There are 256 different Odù (constellations), and to each Odù several verses. These authors have also attempted to give a western interpretation to each Odù. I can understand why they wanted to do this, but in my humble opinion, it doesn't work. The profound meaning of any given Odù, in any given situation, could not and should not be reduced to a sentence or two. Other than this, they say this book, though far from being complete, is accurate in most respects.
Perhaps it should be mentioned that this book, except for the introductory chapter, deals only with the Odù Ifá verses. Studies of other works would be necessary if you want to understand the whole thing, so to speak.
Todos com a respsctiva grafia. Um livro indispensável aos estudiosos do assunto. Muito bem conservado.










autor: Emanoel Araújo Org
título: Para Nunca Esquecer - Negras Memórias, Memórias De

editora: Museu Histórico
ano: 2002


Comentários: Para Nunca Esquecer - Negras Memórias, Memórias de Negros - 347 pp.Formato grande. Ilustrado. ótimo estado. mostra mais uma etapa da saga dos africanos aportados em terras brasileiras a partir do século XVI e de seus descendentes. A sobrevivência e a resistência foram e estão sendo um dos elementos responsáveis pela efetiva participação e contribuição do negro para a nacionalidade e para a tessitura evolutiva do processo civilizatório do país. Repleto de textos, fotos e documentos num dos mais caprichados trabalho sobre o negro da editoração brasileira, papel especial de luxo. saiba mais ... foto illustrativa do interior.fotos p/b e coloridas, gravuras, plantas, desenhos, mapas 27x27cm encadernado.
Extenso estudo sobre as sobrevivências africanas no Brasil, contando com obras de:; Mestre Valentim, Aleijadinho, Pierre Verger, Mestre Didi, Heitor dos Prazeres entre mais de 500 artistas citados ( entre Pintores, Poetas, Escultores, Fotógrafos etc...); Livro Essencial para os Estudos Afro-Brasileiros; Excelente estado.




autor: Parrinder Geoffrey
título: African Mythology - Miltologia Africana

editora: Paul Hamlyn Publishing House
ano: 1975


Comentários: bom estado, capa dura, com sobre capa original, muito ilustrado, saiba mais.; The myths of the peoples to the south of the Sahara. The vast continent of Africa contains many different bodies of myth, deriving from its widely varioius peoples, social structures and physical environments. The variety is striking, so are the resemblances, and in this book Geoffrey Parrinder gives a full account of the black Africans thoughts about their lives and beliefs. He then retells the stories themselves, stories that are fascinating for both the strangeness of the environment and the familiarity if man. Text is fully illustrated with artefacts, african art and paintings related to the myths. 144pp. ... Com indice, bibliografia e agradecimentos.
Algumas Ilustrações, colour plates:

Mponwe female ancestor mask;
Royal calabash from Cameroun;
Ibo gold anklets;
Kuduo box from Ashanti;
Yoruba painted dance mask;
Yoruba painted bowl. Symbol of life and eternity;
Temple of Shango, Ibadan;
Yoruba ancestor cult mask;
Senufo bird figure.Ancestor cult;
Luba carved headrest. Male-female motif;
etc...


Alguns tópicos de que trata a obra:

The Creator;
God Leaves the World;
The first Men;
The origins of Death;
Secret Societies and ancestors;
Legends of old Africa;
Animal Fables;
Oracles and Divination;
Witches and Monsters;
etc...



autor: Perdigão Malheiros
título: A Escravidão no Brasil - 2 Volumes Completo, Raro

editora: Vozes/ Inl / Mec
ano: 1976


Comentário: esc1. livro bem conservado, acabamento em brochura original, em papel offset. um livro recheado de informações úteis, sobretudo para pesquisadores dessa instituição que não nos deixa saudade, e que tanto manchou o nome de nosso país, e por que não dizer da humanidade. 21cm, 2 volumes, ensaio histórico, juridico e social, com apendice, introdução de Edson Carneiro, uma pérola... saiba mais..;




autor: Raymond S Sayers
título: O Negro na Literatura Brasileira

editora: O Cruzeiro
ano: 1958


Comentários: O negro na literatura brasileira. Rio de Janeiro: Ed. O Cruzeiro, 1958, p. 167.





