25 de julho de 2017

SANGIRARDI Jr. DEUSES DA ÁFRICA E DO BRASIL CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA 1988 Nanã Buruku Omolu Ibeji Ossãe Inkices Yorubá Nagô







SANGIRARDI JR.  
DEUSES DA ÁFRICA E DO BRASIL  
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA   
1988  


Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM  MUITAS ILUSTRAÇÕES. GLOSSÁRIO DE TERMOS USADOS NOS CULTOS DE RAÍZ AFRICANA E BIBLIOGRAFIA. 206 p. ilustrado.    

Um clássico dos estudos afro-brasileiros, sobretudo no que diz respeito aos cultos e ritos da religião dos Orixás. Indispensável numa boa biblioteca sobre o assunto. SAIBA MAIS   

Deuses que vieram da Africa. A teogonia Iorubá.  
Os cultos-brasileiros.  O Candomblé.  A casa de Minas.  O milagre dos Orixás.  Inkices e encantados.  A erva lustral.  Exu: Senhor dos caminhos e mensageiro...  Ogum : o deus do ferro e da guerra.  Ossãe: o dono da folhagem.  Ifá: o oráculo dos negros.  Xangô: o zeus iorubá.  Iansã (Oiá): deusa dos ventos e das tempestades.  Oxum: deusa dos rios, fontes e regatos.  Obá:a deusa que perdeu a orelha.  Iemanjá: a rainha do mar.  Ibeji: os meninos que já foram médicos.  Oxumaré: arco-iris e serpente.  Omolu: deus da varíola e médico dos pobres.  Nanã Buruku:mãe de todos os seres e de todas as coisas.  Oxalá: o maior de todos os Orixás.   Os nomes dos deuses - Tábua.   

Com uma interessante parte iconografica que revela o que há de mais importante nos cultos africanos de nosso país, desde planos e mapas até imagem raras de nossos mais antigos e importantes mestres iniciados na Religião dos Orixás.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.  


Entrega:  

O livro será enviado assim que o pagamento for confirmado  com confirmação via e-mail e número de postagem para rastreamento da entrega, e chegará ao seu destino dentro de 3 a 7 dias úteis, de acordo com a região do Brasil.  
  
Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br




Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Ori Axé a Dimensão Arquetípica dos Orixás José Jorge de Morais Zacharias

Ori Axé a Dimensão Arquetípica dos Orixás 
José Jorge de Morais Zacharias

Editora: Vetor  1998

Brochura em bom estado, corte com mancha amarelada, dedicatória autografada na página espelho, 221 páginas. 

José Jorge de Moraes Zacharias profundo estudioso dos cultos afro-brasileiros analisa neste livro a relação entre a religião e o preconceito através da psicologia analítica da Carl Gustav Jung. 

Procura mostrar que uma visão psicológica dos orixás não desmerece a compreensão antropológica ou sociológica e muito menos a religiosa. 

O campo do trabalho não é a psicologia de religião, mas os aspectos místicos e simbólicos que os orixás apresentam na psique coletiva brasileira. 

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br







Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

ORNATO JOSÉ DA SILVA A TRADIÇÃO NAGÔ 1985 Ervas: Raízes Africanas - Culto Omolokô – Os filhos de terreiro. A linguagem correta dos Orixás. Iniciação de Muzenza nos cultos Bantos. Concepção Afro-brasileira do Universo Nagô. ASE EBO ETUTU ORISA





ORNATO JOSÉ DA SILVA   
A TRADIÇÃO NAGÔ   
1985 

Páginas:173   LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.

Capa e ilustração de Enio Lisboa.    

Livro composto na renomada Gráfica Rabaço Ltda. Prefácio do Prof. Ornato J. da Silva. 

Com apêndice e bibliografia. Com extenso vocabulário Yorubá dos termos usados no livro.   

Interessante livro do Prof. Ornato, esse grande conhecedor da cultura Nagô. A idéia é apresentar o universo Nagô-Yorubá através da leitura fluente dessa grande peça da bibliografia afro-brasileira.

O velho Baba Ornato foi responsável por nada menos que o primeiro Curso de Cultura Afro-Brasileira, organizado no Rio de Janeiro em 1976 em conjunto com um jovem nigeriano, Benjamin Durojaiye Ainde Kayodé Komolafe - Benji Kayodé.

Livro indispensável aos estudiosos do assunto, porém muito difícil de conseguir um exemplar, dado sua pouca tiragem, quem tem um livro deste sabe o valor do conteúdo que ele carrega ...    

Obras do mesmo autor:    
Ervas: Raízes Africanas 
-   Culto Omolokô 
– Os filhos de terreiro.   
A linguagem correta dos Orixás.   
Iniciação de Muzenza nos cultos Bantos.  Concepção Afro-brasileira do Universo Nagô   

 O autor, candomblecista sério, assume o compromisso determinado pela tradição milenar dos cultos aos Orixás, passado de geração a geração, de lutar pela preservação da tradição da cultura nagô.    

Foi um dos mais batalhadores pela liberdade de culto, defensor dos cultos afro-brasileiros juntamente com outros expoentes da época, tais como Mestre Didi, Agenor Miranda, Tancredo Silva, etc.  

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br







Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

Orixás e Espíritos: o Debate Interdisciplinar na Pesquisa Contemporânea Artur Cesar Isaia Prefacio Pierre Sanchis


Orixás e Espíritos: o Debate Interdisciplinar na Pesquisa Contemporânea

Artur Cesar Isaia

Prefacio Pierre Sanchis  

Tipo: seminovo/usado  
Edufu  - 2006

O livro acrescenta algo novo e urgente aos estudos de religião e cultura na atualidade brasileira. Seu mérito está no fato de que ele não se fixa em uma religião, mas em uma questão que atravessa diferentes tradições religiosas e mesmo outros sistemas culturais de busca do sentido da vida e da compreensão do fenômeno humano. Os diferentes artigos, escritos todos por profissionais competentes em suas áreas de estudos e, alguns, por estudiosos reconhecidos no Brasil e no exterior, vêm da história de anos e séculos antecedentes à absoluta atualidade. Enfatizam religiões dos orixás, religiões derivadas de tradição afro-brasileira, os espíritos kardecistas e derivados, além de religiões neo-pentecostais associadas a processos de possessão.

Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br






Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

O destino revelado no Jogo de Búzios Jorge Alberto Varanda Editora: Eco O Jogo de Búzios por Odu. Definição e interpretação das caídas. A riqueza da Obará, como obtê-la. Método prático e eficiente de jogar búzios. Babalorixá Omoxubolatã Obi Exu Ogum Peji Odu Fon Oxum Abotô. Oxum Ypondá. Yê Yê Mouô. Apetibis de Ifá.


O destino revelado no Jogo de Búzios  
Jorge Alberto Varanda  Babalorixá Omoxubolatã
Editora: Eco

O Jogo de Búzios por Odu. Definição e interpretação das caídas. A riqueza da Obará, como obtê-la. Método prático e eficiente de jogar búzios. 

Babalorixá Omoxubolatã Obi Exu Ogum Peji Odu Fon  Oxum Abotô. Oxum Ypondá. Yê Yê Mouô. Apetibis de Ifá.

bom estado, com páginas: 190

Os búzios estão lançados. O Peji está coberto com a toalha de linho branco. O babalawô vai jogar os búzios. Invoca Ifá e Oxun e pede a Exu que seja o intermediário das mensagens. 

A arte de jogar e interpretar búzios, na qual os africanos são grandes conhecedores há muitos séculos, é delicada e tem segredos que SÓ alguns poucos iniciados são capazes de aprender.  

Segredos que revelam quem são os amigos e os inimigos, que dias são bons, quais são os maus. 
Que revelam sobre os amores, o trabalho e vida e a morte.
 É impossível precisar quando nasceu o Jogo de Búzios na África. É certo que este tipo de adivinhação já era praticado a milénios pelos Babalawôs tribais, juntamente com outros jogos adivinhatórios africanos, tais como o Jogo de Ifá, o Jogo de Obi (noz de cola), etc. 

Assim, a indicação era tida como indiscutível e aceita pela tribo. Como os búzios são conchas marinhas, é de se acreditar que o Jogo era praticado principalmente entre os Babalawôs de tribos próximas ao oceano; os Babalawôs de regiões afastadas do mar usavam mais o Jogo de Ifá, ou o Jogo de Obi, feito com noz de cola.  


Neste livro, o leitor encontrará capítulos como: O assentamento do Exu do Jogo de Búzios. O assentamento de Ifá. A reza do Jogo de Búzios. As folhas para lavar o Jogo de Búzios. A riqueza de Obará, como consegui-la. O assentamento do Odu Obará. A parte positiva e negativa dos Odus.  



Temos um vasto acervo sobre essa bibliografia temática.

Diga-nos quais você precisa e lhe daremos a resposta.


Todos os pedidos são enviados com seguro.  


CASO HAJA INTERESSE NESSE LIVRO OU EM NOSSO SERVIÇO, ENVIE UM E-MAIL PARA 
philolibrorum@yahoo.com.br





Alguns títulos de da área, caso haja interesse, contacte-nos que diremos sobre disponibilidade, preço e condições.

CATÁLOGO BIBLIOAFRO 2017


Aqui estão relacionados os livros disponíveis e os que são possíveis de serem encontrados.


Sugiro que, caso haja algum livro de seu interesse, comunique-nos o mais rápido possível, para que não corra o risco de vendermos.

Caso necessite de mais informações sobre quaisquer das obras é só nos perguntar, serviço dedicado aos estudiosos da Temática Afro-brasileira.


A Biblioafro coloca-se à disposição.


Temática Negro: Religião



Autor: Carlos Eugênio Marcondes de Moura (org.)
Tìtulo: Candomblé: Religião do Corpo e da Alma - tipos psicológicos nas religiões afro-brasileiras
Editora: Pallas
Ano: 2000 Páginas: 228
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADAO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA ORIGINAL. Reunindo os mais variados temas do candomblé, xangô, tambor-de-mina e outras religiões tradicionais afro-brasileiras, tratados por autores experientes no campo dos estudos africanos e afro-americanos, tais como, além do próprio Carlos Êugenio:

José Flávio Pessoa de Barros e Maria Lina Leão Teixeira: “O código do corpo: inscriçõese marcas dos orixás.”
Monique Augras: “De Iyá Mi a pomba-gira: transformações e símbolos da libido.”
Rita Laura Segato: “Inventando a natureza: família, sexo e gênero no xangô do Recife.”
Claude Lépine: “Os estereoptipos da personalidade no candomblé Nagô.”
Maria Lina Leão Teixeira: “LOROGUM – identidades sexuais e poder no candomblé.”

Esta coletânea de Carlos Eugênio Marcondes de Moura sobre os Orixás contribui, em muito, para a difusão do conhecimento que se tem sobre a religião dos voduns, orixás e inquices. A própria religião ganha com esta publicação, recuperando por meio da escrita dos pesquisadores muitos elementos míticos e rituais cuja transmissão pelos mecanismos tradicionais baseados na oralidade, tão caros ao candomblé, não lograram perpetuar.





Autor: Leopardo dos Olhos de Fogo
Tìtulo: Carlos Eugenio Marcondes de Moura (org.)
Editora: Ateliê
Ano: 1999 Páginas: 164
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.
“Sexto volume de um projeto inciado em 1981 ( Escritos sobre a religião dos Orixás de Fogo é uma proposta de resgate e divulgação do que de melhor se tem pesquisado, no Brasil e no exterior, sobre a religião dos orixás, voduns e inquices; que conta hoje com milhões de fiéis na África Ocidental, nas três Américas e até mesmo na Europa. Nesse volume, Carlos Eugênio reúne textos de vários pesquisadores conceituados, tais como Lydia Cabrera, Claude Lépine, Raul Lody, Rita de Cássia Amaral e Vivaldo da Costa Lima, estudando a religião dos Orixás sob o ponto de visto antropológico e sociológico.”





Título: OLÓÒRÌSÀ : ESCRITOS SOBRE A RELIGIÃO DOS ORIXÁS 1.
Autor: COORDENADOR E TRADUTOR CARLOS EUGÊNIO MARCONDES
DE MOURA; AUTORES ROGER BASTIDE ... (et al.).
Editora: Ágora
Ano: 1981 Páginas: 188 + x.
Preço: R$

Comentário: O LIVRO ESTÁ BEM CONSERVADO, BROCHURA ORIGINAL, CONTÉM MUITAS ILUSTRAÇÕES.

ESTE MARAVILHOSO LIVRO INDISPENSÁVEL A TODOS AQUELES QUE PROCURAM CONHECER CIENTIFICAMENTE, DENTRO DO QUE SEJA POSSÍVEL, A RELIGIÃO DOS NAGÔS, E DOS AFRICANOS POR EXTENSÃO, FONTE PRIMEIRA DAS RELIGIÕES DOS ESCRAVOS TRAGOS PARA O BRASIL. ESTE VOLUME LANÇADO EM 1981, ESGOTADO EM POUCO TEMPO DÁ INICIO A HOJE CONSAGRADA SÉRIE “ESCRITOS SOBRE A RELIGIÃO DOS ORIXÁS” COORDENADA PELO PROF. CARLOS EUGENIO DE MOURA.

Um dos objetivos da série de escritos sobre a religião dos orixás, voduns e inquices é colocar novamente em circulação ensaios e artigos publicados nas décadas de 1940 a 1960 pelos pioneiros dos estudos sobre as religiões afro-brasileiras (Édison Carneiro, Bastide, Herskovits, Verger e Costa Eduardo), com ênfase no candomblé. Tal produção, divulgada em publicações especializadas, tornou-se de difícil acesso. Outro propósito é divulgar ensaios inéditos de autores contemporâneos, a nova geração de antropólogos, sociólogos e psicólogos que vêm aprofundando, revisando e abrindo novos caminhos para o entendimento da religiosidade afro-brasileira. A produção dos africanistas ilumina certos aspectos da religião, tal como é praticada atualmente no Benin e Nigéria, ao revelar a manutenção de valores tradicionais, descrever e analisar procedimentos rituais, apontar tendências de adaptação ou renovação de conhecimentos e, sobretudo, possibilitar a realização de estudos comparativos em relação ao Brasil.

Artigos de Roger Bastide: CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DA ADVINHAÇÃO EM SALVADOR (BAHIA);
Pierre Verger: BORI, PRIMEIRA CERIMÔNIA DE INICIAÇÃO AO CULTO DOS ORIXAS NAGOS NA BAHIA;
Claude Lepine: OS ESTEREÓTIPOS DA PERSONALIDADE NO CANDOMBLÉ NAGÔ;
Juana Elbein dos Santos e Deoscoredes M. dos Santos: O CULTO DOS ANCESTRAIS NA BAHIA/ OCULTO DOS EGUNS;
Vivaldo da Costa Lima: OS OBÁS DE XANGÔ;
Giselle Cossard-Binon: A FILHA-DE-SANTO;
Liana M.Salvia Trindade: EXU/PODER E MAGIA.
Prefácio do Prof. Dr. Rui Coelho.
"Os trabalhos que estão reunidos nesta coletânea ilustram a posição moderna em etnologia, que consiste em captar o sentido de uma cultura pela tentativa de penetrar no seu interior. Ritos, cerimônias, conjuntos de crenças, sistemas simbólicos das religiões afro-brasileiras não são mais reportados a esquemas conceptuais que lhes dão o sentido. Inversamente, são lidos como textos que produzem sentido. Acredito que tal mudança se deve sobretudo às pesquisas de Roger Bastide e Pierre Verger, sem prejuízo de outras influências. (...) O candomblé, a macumba, e sobretudo a umbanda não se acham mais confinados a âmbitos regionais estritos, nem a classes sociais determinadas. Espalham-se por todo o território nacional e pervagam a estrutura social da base ao ápice. Não mais se isolam como herança africana exótica, mas se impõem como parte integrante da cultura brasileira, que talvez tenham sido sempre." (Ruy Coelho)



Autor: CARLOS EUGENIO MARCONDES DE MOURA
Título: As Senhoras do Pássaro da Noite
Editora: Axis Mundi
Ano: 1994 Páginas: 248
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Coletânea que apresenta variados aspectos da tradição afro-brasileira, a "religião dos orixás", em ensaios do etnólogo Pierre Verger, da psicóloga Monique Augras, do antropólogo José Jorge de Carvalho, do sociólogo Reginaldo Prandi, do museógrado José Luiz Hernandes e do pai-de-santo Manoel do Nascimento Costa. As Senhoras do título são as Grandes Mães, as yamis do candomblé, mulheres feiticeiras que representam os poderes místicos da mulher e seu aspecto mais perigoso e destrutivo.



Autor: CARLOS EUGÊNIO MARCONDES DE MOURA (ORG.)
Título: CANDOMBLÉ – DESVENDANDO IDENTIDADES (NOVOS ESCRITOS SOBRE A RELIGIÃO DOS ORIXÁS)
Editora: EMW EDITORES
Ano: 1987 Páginas: 169 14 cm x 21cm
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA E VINHETAS DE MARIA ARGENTINA BIBAS . Textos do organizador e de Pedro Ratis e Silva, Maria Lina Leão Teixeira, Monique Augras, Márcio Goldman, Beatriz Góis Dantas e P. R. Jackenzie. CONTÉM UMA INTRODUÇÃO DE ROBERTO GAMBINI . UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS USADOS E CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DE CADA ARTIGO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA DAG LTDA.
Essa é a terceira coletânea de uma série iniciada com a publicação de Olóòrisà 1981 seguida de Bandeira de Alairá 1982.
A série propõe divulgar ensaios inéditos, escritos surgidos no exterior, de difícil acesso, e reviver estudos de décadas passadas, recolocando-os em circulação. Esta coletânea de Carlos Eugênio Marcondes de Moura sobre os Orixás contribui, em muito, para a difusão do conhecimento que se tem sobre a religião dos voduns, orixás e inquices. A própria religião ganha com esta publicação, recuperando por meio da escrita dos pesquisadores muitos elementos míticos e rituais cuja transmissão pelos mecanismos tradicionais baseados na oralidade, tão caros ao candomblé, não lograram perpetuar
ARTIGOS:
EU /OBALUAIÊ E O ARQUÉTIPO DO MÉDICO-FERIDO NA TRANSFERÊNCIA PEDRO RATIS E SILVA.
LOROGUM – IDENTIDADES SEXUAIS E PODER NO CANDOMBLÉ – MARIA LINA LEÃO TEIXEIRA.
QUIZILAS E PRECONCEITOS – TRANSGRESSÃO REPARAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DINÂMICA DO MUNDO – MONIQUE AUGRAS.
A CONSTRUÇÃO RITUAL DA PESSOA: A POSSESSÃO NO CANDOMBLÉ – MARCIO GOLDMAN.
PUREZA E PODER NO MUNDO DOS CANDOMBLÉS – BEATRIZ GÓIAS DANTAS.
O CULTO AOS ORIXÁS ENTRE OS YORUBA: ALGUMAS NOTAS MARGINAIS RELATIVAS A SUA COSMOLOGIA E A SEUS CONCEITOS DE DIVINDADE P. R. MACKENZIE.
ORIXÁS, VODUNS, INQUICES, CABOCLOS, ENCANTADOS E LOAS – BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR - CARLOS EUGÊNIO MARCONDES DE MOURA.

"O enorme crescimento das religiões mediúnicas no Brasil, nos últimos quinze anos, traz à reflexão uma série de temas que não podem passar despercebidos. O Candomblé, em especial, tem atraído a atenção de uma variada gama de estudiosos, para não mencionar o fato de que começa a fazer cada mais sentido justamente para as camadas da população - as mais letradas - onde sempre se localizou o preconceito”.
A busca de uma dimensão religiosa para a existência parece ser o desafio supremo do homem contemporâneo, insatisfeito com a visão racional do mundo que o pensamento científico e materialista lhe apresenta como destilação de séculos de saber acumulado. Há um outro em cada um de nós, meio adormecido e enterrado no inconsciente, que não se vê refletido nesse saber e clama por outra cabeça, outras categorias, formas distintas de encarar o mundo e a experiência humana individual.
O Candomblé, ao lado de outras religiões e correntes espirituais, propicia exatamente esse tipo de contato com o irracional e o inconsciente que pode conduzir o homem moderno para perto de sua totalidade. (...) Numa sociedade de massas, que a todos achata, em que outra religião, senão no Candomblé, pode alguém ter assentados num altar sagrado objetos simbólicos que representam uma união profunda e individual com um orixá? Na singeleza daquelas pequenas coisas, guardadas na prateleira de uma camarinha, está contida não uma relíquia, não um totem, mas a projeção do centro do ser do iniciado. Se não estivesse projetado lá, não estaria talvez em lugar nenhum de forma tão direta, tão digna de culto e sacrifício. Ou estaria em tudo sem estar em nada, sem ponte, sem vínculo pessoal, sem símbolo." (Roberto Gambini). Saiba mais ...