autor: José Medeiros
título: Candomblé

editora: O Cruzeiro
ano: 1957


Comentários: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original. Não perca, essa é uma obra rara sobre a história do candomblé. “Nos rituais dos candomblés da Bahia, há uma parte completamente desconhecida, tanto para os leigos como para os estudiosos. Há alguns anos, tive a oportunidade de fotografar os rituais secretos de iniciação das “filhas de-santo”, o que se fez pela primeira vez na história da imprensa brasileira. Esse material divulgado nas paginas da revista “O Cruzeiro”, é reunido agora neste livro, a ele se juntando novas fotografias, posteriormente colhidas, de modo a completar a documentação.
Livro que serve de base para grande parte da iconografia em redor do povo de santo, da religião dos Orixás da Africa. Não perca tempo, saiba mais ....




autor: Mário Ypiranga Monteiro Org
título: Negritude e Modernidade: Negritude & Modernidade: A Trajetória de Eduardo Gonçalves
Ribeiro.
editora: Gov Est do Amazonas
ano: 1990


Comentários: trajetória de Eduardo G Ribeiro. Livro em ótimo estado de conservação, com capa dura sobre capa original; contem muitas fotos e ilustrações, algumas coloridas, em papel especial couché, formato grande, com bibliografia, Maravilhoso album iconográfico, em tiragem limitada, e fora do comércio, “ Havia nessa ocasião três vagas senatoriais pelo Ceara, Maranhão e Amazonas. Pela segunda vez, o nome de Eduardo Ribeiro era trazido à barra do senado em brilhante e triunfal eleição a voto descoberto. ..Dias depois engendraran-se atas puramente fantásticas.. sob o pretexto de livrar o senado de ter um negro em seu seio, como se esse negro, pelo seu talento, ilustração e serviços à República, não fosse tão digno como os mais dignos de figurar na mais alta representação nacional." saiba mais;





autor: Emanoel Araújo- Carlos Eugênio de Moura
título: Arte e Religiosidade Afro- Brasileira

editora: C B L / Brasiliana De
ano: 1994



Comentários: Livro em òtimo estado de conservação, encadernado com capa dura original, 127pgs. Edição especial, fora do comércio, estado de novo, Textos em: Português, Alemão, inglês. Formato grande, Papel couché. Encadernação original, capa e sobrecapa em perfeito estado; Com obras de: Agnaldo Manoel dos Santos, Aurelino doa Santos, Genilson Soares da Silva, Mestre Didi, Ronaldo Pereira Rego, Rubem Valentim, Waldeloir Rego; A diáspora africana nas Américas, promovida pela instituição da escravatura, desestruturou indivíduos, famílias, clãs, funções e papeis sociais se desagregaram, mas a resistência e o espírito grupal dos africanos aos poucos se firmaram... Saiba Mais. Brasil 500.






autor: Ricardo Teles
título: Terras de Preto, Mocambos, Quilombos...

editora: Abooks
ano: 2002


Comentários:Livro em bom estado de conservação, encadernação com capa dura original.. Bilíngüe Port-Ingl. Livro novo, edição de 2002, formato grande, papel especial couché, fotos com ótima definição, uma pérola, com um encarte plástico original. Textos: Clóvis Moura, Territórios negros: uma presença histórica; Givania M da Silva, Conceição das crioulas uma construção feminina e coletiva, Ivo Fonseca Silva, Frechal O negro não se calou, Alberto de C. Alves, A arte e a documentação social, Ricardo Teles, Terras de preto um projeto fotográfico... edição especial ....