Autor: CARLOS EUGÊNIO DE MOURA
Título: BANDEIRA DE ALAIRÁ
Editora: NOBEL
Ano: 1982 Páginas:191
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original. "Bandeira de Alairá: A festa de Xangô-São João e problemas de sincretismo é o estudo de Roberto Motta que abre esta coletânea sobre a religião dos orixás. Claude Lépine, em sua Análise formal do panteão Nagô, desvenda a lógica que estrutura a cosmovisão dos yorubá e dos jeje, examinando as características próprias do sistema de classificação do pensamento nagô-brasileiro. O tocador de atabaque nas casas de culto afro-maranhense é o artigo de Octavio da Costa Eduardo que nos fornece preciosas informações sobre esses prestigiosos membros das confrarias religiosas de raízes daomeanas, de tão grande significação naquele estado do nordeste. Da dissertação de mestrado A família-de-santo nos candomblés Jeje-Nagô da Bahia: um estudo de relações intra-grupais foi extraído o capítulo Organização do grupo de candomblé. Estratificação, senioridade e hierarquia. Seu autor, o antropólogo Vivaldo da Costa Lima, apoiado em sólido referencial científico e nas numerosas entrevistas realizadas junto ao povo-de-santo de Salvadr, analisa a complexa estrutura de mando do candomblé jeje-nagô. Uma extensa bibliografia sobre o candomblé, o xangô, o tambor-de-mina, o batuque, o pará e o babassuê, levantada por Carlos Eugênio Marcondes de Moura, procura dar conta, mediante seu encaixamento em mais de 40 temas, do que se tem escrito no Brasil, Nigéria, Benin, Angola, Cuba e Haiti, a respeito da religião dos orixás, voduns e inquices."





Autor: Val Oláyemí. (translator & transcriber)
Tìtulo: ORIN IBEJI ( songs in praise of Twins)
Editora: INSTITUTE OF AFRICAN STUDIES UNIVERSITY OF IBADAN
Ano: 1971 Páginas: 68 (formato médio).
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL. Com notas explicativas. O texto é bilíngüe composto por: Cântico/Prece em Yorubá e sua tradução em Inglês. OCCASIONAL No.25 .

Song I: rendered by Onikepe Adesomi and Olufunso Adesomi.
Song II- V: rendered by Sikeade Akinbade and Apeke Adeyanju.
“ In many parts of Yorubaland twins are regarded as the special gift of the gods and the personification of the twin deity called Òrìsà Ìbejì. They are treated whit great respect and in certain families they are actually worshipped. Every fifth or seventh day, offerings of bean cakes, corn pudding and sugarcane are made to them.” … “Ifá may ask the parents to make a sacrifice or a series of sacrifices to the twin deity. Sometimes Ifá may order the mother to the twins to sing in public and beg for alms, even if she is very rich.”





Autor: LIANA SALVIA TRINDADE
Título: EXU SIMBOLO E FUNÇÃO
Editora: FFLCH/USP- CER
Ano: 1985 Páginas: 236
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA: QUADRO DE ARCANGELO LANELLI. “EXU: SIMBOLO E FUNÇÃO” , TRABALHO DE LIANA MARIA SÁLVIA TRINDADE QUE A COLEÇÃO RELIGIÃO E SOCIEDADE BRASILEIRA TEM O PRAZER DE LANÇAR COMO SEU 2º VOLUME, CONSTITUI-SE EM SIGNIFICATIVA CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DAS RELIGIÕES AFRO- BRASILEIRAS. ELEGENDO EXU, FIGURA MÍSTICA CENTRAL DO UNIVERSO SIMBÓLICO DESTAS RELIGIÕES. MAGIA E RELIGIÃO, AS REPRESENTAÇÕES SAGRDAS E OS DIFERENTES NÍVEIS DA REALIDADE SOCIAL, A PROBLEMÁTICA: EXPRESSÕES E PRATICAS DO SAGRADO, REINTERPRETAÇÃO E SITUAÇÃO SOCIAL, O SIGNIFICADO ESTRUTURA E RELAÇÕES SIMBÓLICAS DA DIVINDADE EM DIFERENTES CONTEXTOS SITUACIONAIS, EXU NO PENSAMENTO AFRICANO, A RECONSTRUÇÃO SIMBÓLICA DE EXU NAS ESTRUTURAS DA SOCIEDADE BRASILEIRA, EXU: REINTERPRETAÇÕES INDIVIDUALIZADAS DE UM MITO, RELATOS DOS INTREVISTADOS, EXU NA DOUTRINA OFICIAL UMBANTISTA, EXU:SÍMBOLO E FUNÇÃO, EXU NAS RELAÇÕES DOS HOMENS CONSIGO MESMO E COM OS OUTROS HOMENS..., O RITUAL MÁGICO: A DEMANDA COMO JOGO DOS HOMENS ATRAVÉS DOS DEUSES, O MITO VIVIDO NAS EXPERIENCIAS DOS HOMENS, A RECONS TRUÇÃO SIMBÓLICA DE EXU E A DINÂMICA DE PERSONALIDADE DE SEUS ADEPTOS... SAIBA MAIS





Autor: RAUL LODY
Título: UM DOCUMENTO DO CANDOMBLÉ NA CIDADE DO SALVADOR
Editora: MEC/FUNARTE/INF - FUNDAÇÃO CULTURAL DO ESTADO DA BAHIA
Ano: 1985 Páginas: 145
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO,BROCHURA ORIGINAL.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, PAPEL ESPECIAL COUCHÉ. LIVRO PRODUZIDO A PARTIR DE UMA REUNIÃO DE VÁRIAS ENTIDADES ENTRE AS QUAIS DESTACAM-SE O INSTITUTO GEOGRÁFICO E HISTÓRICO DA BAHIA, COLEÇÃO CULTO AFRO-BRASILEIRO, CONTÉM BIBLIOGRAFIA. PREFÁCIO DE OLÍVIA GOMES BARRADAS PRESIDENTE DA FCE BAHIA, APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR THALES DE AZEVEDO PRESIDENTE DO IGH DA BAHIA, O LIVRO CONTÉM MAIS DE 180 ILUSTRAÇÕES ACOMPANHADAS DE INFORMAÇÕES DE VÁRIOS TIPOS, A TÍTULO DE EXEMPLO: " A PRANCHA NÚMERO 041 TRÁS A SEGUINTE INFORMAÇÃO, AO LADO DA FIGURA, - EDANS -ALTURA 23 cm COMPRIMENTO (CORRENTE ABERTA) 60 cm. PINOS FUNDIDOS EM BRONZE CONTENDO TRÊS INCISÕES NAS PONTAS E, MAIS ACIMA, DUAS INCISÕES PARALELAS. ESSES OBJETOS FUNCIONAM COMO AUXILIARES DO CULTO. OBSERVAR QUE O PAR DE PINOS É UNIDO POR UMA CORRENTE TAMBÉM DE BRONZE."






Autor: RAUL LODY
Título: SANTO TAMBÉM COME
Editora: ARTENOVA – IJNPS/MEC
Ano: 1979 Páginas: 134
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO EM BROCHURA ORIGINAL ,COTENDO ILUSTRAÇÕES FOTOGRÁFICAS E BIBLIOGRAFIA. ESTUDO SÓCIO-CULTURAL DA ALIMENTAÇÃO CERIMONIAL EM TERREIROS AFRO-BRASILEIROS. PREFÁCIO DE GILBERTO FREYRE. “BEBIDAS RITUAIS, 100 TIPOS DE ALIMENTO ,BEBIDAS E RITUAIS , OS ANIMAIS DO SACRIFÍCIO, A COMIDA DOS INKICES, TABULEIRO DAS VENDEDEIRAS DE RUA, O CARURU, DOS IBEJIS, A COMIDA DO TEMPO, PILÃO DE OXAGUIAM, OLUBAJÉ, O EBÔ DE OXALÁ, LOROGUM, CULTOS DOMÉSTICOS E ALIMENTAÇÃO RITUAL, GLOSSÁRIO , AJEUM, COZINHA-ESPAÇO SAGRADO DOS QUITUTES DOS DEUSES, À MESA DOS DEUSES COMEM OS ORIXÁS ...”, SAIBA MAIS ...




Autor: Roger Bastide
Título: Estudos Afro - Brasileiros
Editora: Perspectiva
Ano: 1973
Páginas: 384
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. UM CLÁSSICO DOS ESTUDOS AFRO-BRASILEIRO. ESGOTADOS HÁ TEMPOS. Estudos Afro-Brasileiros, Antropologia, Candomblé, Clássico sobre o assunto; Ilustrado com algumas fotos de Pierre Verger; Com tabelas desdobráveis.




Autor: Maria Helena Farrelli
Tìtulo: Malês os negro bruxos
Editora: Madras
Ano: S D
Páginas: 87
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.
O Candomblé de Origem Islâmica, seus Magos e seus Feitiços
Em Malês: os Negros Bruxos , além do importante aspecto cultural, Maria Helena Farelli nos fala dos tios limanos, das jóias malês, do feitiço maometano, e também revela as rezas, feitiços, benzimentos e diversas magias que esses negros bruxos praticavam para conquistar mais amor, dinheiro e felicidade. A autora, conhecida por seus livros sobre a temática das influências africanas em nossa cultura, apresenta agora esta pesquisa sobre um tema até então ignorado na literatura: o dos malês - negros de hábitos muçulmanos, partindo da bahia, os malês acabaram marcando significativamente sua presença - em rituais, alimentação e crenças. com habilidades refinadas, os malês representaram uma singularidade em meio às nações africanas que a escravidão trouxe ao Brasil, de fé muçulmana em suas origens, tinham cinco pilares em sua estrutura religiosa:
- a unidade divina; as cinco orações diárias; a peregrinação a meca; a esmola aos necessitados; o jejum do mês de ramadan.
no brasil, estes "pilares da fé" se mesclaram a crendices de outros grupos de negros, ao catolicismo adaptado ao ingênuo de tantos outros. a verdade é que os malês "nunca perderam a raiz do islão, o que fez seus seguidores diferentes de todos os outros negros escravos do brasil".
neste livro, além do importante aspecto cultural, a autora nos fala dos tios limanos, das jóias malês, do feitiço maometano, e também revela as rezas, feitiços, benzimentos e diversas magias que esses negros bruxos praticavam para conquistar mais amor, dinheiro e felicidade.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via email e número de postagem para acompanhamento de entrega Todos os pedidos são enviados com seguro



Autor: Byron Torres de Freitas e Tancredo da Silva Pinto
Tìtulo: As Mirongas de Umbanda
Editora: Espiritualista
Ano: SD
Páginas: 222
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.
Filosofia religiosa de umbanda, A grande lei da natureza, Os Orixás, Ensina transcendental
Orixás do nagô, de gege, do congo, a semana umbandista, o calendário umbandista, entidades aquáticas, o sincretismo católico – umbandista, oxalá – guian – Jesus Cristo, Quando o orixá chega, ogum na guerra do Paraguai, orixás e falanges lavagem dos pertences do orixá, abertura e fechamento do terreiro, como é formado um terreiro, fechamento do corpo, confirmação do anjo- da- guarda, pontos cantados, pontos riscados, língua geral africana, vocabulário especializado lunda – quioco (angolensa)... Saiba Mais.




Autor: Nivio Ramos Sales
Tìtulo: Búzios a Fala dos Orixás
Editora: Pallas
Ano: 2002
Páginas: 146
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de novo,encadernado em brochura com capa original.
Caídas, Significados, Leituras. Nívio Ramos Sales é um autor já bastante conhecido por sua vivência no candomblé. Em sua mais recente obra, ele leva o leitor a uma viagem pelo mundo dos búzios e de suas mensagens mágicas. Para aquele que está pronto para seguir esse caminho Este livro é a chave e o passaporte que lhe dará acesso a um novo campo de desenvolvimento pessoal. Para estudioso e curioso certamente será uma boa fonte de informações e uma leitura agradável, podendo até mostrar um novo caminho a percorrer... Saiba Mais.
Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via email e número de postagem para acompanhamento de entrega Todos os pedidos são enviados com seguro




Autor: MARIO DE ANDRADE
Tìtulo: MUSICA DE FEITIÇARIA NO BRASIL
Editora: MARTINS
Ano: 1963 Páginas:295
Preço:
Comentário: EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL. 1° edição, Organização, introdução e notas de Oneyda Alvarenga; Com retrato do autor, uma extensa bibliografia, com muitas notações musicais; exemplar número 0108




AUTOR: MANUEL QUERINO
TÍTULO: COSTUMES AFRICANOS NO BRASIL
EDITORA: Civilização Brasileira
ANO : 1938
PÁGINAS: 351
PREÇO : R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação encadernado em brochura original.
Prefacio e nota de Arthur Ramos, com ilustrações, um precioso livro com descrição de costumes antigos dos africanos, sua religião, sua cultura, seu modo de vida...
Descreve entre outras coisas: o culto feiticista, invocação dos orixás,gunuco, costumes nagôs, o ifa, tradução em português de alguns cânticos sagrados yoruba, costumes diferentes ao pegi, antigos ritus funebres, orações nagô, gege, malês, angola, bem como seus feitiços. Alimentação: sua regra, sua importância, sua participação na ritualística das diversas religiões dos negros...
o primeiro historiador negro no Brasil (1854-1923) deu a primeira descrição da capoeira baiana. Ao voltar sua atenção para a História, esperava reequilibrar a ênfase tradicional na experiência europeia no Brasil. Nenhum afro-brasileiro havia até então dado sua perspectiva da História do Brasil. Querino surgiu como o primeiro Brasileiro - afro ou branco - a detalhar, analisar e fazer justiça às contribuições Africanas ao Brasil. Apresentou suas conclusões num clima na melhor das hipóteses indiferente, e na pior racista e até hostil.
dedicou muito de seu tempo e energia a estudos históricos, em particular à pesquisa e ao registro das contribuições dos Africanos ao crescimento do Brasil. Esses estudos tinham dois objetivos. Por um lado ele queria mostrar a seus irmãos de cor a contribuição vital que deram ao Brasil; e por outro desejava lembrar aos Brasileiros da raça branca a dívida que tinham com a frica e com os Afro Brasileiros.






AUTOR: Roger Bstide
TÍTULO: O Candomblé da Bahia
EDITORA: Cia das Letras
PÁGINAS: 400
PREÇO :
Ano: 2001
Comentário: Livro em estado de novo encadernado em brochura original.

Com ilustrações e caderno de fotos.Rito nagô, Tradoção de Maria Isaura Pereira de Queiroz,
Capa de Ettore Bottini.

Roger Bastide realiza uma análise pioneira do candomblé, estudando o transe e a possessão, os cânticos, as danças e os ritos dessa religião afro-brasileira. O candomblé, como mostra o autor, postula uma filosofia do universo e uma concepção sofisticada do homem e do cosmo. Apresentado em 1957 como tese de doutorado na Sorbonne (ao lado de As religiões africanas no Brasil), este livro clássico é uma narrativa de grande fluência literária. Constitui leitura obrigatória para os iniciantes no assunto e, para os especialistas, uma oportunidade de reencontro com o pensamento do sociólogo francês.
A compreensão da epistemologia afro-brasileira, evidenciada pelo candomblé, leva Bastide a indagar sobre as porções africanas recriadas no Brasil, que ele visa reconstituir como domínios dotados de relativa independência no conjunto mais amplo da sociedade. Em suas palavras: "Assim, pois, neste trabalho, não nos preocupa a busca da origem africana deste ou daquele traço, nem o possível sincretismo deles com os da civilização luso-brasileira. Estudaremos o candomblé como realidade autônoma [...]".
Traduzido por uma das grandes sociólogas brasileiras - Maria Isaura Pereira de Queiroz -, O candomblé da Bahia é apresentado aqui em edição revista e ampliada, com ilustrações e caderno de fotos.


AUTOR: WALDEMAR VALENTE
TÍTULO: SINCRETISMO RELIJIOSO AFRO-BRASILEIRO
EDITORA: BRASILIANA
ANO : 1977
PÁGINAS: 117
PREÇO :
Comentário: Livro em bom estado de conservação encadernado em brochura original.






Autor: Pierre Fatumbi Verger
Título: Lendas dos Orixás
Editora: Corrupio
Ano: 1981 Páginas: 78 ( pranchas formato grande)
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO GERAL DE CONSERVAÇÃO, CAPA DURA ORIGINAL, COM SOBRE CAPA ORIGINAL. DESENHOS E ILUSTRAÇÕES DE ENÉAS GUERRA SAMPAIO.
Livro esgotado há mais de duas decádas, um dos livros mais procurados do Verger. Saiba mais ...
Tradução de Maria Aparecida da Nóbrega. Prefácio de Jorge Amado, Arlete Soares. Contém um apêndice com as características dos orixás tratados.
Edição limitada a 3.000 exemplares, sendo apenas 2.700 em língua portuuesa, o que justifica a dificuldade de encontrá-lo.

“... Verger de regresso a Bahia definitivamente, com a riqueza imensa de seus arquivos, de seu acervo de ciência, arte e vida, revela agora mais uma faceta de sua fascinante personalidade. Poeta, sim, como prova esse livro de graça e formosura: “Lendas dos Orixás”, no qual desfilam as imaginosas história dos orixás: Exu, Ogum, Oxossi, Obaluaê, Xangô, Yansan, Oxum, Yemajá e Oxalá em suas duas presenças, o jovem Oxaguiam, o velho Oxalufan. Cada uma dessas lendas , transposta da linguagem oral ioruba ...”


Livro esgotado há mais de duas décadas, um dos livros mais procurados do Verger. Saiba mais ...







Autor: JOÃO DO RIO
Título: AS RELIGIÕES NO RIO
Editora: LIVRARIA GARNIER
Ano: [1919] Páginas: 245
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado geral de conservação encadernado em capa dura da própria editora garnier, em tela.vermelha original com as inscrições da lombada em dourado e da capa em baixo relevo. Neste livro acompanha dois recortes de jornal antigo sobre o autor, um dando conta de uma homenagem prestada a Paulo Barreto (João do Rio) em Portugal, por ocasião de um título honorífico e outro por ocasião da conferência da paz.

um clássico que dispensa apresentações.
“No mundo dos feitiços: os feiticeiros. “As iaôs” “A casa das almas.” “os novos feiticeiros de Sanin.” “A egreja positiva.” “Os maronitas.” “os physiolatras.” “O movimento evagelico: a igreja fluminense.” “A igreja presbyteriana.” “A igreja methodista.” “Os baptistas.” “A.A.C.M.” “Irmãos e Advetistas.” “O satanismo.” “A missa negra.” “Os exorcismos.” “As sacerdotizas do futuro.” “A nova Jerusalém.” “ O espiritismo.” “Os exploradores.” “As synagogas.”





Autor: A. J. DE SOUZA CARNEIRO
Título: OS MITOS AFRICANOS NO BRASIL – (FONTE ETMOLÓGICA DE MAIS DE 500 TERMOS AFRO-BRASILEIROS)
Editora: Cia. EDITORA NACIONAL
Ano: 1937 Páginas: 506
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES DE CICERO VALLADARES. NOTAS DO AUTOR.

ESSE LIVRO POR SUA IDADE, POR SEU CONTEÚDO PELA SUA SIGNIFICAÇÃO PARA OS ESTUDOS SOBRE A RELIGIÃO DOS ORIXÁS, OU MELHOR PARA O ESTUDO DO ASSUNTO AFRO-BRASILEIRO, NEM PRECISARIA DESSE COMENTÁRIO, CONTUDO COMO PODE APARECER ALGUÉM DESINFORMADO SOBRE ESSE CLÁSSICO, EIS UMA BREVE NOTA.

ALGUNS TÓPICOS DA TABOA DE MATERIAS:
A FEIÇÃO AFRO - NEGRA ‘O ACALÔ , O QUIBUMGO ‘
NUCLEOS DA LINGUAGEM POPULAR.
AS QUIMERAS AFRO-NEGRAS.
CHIBANBA ‘QUIBAMBA OU SASSÚ’
O SACRIVICIO E A DIVINISAÇÃO DOS TOTENS AFRO – NEGRO.
GUNOCÔ ‘ALMA–DE-OGUM OU ARIGÓFE’
TUTÚ-ZERÊ .
E MUITOS OUTROS TERMOS , NOMES, LENDAS, CASOS E RELATOS QUE SEM DÚVIDA ESTÃO PRESENTES ATÉ HOJE NOS ESTUDOS SOBRE O ASSUNTO.

“DESDE QUE A POLICIA COMEÇOU A ATENDER AOS ‘INSISTENTES RECLAMOS DE NOSSA CIVILIZAÇÃO CHRISTÃ ‘ E A NESSECIDADE DE POR FIM AOS ‘CANDOMBLÉS QUE TANTO DEGRADAM NOSSOS COSTUMES ‘ E A DESTRUIR O CULTO AFRICANO PERSEGUINDO PAIS DE SANTOS, MÃES DE SANTOS, YALÊS, YAWOS E EQUEJIS, - TORNOU-SE MUITO MAIS DIFICIL AO PESQUIZADOR PENETRAR EM MUITAS LENDAS E NA CARACTERIZAÇÃO DOS MITOS AFRO-NEGROS.”







Autor: NINA RODRIGUES
Título: O ANIMISMO FETICHISTA DOS NEGROS BAHIANOS
Editora: BIBLIOTHECA DE DIVULGAÇÃO SCIENTIFICA
Ano: 1935 Páginas: 205
Preço: R$

Comentário: BROCHURA ORIGINAL, Recebeu Encadernação em capa dura. PREFÁCIO E NOTAS DO PROFESSOR ARTHUR RAMOS. ESTE É O PRIMEIRO ESTUDO REALIZADO PELO AUTOR SOBRE AS RELIGIÕES, OS CULTOS E AS PRÁTICAS MAGICAS DOS NEGROS DA BAHIA, A OBRA APROXIMA-SE MUITO DEOBRAS TAIS COMO O LIVRO DE A. B. ELLIS SOBRE A RELIGIÃO DOS YORUBANOS (NAGÔS), E DOS GÊGES DA COSTA DOS ESCRAVOS. ESTE TRABALHO FOI PUBLICADO ORIGINALMENTE EM VÁRIOS NÚMEROS DA REVISTA BRASILEIRA, EM 1896 TOMOS 6 E 7. LIVRO DE REFERÊNCIA À QUALQUER ESTUDIOSO CAMDOMBLECISTA QUE SE PREZE, QUE ME OUÇAM OS BABALORIXÁS DO NOSSO BRASIL! TEMAS RECORRENTES NO LIVRO: THEOLOGIA FETICHISTA DOS AFRICO-BAHIANOS; LITURGIA FETICHISTA DOS AFRICO-BAHIANOS; FEITIÇO, VATICINIO, ESTADO DE POSSESSÃO, ORACULOS FETICHISTAS; CERIMONIAS DO CULTO FETICHISTA - CAMDOMBLÉ, SACRIFICIOS, RITOS FUNERÁRIOS; A CONVERSÃO DOS AFRICO-BRASILEIROS AO CATHOLICISMO.








Autor: ZORA A. O. SELJAN
Título: IEMANJÁ E SUAS LENDAS PREFÁCIO DE JORGE AMADO
Editora: RECORD
Ano: 1967 Páginas: 210
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA DE JACQUES KALBOURIAN, COM ALGUMAS ILUSTRAÇÕES.IEMANJÁ PELA MÃO DEZORA, PREFÁCIO DE JORGE AMADO, IEMANJÁ, IEMANJÁ NA OBRA DE JORGE AMADO, ESTUDO SOBRE IEMANJÁ, IEMANJÁ EM CUBA DE LYDIA CABRERA, IEMANJÁ E O CULTO DOS ANTEPASSADOS DE DEOSCORIDES M. DOS SANTOS, IEMANJÁ NO RIO DE JANEIRO DE JOÃO ÂNGELO LABANCA, LENDAS DA MÃE D’ÁGUA, LENDA S TRANSCRITAS, IEMANJÁ EM ORUGAN, IEMANJÁ E ORUMILA, IEMANJÁ E A NEGRINHA, A MÃE- D’ ÁGUA (I),A MÃE D’ ÁGUA (II), LENDAS RECEBIDAS,A IEMANJÁ DO RIO NILO, NASCIMENTO DA NOITE, A SENHORA DA LUA, O MALHADO PERNAMBUCANO E A SERPENTE MARINHA, O NOIVO SALVO DAS ÁGUAS, O PESCADOR DOS ARRECIFES (PERNAMBUCO), A VELA E O VENTO DO MAR, O PEIXE ESTRANHO DA ILHA DO GOVERNADOR, O NAUFRAGO, O PESCADOR MAL AGRADECIDO, A MOÇA DORMINDO NAS ONDAS, A MENINA DO RIO XINGU, MÃE D’ ÁGUA DO AMAZONAS, O JOVEM IMPRUDENTE, A MULHER CIUMENTA, UMA CURA NO RIO VERDE, A MOÇA DA GAITA DE BAMBU NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, O INCOLOR DE PEQUI, OS AMANTES DO ENGENHO DA LAGOA, UM MAU SENHOR DE ESCRAVOS, SEXTA- FEIRA 13 OU DIA AZIAGO, IEMANJÁ E O CAIPORA, CANDANGOS...SAIBA MAIS.



Autor: ZORA A . O.SELJAN
Título: IEMANJÁ MÃE DOS ORIXÁS
Editora: AFRO-BRASILEIRA
Ano: 1973 Páginas: 188 (21 cm.)
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO EM BROCHURA ORIGINAL PREFÁCIO DE JORGE AMADO, INTRODUÇÃO DE JAMIL RACHID. PREFÁCIO DE JORGE AMADO. “NO TEATRO BRASILEIRO FOI A PRIMEIRA A COLOCAR OS ORIXÁS AFRICANOS COMO PERSONAGENS, À MANEIRA DA UTILIZAÇÃO DA MITOLOGIA GREGA PELA CIVILIZAÇÃO OCIDENTAL. O LIVRO DE AGORA SURGIU DE INUMEROS PEDIDOS DE IEMANJAJISTAS ...” TEMAS ABORDADOS NESTE LIVRO: ESTUDOS SOBRE IEMANJÁ; IEMANJÁ EM CUBA – LYDIA CABRERA; IEMANJÁ E O CULTO DOS ANTEPASSADOS – DEOSCORIDES M. DOS SANTOS; IEMANJÁ NO RIO DE JANEIRO/ IEMANJÁ NOS ESTADOS UNIDOS/ IEMANJÁ NA UMBANDA – JOÃO ANGELO LABANCA; IEMANJÁ E ORUGAN; IEMANJÁ E ORUMILA, ENTRE OUTROS.
“É IMPORTANTE NA UMBANDA FAZERMOS O UMBANDISTA LER ALGUMAS COISAS SADIAS. ELE NÃO DEVE FICAR LENDO LIVROS MALVADOS SOBRE COMO SE RISCA UM PONTO , ONDE SE PÕE A PÓLVORA OU O NOME DA PESSOA ,ONDE SE ENFIA O PUNHAL ETC. ISSO NÃO INTERESSA . O UMBANDISTA TEM QUE LER OS LIVROS QUE OENSINE E AJUDE A MENTALIZAR OS ORIXÁS . JAMIL RACHID
“ESTE LIVRO SOBRE IEMANJÁ CORRESPONDE À MADUREZA ARTISTICA DE UMA ESCRITORA QUE VEM REALIZANDO SEU TRABALHO COM SERIEDADE E MODESTIA , E CUJA OBRA JÁ HOJE NÃO PODE SER NEGADA NEM DISCUTIDA EM SUA IMPORTÂCIA.” JORGE AMADO

SAIBA MAIS ...







Autor: Zora Seljam
Título: 3 mulheres de xangô
Editora: Ibrasa
Ano: 1978 Páginas: 371
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação encadernado em brochura original. Com ilustrações de Caribé Em “3 mulheres de xangô”, a autora de grande renome, reuniu as peças “oxum abalo” “lansan, mulher de xango” e “a orelha de obá”, que requerem, especialmente a primeira, para sua montagem, força criadora, cultura folclórica, sensibilidade musical, coreográfica e plástica. Saiba mais...




Autor: EDISON CARNEIRO
Título: RELIGIÕES NEGRAS / NEGROS BANTOS
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 1981 Páginas:239
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL





Autor: Eduardo de Lascio
Título: Candomblé: um Caminho Para o Conhecimento
Editora: Cristális
Ano: 2000 Páginas: 185
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. PAPEL DE MUITO BOA QUALIDE, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. DE ÉLON BRASIL O presente livro “é um manual de leitura agradável e bastante interessante sobre o universo prático do Candomblé. Eduardo de Oxalá, cioso das responsabilidades de um babalorixá não só para com sua religião, mas também para com aqueles que o procuram em nome de sua distinção, discute de maneira bastante consequente a necessidade de um comportamento condizente com a posição sacerdotal, e fornece importantes dados para entendermos as características psicológicas dos orixás e de seus filhos. Utilizando para isso o recurso das lendas e das oferendas propiciatórias, o autor não cede aos argumentos tradicionais, que envolvem essas descrição num clima de misticismo, magia e mistério.”







Autor: AGENOR MIRANDA ROCHA
Título: Caminhos de Odu.
Editora: PALLAS
Ano: 2001 Páginas: 200
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “O livro tem origem na transcrição dos textos de um caderno onde o jovem Agenor anotava os preciosos ensinamentos passados por sua mãe-de-santo, relativos aos mitos de interpretação do oráculo do jogo de búzios. Como lembra Reginaldo Prandi, muitas cópias desse caderno foram feitas e presenteadas a sacerdotes e sacerdotisas que recorrem ao Professor Agenor para o jogo de búzios, como consulta ou buscando aprendizado. O texto de Caminhos de Odu reproduz fielmente o manuscrito original e será leitura valiosa não apenas para os praticantes e estudiosos do Candomblé, mas para todos os que desejam aprender e conhecer um pouco sobre essa religião.” “Aos 94 anos Mestre Agenor é a maior autoridade viva do Candomblé no Brasil, legítimo descendente da Ialorixá Aninha Obá Bií, fundadora dos terreiros Axé Opô Afonjá de Salvador e do Rio de Janeiro.” SAIBA MAIS ...



Autor: ANA LÚCIA E. F. VALENTE
título: O NEGRO E A IGREJA CATÓLICA o espaço concedido, um espaço reivindicado
Editora: CAMPO GRANDE-MS
Ano: 1994 Páginas: 160
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA DE GISELDA TEDESCO, AUTOGRAFADO PELA AUTORA.






Autor: LEOPOLDO BETTIOL
Tìtulo: O BATUQUE NA UMBANDA
Editora: AURORA
Ano: 1963 Páginas:230
Preço:

Comentário : EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL. Este livro versa sobre o elemento negro, a sistematização dos mitos e crenças e a evolução do culto no Rio Grande do Sul. Está dividido em três partes que são:
1)“Introdução no estudo do elemento negro, sistematização dos mitos e crenças e evolução do culto no Rio Grande do Sul”.
2)“Os negros: sistematização ensaio”, que se subdivide em dois capítulos: o negro origem e procedência, costumes e crenças ...
3)“Pequeno vocabulário gexá-gege-oyó referente a religião natural. Linguagem natural dos batuqueiros no Rio Grande do Sul”. Como se vê, trata-se de um trabalho de pesquisa e substancial do elemento negro no Brasil. Saiba mais...






Autor: JOÃO SEBASTIÃODAS CHAGAS VARELLA
Tìtulo: COZINHA DE SANTO ( culinária de Umbanda e Candomblé)
Editora: ESPIRITUALISTA
Ano: 1972 Páginas:113
Preço:

Comentário : EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL. Capa e ilustração de Enio Lisboa. Livro composto na renomada Gráfica Aurora Ltda.Prefácio de Wagner Neves Rocha. Ilustrado. Com epílogo.

"Este é um trabalho específico que trata da Alimentação dos Orixá, em ângulo alargado que de mistura com a ciência, aparece impecável na forma.”




Autor: ABGUAR BASTOS
Título: OS CULTOS MÁGICO-RELIGIOSOS NO BRASIL
Editora: HUCITEC
Ano: 1979 Páginas: 233
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO EM BROCHURA ORIGINAL. “os aparatos, os cerimoniais, as alfaias, os feitiços ;
XÂNGO,CANDOMBLÉ, PARÁ, MACUMBA, CAMBINDA, UMBANDA, QUIMBANDA, CATIMBÓ, LINHA DE MESA, BABAÇUÊ, TAMBOR-DE-MINA, PAJELANÇA, TORÉ, CABULA”. com muitas ilustrações, fotos, tabelas e alguns pontos.
Contém uma Bibliografia e Índice Onomástico.





Autor: GROMIKO, KOBICHANOV orgs.
Título: AS RELIGIÔES DA ÀFRICA: TRADICIONAIS E SINCRÈTICAS
Editora: EDIÇÔES PROGRESSO MOSCOU
Ano: 1.987 Páginas: 327
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernado em capa dura original. As Religiões da África Tradicionais e sincréticas, 327 pgs. Edições Progresso Moscou. Impresso na Russia, Obra feita sob o auspicioso e rigoroso corpo da Academia das Ciências da URSS, Contém Ilustrações fotos em papel couché, contem mapas,contem índice geográfico, índice ético, ilustrações de S F Kulik, Vasta Bibliografia. Obra de referência internacional. Saiba Mais...





Autor: MUNIZ SODRÉ
Título: O TERREIRO E A CIDADE - A FORMAÇÃO SOCIAL NEGRO-BRASILEIRA.
Editora: VOZES
Ano: 1988 Páginas: 166
Preço: R$

Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA ORIGINAL, EM PAPEL OFFSET. "O LIVRO DE MUNIZ SODRÉ É UM ESTUDO INTERDISCIPLINAR SOBRE A CULTURA NEGRA NO BRASIL, SUAS FORMAS DE RESISTÊNCIA NA RELIGIÃO E NOS COSTUMES , SUA RELEVÂNCIA NO 'TERRITÓRIO' CULTURAL DAS CLASSES BRANCAS DOMINANTES. TEMAS COMO A FESTA, A FORÇA, A ECOLOGIA, O ESPAÇO, A MÚSICA, A POSSE DO ESPAÇO, A TERRA, OS COSTUMES SÃO TRATADOS SOB VÁRIOS ENFOQUES: FILOSÓFICO-HISTÓRICO, INTERCULTURAL, LINGÜÍSTICO E SOCIOLÓGICO. É, SEM DÚVIDA, UMA SIGNIFICATIVA CONTRIBUIÇÃO CULTURAL PARA ESTA ÉPOCA EM QUE SE REPENSA COM MAIS INTENSIDADE A SINGULARIDADE DA HISTÓRIA E CULTURA NEGRAS."





Autor: PIERRE VERGER
Título: NOTAS SOBRE O CULTO AOS ORIXAS E VODUNS
Editora: EDUSP
Ano: 2000 Páginas: 624
Preço:

Comentário: NOTAS SOBRE O CULTO AOS ORIXAS E VODUNS NA BAHIA DE TODOS OS SANTOS, NO BRASIL E NA ANTIGA COSTA DOS ESCRAVOS, NA AFRICA. LIVRO EM ESTADO DE NOVO, ÓTIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO, LIVRO NOVO, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, TRADUÇÃO CARLOS EUGENIO MARCONDES DE MOURA, FORMATO 23X23, PAPEL CARTÃO SUPREMO 450g/m² CAPA, OFF-SET PIGMENTADO 90 g/m² MIOLO. " O livro parte do culto aos orixás e voduns, na Bahia e compara-o com a tradição religiosa dos yoruba (Nigéria) e djè djè (Daomé), de onde se originou. Descreve os rituais de iniciação, o estado de transe, os orixás e voduns e outros deuses menos conhecidos. Anexos e Apêndices ampliam as informações contidas nos capítulos."






Título: A Linguagem do Candomblé ( níveis sociolingüísticos de integração afro-portuguesa).
Autor: Ruy do Carmo Póvoas.
Editora: José Olympio
Ano: 1989 Páginas: 194
Preço: R$

Comentário: Livro em estado de novo, com prefácio de Celso Cunha, Glossário e Discografia
elaborada pelo autor.






Título: Os Nàgô e a Morte ( Pàde, Àsèsè e o culto Égun na Bahia).
Autor: Juana Elbein dos Santos.
Editora: Vozes
Ano: 1977 Páginas: 244
Preço: R$
Comentário: Livro bem conservado, com muitas ilustrações e fotos. Contém uma Bibliografia e
Iconografia. Um livro que já se tornou clássico entre os estudiosos do Candomblé e da Cultura
Yorubá, dispensa apresentações.




Autor: SIKIRU SALAMI (KING)
Título: CÂNTICO DOS ORIXÁS NA AFRICA
Editora: ODUDUWA
Ano: 1991 Páginas: 161

Preço: R$ ***.
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA ORIGINAL.TEXTO EM YORUBÁ COM TRADUÇÃO EM PORTUGUÊS, HINOS DA AFRICA, MITOLOGIA AFRICANA, ORIXÁS SÃO OS TÓPICOS ABORDADOS NESTE LIVRO EXTREMAMENTE DÍFICIL DE CONSEGUIR !





Autor: PHILIP PEEK
Título: AFRICAN DIVINATION SYSTEMS
Editora: INDIANA PRESS
Ano: 1991 Páginas: 230
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA ORIGINAL, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, TEXTO EM INGLÊS, SAIBA MAIS ...




Autor: ROGER BASTIDE
Título: AS RELIGIÕES AFRICANAS NO BRASIL – CONTRIBUIÇÕES A UMA SOCIOLOGIA DAS INTERPENETRAÇÕES DE CIVILIZAÇÕES. VOLUMES I E II
Editora: PIONEIRA
Ano: 1985 Páginas: 567 (Total) 14 cm X 21 cm
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.UM CLÁSSICO DO MESTRE BASTIDE, OBRA DE REFERÊNCIA OBRIGATÓRIA PARA OS ESTUDIOSOS DO ASSUNTO RELIGIÃO E AFRICANISMO NO BRASIL, LIVRO HÁ MUITO ESGOTADO, (Biblioteca Pioneira de Ciências Sociais). TRADUÇÃO DE MARIA ELOISA CAPELLATO E OLIVIA KRÄHENBÜHL. CAPA DE MÁRIO TABARIM. ACOMPANHA UM LÉXICO COMO APÊNDICE. 1 A influência de Portugal e da África na América. 2 Os novos quadros sociais das religiões afro-brasileiras. 3 O protesto do escravo e a religião. 4 O elemento religioso da luta racial. 5 Os dois catolicismos. 6 As sobrevivências religiosas africanas. 7 O ilslã negro no Brasil... e muito mais: Religiões, Grupos Raciais Étnicos e Classes Sociais. O negro católico ou Protestante. Geografia das Religiões africanas no Brasil. O funcionamento das seitas religiosas africanas. Os problemas da memória coletiva. Os problemas do sincretismo religioso. As duas desagregações o Candomblé rural e a macumba urbana. Estruturas e valôres. Religião e Ideologia. Saiba mais ...










Autor: LAENNEC HURBON
Título: O DEUS DA RESISTÊNCIA NEGRA
Editora: PAULINAS
Ano: 1972 Páginas:225
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: SANGIRARDI JR.
Título: DEUSES DA ÁFRICA E DO BRASIL
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 1988 Páginas: 206
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. GLOSSÁRIO E BIBLIOGRAFIA. SAIBA MAIS




Autor: ORNATO JOSÉ DA SILVA
Título: A TRADIÇÃO NAGÔ
Editora: DO AUTOR
Ano: 1985 Páginas:173
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.
Capa e ilustração de Enio Lisboa. Livro composto na renomada Gráfica RabaçoLtda. Prefácio do Prof. Ornato J. da Silva. Com apêndice e bibliografia. Com extenso vocabulário Yorubá dos termos usados no livro.
“Romance histórico repleto dos meandros malandros introduzidos pelos nigricios, em busca do calor do SOL do Brasil.” Interessante livro do Prof. Ornato, esse grande conhecedor da cultura Nagô. A idéia é apresentar o universo Nagô-Yorubá através da leitura fluente dessa grande peça da bibliografia afro-brasileira. Livro indispensável aos estudiosos do assunto, porém muito difícil de conseguir um exemplar, dado sua pouca tiragem. Para ilustrar o que dizemos, veja-se à página 17, onde a narrativa alcança a questão sacrifical da seguinte maneira: “Com os filhos sentados ao seu redor a zeladora do ASE começou a explicar como eram feitos os EBO, EBO e ETUTU para oferecimento aos ORISA.” Daí seguem várias receitas de oferendas, inclusive a quantidade de ingredientes. E dessa forma também para outras questões, como por exemplo: a dança africana; as ervas por ordem alfabética de nome.
Obras do mesmo autor: “Culto Omolokô – Os filhos de terreiro.” “A linguagem correta dos Orixás.”





Autor: FRED AFLALO
Título: CANDOMBLÉ – UMA VISÃO DO MUNDO
Editora: MANDARIM
Ano: 1996 Páginas: 170
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL




Autor: MESTRE DIDI- DEOSCÓREDES MAXIMILIANO DOS SANTOS
Título: HISTÓRIA DE UM TERREIRO NAGO
Editora: MAX LIMONAD
Ano: 1988 Páginas: 174
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. História de um Terreiro Nagô
"Há alguns anos, num artigo da "Revista do Arquivo Municipal de São Paulo", fazia eu sentir a necessidade de que se publicassem monografias sobre os principais candomblés da Bahia, sua história, sua organização e seus rituais. Estou convencido de que a elaboração de tais monografias se constitui na mais séria base para o conhecimento - já não mais geral e esquemático, como se tem feito em trabalhos anteriores - do Candomblé da Bahia.
Eis porque recebo com satisfação o novo livro de Deoscorédes dos Santos, Filho da prestigiosa Senhora, criado no conhecimento de todos os rituais do Opô Afonjá, o saboroso autor de "Contos Negros" é realmente o único que nos pode oferecer uma monografia sobre este candomblé, onde tenho tantos amigos, e que é tão caro ao meu coração."Roger Bastide






Autor: INTÉRPRETE - ELOAH
Título: OS ORIXÁS
Editora: CAST RECORD
Ano: 1994 Páginas: CD COM 12 FAIXAS
Preço:

Comentário: CD ÁUDIO EM ÓTIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO,ORIGINAL, COM DESENHO DE CAPA POR CARIBÉ, PRODUÇÃO MAGNO SALERMO,ASSISTENTE BERIMBAU; INTRODUÇÃO ESCRITA POR JORGE AMADO, GLOSSÁRIO DIDI AXIPÁ,MÚSICS DE BERIMBAU E ILDÁSIO TAVARES, CANTA ELOAH, ESGOTADÍSSIMO, SAIBA MAIS...




Título : A DANÇA DOS ORIXAS
Autor : SPARTA, FRANCISCO
Editora: Herder
Ano: 1970 Páginas: 290
Preço:
Comentários: Livro em bom estado de conservação, brochura original, ilustrado com muitos gráfico e fotografias. O livro contém uma lista de referências bibliográfica, uma lista para o nome de espiritos afro-amerindios, nome de pessoas e lugares. Pais e mães de santo visitados.Uma histórica lista de nomes dos pais e mães de santo e sua atividade no decurso de um ano.Um apêndice: espíritos, adoração e sacrifício. " O autor esteve por dez anos na Africa e já se encontra há quatro no Brasil. Preparou 'A dança dos orixás' pesquisando demoradamente nos terreiros e nos centros de reflexão antropológicas do país. ... Nível de rigorosa documentação, mas também de agradável leitura, são caracteristicas do livro de Sparta. Por vezes, se encontra mais próximode Nina Rodrigues e Arthur Ramos, outras vezes os antroplogos que o antecederam... um novo culto afro-brasileiro ou um novo enfoque da teologia ? ..."




Autor: MONIQUE AUGRAS
Título: O DUPLO E A METAMORFOSE - A IDENTIDADE MÍTICA EM
COMUNIDADES NAGÔ
Editora: VOZES
Ano: 1983 Páginas:295
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. ILUSTRADO. CONTÉM UMA BOA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. ESGOTADO NAS LIVRARIAS HÁ MUITO. LIVRO INDISPENSÁVEL À ESTANTE DE QUALQUER ESTUDIOSO DA RELIGIÃO DOS ORIXÁS.
ALGUNS ASSUNTOS SOBRE O QUE TRATA O LIVRO: “O SAGRADO, O MESMO E O OUTRO; AS RELIGIÕES DE ORIGEM AFRICANA NO CONTEXTO BRASILEIRO; ESTRUTURA E DINÂMICA DO MUNDO; OS MODELOS MITICOS; A COMUNIDADE; OS FILHOS DOS DEUSES, ETRE OUTROS”

“O NOSSO PROPÓSITO [...] COLOCAMO-NOS NUMA PERSPECTIVA COMPREENSIVA, QUE BUSCA APRENDER O SIGNIFICADO INTRÍNSECO QUE OS PRÓPRIOS ATORES DÃO AO SEU COMPORTAMENTO.COMPREENDERCOMO DEFINEM, VIVEM SENTEM, ESSAS PESSOAS QUE SÃO O SANGUE E A VIDA DA COMUNIDADE, TENTAR ENTENDER AS MODALIDADES DE SUA VISÃO DO MUNDO, TAL COMO É CONSTRUÍDA PELA CULTURA NAGÔ ....”

"QUANDO DANÇA O ORIXÁ NA FIGURA DO SACERDOTE, ONDE COMEÇA A DIVINDADE? EM QUE FICA O INDIVIDUO? ... PARTE IMPORTANTE DO LIVRO É TAMBÉM DEDICADA À SISTEMATIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES REFERENTES À HISTÓRIA E AO FUNCIONAMENTO DAS CASA DE SANTO DA BAHIA E DO RIO DE JANEIRO ..."







Autor: ALCIDES MANOEL DOS REIS - PAI CIDO DE ÒSUN EYIN
Título: CANDOMBLÉ – A PANELA DO SECREDO
Editora: MANDARIM
Ano: 2000 Páginas: 316
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS E BELAS ILUSTRAÇÕES INCLUSO ALGUMAS COLORIDAS, CONTÉM UM GLOSSÁRIO DE PALAVRAS YORUBÁ.





Autor: MAGGIE, Yvonne
Título: Guerra de Orixá: Um Estudo de Ritual e Conflito
Editora: Zahar
Ano: 1977 Páginas:
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Este livro retoma, com novas perspectivas, uma área de estudo desbravada por pioneiros da Antopologia Brasileira. Apoiada em instrumento da Antropologia Social, como os conceitos de ritual e drama social, a autora aproxima-se do estudo da religiosidade popular preocupada em perceber a Umbanda não apenas como uma crença ou um conjunto de crenças, mas como um modo de vida. Além disso, a sofisticação teórica da abordagem permite repor a Umbanda e as religiões afro-brasileiras em geral como objeto importante para a compreensão do estilo de vida e relaçõe sociais de ponderáveis setores da sociedade brasileira, especialmente de seus estratos inferiores. A Guerra dos Orixás constitui-se num passo fundamental para a percepção das tradições em linguagem que se difundem a partir do exame das categorias e sistema examinados através de um contato direto e pessoal, em que a vida dos crentes não é apenas uma ilustração mas o próprio fio da meada da investigação científica.









Temática Negro: Arte




Autor: Dominique Darbois
Titulo: Afrika tanzt (Universo da dança ritual africana)
Editora: Artia
Ano: 1962
Páginas: 133
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, Encadernado em capa dura original.
Tamanho grande. Uma viagem ao mundo africano, de várias nações, onde mostram suas danças, costumes e ritos.
fotografias coloridas e em preto e branco. Há livros que falam por suas imagens, é ocaso desse, saiba mais ... Text von Vladimir Vasut. Deutsch von Ferdinand und Charlotte Kirschner.
Darbois, Dominique.



Autor: Catálogo ilustrado do Museu Folclórico. Vol. II
Tìtulo: Oneyda Alvarenga Org.
Editora: SEC/ PMSP
Ano: 1950 Páginas: 295 (formato grande)
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa cartonada original. Papel especial calcificado, com ótima impressão do serviço municipal de impressão. Com muitas ilustrações, ao todo são 235 fotografias algumas contendo três objetos ou mais para cada foto. Há a lista no fim do volume do índice numérico dos objetos sendo ao todo 780 objetos do mais variados.
Este volume trata dos:
I - Objeto de cultos fetichistas, Fetiches e insígnias, Recipientes de Fetiches e Alimentos Sagrados, diversos, Panos para cobrir fetiches, Painéis, Ídolos e Imagens, Indumentária, Instrumentos Musicais,
II – Objetos de Danças, danças dramáticas e festas populares, diversos, Instrumentos Musicais.
III – Ex-votos.
IV – Objetos diversos
V – Notas.
Contém ainda uma bibliografia, um índice alfabético. Saiba mais ...






Autor: PAULO OLIVEIRA - colaboração especial de – GERCILGA D’ ALMEIDA
Tìtulo: REGO E O IMAGINÁRIO DA UMBANDA
Editora: DÓREA BOOKS AND ART
Ano: 1995 Páginas: 83
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, COM CAPA DURA ORIGINAL.





Autor: TATTI MORENO
Título: ORIXÁS
Editora: FUNDAÇÃO VALDEMIRO GOMES
Ano: 1987 Páginas: 80 (FORMATO GRANDE)
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernação original em capa dura e contra capa.
Apresentação do artista por Jorge Amado, Carlos Eduardo da Rocha. Candomblé da Bahia texto de Zora Seljan.
Produção, fotografias e diagramação Bruno Furrer. Legendas Gardênia Melo. Textos em Português e Inglês. Tiragem limitada a 2.000 exemplares em única edição, sendo este o exemplar número 0605. Um belo trabalho de impressão e encadernação da gráfica BIGRAF. Todo em papel especial Couché, com alta definição.
Panteão dos orixás iconografados pelo artista: Exu, Ogum, Oxossi, Ibualama-Inlé, Otim, Logum Edé, Omulu, Obaluaê, Nana, Iyami Oxorongá, Ossanhe, Iroko, Xangô, Axabó, Oxumaré, Iansã, Oxum, Oxum Apara, Miuá, Eua, Iemanjá, Onilé, Oxalufã, Oxaguiã, Oduduiá, Obatalá, Oba, Orunlá-Ifá, Apaoká, Orixá Okô, Babá Abaolá.

Contém 32 esculturas de orixás do artista Tatti Moreno que integram o acervo da fundação Valdemiro Gomes, ilustrações belíssimas, esculpidas em metais, contendo o sincretismo, o dia e a cor de contas de cada um dos orixás, explicando as várias qualidades de cada orixá, como por exemplo: ogum :ogunjá, ogum xorokê, (ou “de ronda”, que durante seis meses em cada ano se transforma em exu),etc. Saiba mais...







Autor: ROBERT BLEAKLEY
Título: MASQUES AFRICAINS (Máscaras africanas)
Editora: CHÊNE
Ano: 1978
Páginas: 40 PRANCHAS + PÁGINAS INTRODUTÓRIAS.
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação em brochura original ,com muitas ilustrações pranchas de 29,50 cm x 22,00 cm. Papel Couché Especial, muito boa definição. Texto em Francês.
Há livros que falam por si, é o caso deste só olhando para entender o que digo, porém não basta olhar há que se contemplar.
Uma carta, ao fim da obra, mostra os lugares das diferentes tribos mencionadas neste trabalho.
Entre outras se encontram reproduções de máscaras: Dogon, Bambara, Gurunsi, Mossi, Bobo, Baga, Dan, Ngéré, Yaouré, Yorouba, Bénin, Ekoï, Mahongwé, Bakongo, Makondé...
Ao lado de cada máscara há uma descrição do tamanho original e notas sobre a origem e o uso, que cerimonial, quer secreto de cada máscara.





Autor: ANTONIO RISÉRIO
Título: AVANT-GARDE NA BAHIA
Editora: INSTITUTO LINA BO E P.M. BARDI
Ano: 1995 Páginas: 262
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA ORIGINAL, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. PREFÁCIO DE Caetano Veloso “Lembro do pianista David Tudor, em 1961/62, apresentando peças de John Cage no Salão Nobre da Reitoria da Universidade da Bahia – aquele prédio gozado do bairro do Canela que sempre me parecerá maravilhoso –, a sala cheia, o professor Koellreutter observando. Uma das composições previa que, a certa altura, o músico ligasse um aparelho de rádio ao acaso. A voz familiar surgiu como que respondendo ao seu gesto: "Rádio Bahia, Cidade do Salvador". A platéia caiu na gargalhada. A cidade tinha inscrito seu nome no coração da vanguarda mundial com uma tal graça e naturalidade, com um jeito tão descuidado, que o professor Koellreutter, entendendo tudo, riu mais do que toda a platéia.
Nunca esqueci o nome de David Tudor, mas não foi aí que o nome de John Cage fixou-se em minha mente. No entanto, o fascínio por aquela música feita de silêncios (numa das peças as teclas eram apenas tocadas, sem serem pressionadas, pelos dedos enluvados do pianista) e acasos não me abandonou mais. Não sei dizer por que eu ...
O que aconteceu na Bahia do final dos anos cinqüentas ao início dos sessentas (mostro aqui ter aprendido a lição de português de Risério) é ainda um aspecto pouco conhecido – embora determinante – da história recente da cultura brasileira. Este livro vem fazê-lo inteligível.
Minhas reminiscências mais sinceras me obrigam, no entanto, a externar um reparo que não significa censura ao autor, antes depoimento complementar aos que ele tão bem colheu. Parece-me que a figura de Eros Martim Gonçalves saiu relativamente injustiçada, ou desproporcionalmente apequenada, no painel. Basta dizer que talvez a Escola de Teatro tenha centralizado nossa visão – de Bethânia e minha – do impulso modernizante da época. E Glauber repetiu inúmeras vezes que a montagem da Ópera de Brecht tinha-lhe dado tudo. Martim montou Claudel e Brecht, Tenessee Williams e Camus, como os Seminários de Koellreutter apresentavam Brahms e Gershwin, Cage e Beethoven. Além disso há algo de desequilibrado em negar-se o status de vanguardista a um diretor-educador corajoso como Martim, num livro em que não se o nega a uma figura (grandiosa, fascinante, amável) como a do professor Agostinho da Silva, cultor – paradoxal e heterodoxo como era – de saudades do catolicismo lusitano medieval.
Mas o fato é que em "Deus e o Diabo na Terra do Sol" temos Eros e Agostinho – e na Tropicália temos "Terra em Transe". E Risério aqui conta, pergunta e explica por que.






Autor: MARIO DE ANDRADE 1935 1938
Título: ACERVO DE PESQUISAS FOLCLÓRICAS
Editora: CENTRO CULTURAL DE SÃO PAULO
Ano: 2000 Páginas: 303
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES.
A MISSÃO: SUOR E COMPETÊNCIA RODULFO KONDER, MISSÃO: PRESERVAR O SONHO MIRIAM BOLSONI, APRSENTAÇÃO JORGE EDUARDO AZEVEDO, REVITALIZAÇÃO DO ACERVO, DOCUMENTOS TEXTUAIS, FILMES, FOTOGRAFIAS DE ÉPOCA, OBJETOS ETNOGRÁFICOS, RESULTADOS DAS PESQUISAS REALIZADAS NO ACERVO HISTÓRICO DA DISCOTECA ONEYDA ALVARENGA.






Autor: NELSON AGUILAR,ORG.
Título: MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO: ARTE AFRO-BRASILEIRA/AFRO-BRAZILIAN ART
Editora: MEC-BIENAL
Ano: 2000 Páginas: 200 (formato grande)
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, PAPEL COUCHÉ DE PRIMEIRA. SOB O PATROCÍNIO DA ASSOCIAÇÃO BRASIL 500 ANOS ARTE VISUAIS. TEXTO EM PORTUGUÊS E INGUÊS. LIVRO DE EXPOSIÇÃO REALIZADA DE 23 DE ABRIL A 7 DE SETEMBRO DE 2000 NO PARQUE DO IBIRAPUERA, SÃO PAULO.
SÚMÁRIO: APRESENTAÇÃO- EDEMAR CID FERREIRA, ARTE AFRO- BRASILEIRA MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO- NELSON AGUILAR, A ARTE DAS CORTES DA ÁFRICA NEGRA DO BRASIL- FRAÇOIS NEYT, CATHERINE VANDERHAEGHE, ARTE AFRO- BRASILEIRA:O QUE É AFINAL?- KABENGELEMUNANGA, CEM ANOS DE ARTE AFRO- BRASILEIRA- MARTA HALOÍSA LEUBA SALUM.
HEITOR DOS PRAZERES, PEDRO PAULO LEAL, MESTRI DIDI, AGNALDO MANOEL DOS SANTOS,
EMANOEL ARAÚJO, RUBEM VALENTIM, NIOBE XANDÓ, RONALDO RÊGO, ROSANA PAULINO.






Autor: RUBEM VALENTIM
Título: ARTISTA DA LUZ
Editora: PINACOTECA
Ano: 2001 Páginas: 208
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.EM TAMENHO GRANDE. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES.






Autor: IRACY CARISE
Tìtulo: ARTE-MITOLOGIA ORIXÁS,DEUSES IORUBANOS
Editora: DO AUTOR
Ano: SD. Páginas: 121
Preço: R$

Comentário : EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, EM CAPA DURA ORIGINAL REVESTIDO EM TECIDO, CONTÉM A SOBRE CAPA ORIGINAL COM REPRODUÇÕES DA CABEÇA DE OBÁ, BENIN, NIGÉRIA. LIVRO EM FORMATO GRANDE, EM PAPEL COUCHÉ BELISSIMAMENTE ILUSTRADO .UM DOS RAROS EXEMPLARES EM CIRCULAÇÃO





Autor: MARIA AMÉLIA ARRUDA BOTALHO DE SOUZA ARANHA
Tìtulo: HISTÓRIA DE AMOR AFRO-BRASILEIRO
Editora: FONTANA
Ano: 1980 Paginas: 149
Preço R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, CAPA DURA ORIGINAL.



autor: Dorival Caymmi
título: Cancioneiro da Bahia
editora: Livraria Martins
ano: 1947
R$

Livros Raros, Música, Bahia, Música Popular Brasileira

descrição: Livro formato 23x17cm.Bom estado, em brochura original, inclusive com a linda sobrecapa trabalhada pelo ilustrador,
Prefácio de Jorge amado e ilustrações de Clóvis Graciano.
Descreve em 153 páginas várias canções, com partitura, sobre o mar, motivos do Folclore Bahiano e Sambas.
1ª ed. Exemplar nº 0568.
Description: Illustrated wrappers, 25 cm., 156 pp., with black and white illustrations and music. Preface by Jorge Amado. Cancioneiro da Bahia.
by Caymmi, Dorival ; Illustrated by Clovis Graciano.




Título: CANCIONEIRO DA BAHIA
Autor: DORIVAL CAYMMI
Editora: Martins
Edição: 4a
Ano 1967
193 pgs
Formato(cm): 23,5 x 17 x 2,0
edição com tiragem limitada, sendo esse exemplar o de número1023. Encadernado em capa dura, da prestigiosa casa Kristina encadernadora de S. Paulo. Preservou-se a capa e contra-capa brochura original, conforme ilustração. Com Prefácio de Jorge Amado para essa edição de 20 anos da obra original.





Temática Negro: Biografia




Autor: SÉRGIO CABRAL
Tìtulo: PIXINGUINHA VIDA E OBRA
Editora: FUNARTE
Ano: 1978 Páginas: 98
Preço:
Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSEVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.






Autor: MARIO D. WANDERLEY
Tìtulo: DOMINGOS JORGE VELHO
Editora: IRMÃOS FERRAZ
Ano: 1930 Páginas:163
Preço:
Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, CAPA DURA.





Autor: ANDRÉ REBOUÇAS
Título: DIARIO E NOTAS AUTOBIOGRÁFICAS
Editora: JOSÉ OLYMPIO
Ano: 1938 Páginas: 457
Preço:

Comentário: Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA: COURO E PAPEL FANTASIA.
Ilustrado, com o clássico erro gráfico à pagina 133, que só aparece nessa primeira edição, com índice geral e índice de retratos, texto escolhido por Ana Flora e Inácio José Verissimo.
Livro conhecido por poucos.
As 12h-30: estavamos em Wica onde houve uma paradr de 20 minutos para a refeição: pela primeira vez nessa viagem reclamou o dono do restaurante sobre a ninha cor, sendo necessário o John Lidgerwood dizer a minha nascionalidade: intencionalmente abusava este comigo a cada momento “doctor”.
Contém um valioso recorte de jornal da mesma época, 1938 com uma nota sobre o livro.





Autor: JOSÉ LOUZEIRO
Título: ANDRÉ REBOUÇAS
Editora: TEMPO BRASILEIRO
Ano: 1968 Páginas: 151
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA DE SALVADOR MONTEIRO. QUANDO ANDRÉ REBOUÇAS NASCEU, EM 1838,NA CIDADE DE CACHOEIRA,BAHIA, O BRASIL DO 2º REINADO ENFRENTAVA GRAVES CRISES POLÍTICAS, COM A GUERRA DOS FARRAPOS NO SUL E A BALAIADA NO NORTE. ESSES MOVIMENTOS SE DESENVOLVIAM, GANHAVA CORPO, A IDÉIA DEQUE A ESCRAVIDÃO ERA UM MAL QUE DEVERIA CESSAR DE UMA VEZ POR TODAS. MAS OS RAROS INTELECTUAIS OU POLÍTICOS OUSAVAM FAZER PÚBLICAMENTE SEMELHANTE DEFESA, CONSTITUIAM VOZES ISOLADAS, PORQUE TODA A POTENCIALIDADE ECONÔMICA DO BRASIL REPOUSAVA NO TRABALHO SERVIL E, ASSIM SENDO, A IDÉIA DA ALFORRIA VINHA SEMPRE ACOMPANHADA DO TEMOR DO CAOS ECONÔMICO. OS ESCRAVOS REPRESENTAVAM PELO MENOS UM TERÇO DA POPULAÇÃO DA PAÍS... SAIBA MAIS.






Autor: JOSÉ CORREIA LEITE CUTI
Título: ...E DISSE O VELHO MILITANTE JOSÉ CORREIA LEITE
Editora: SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA
Ano: 1992 Páginas: 301
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.CAPA DE HUMBERTO C. PORNARO. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, APRSENTAÇÃO (IVAIR AUGUSTO ALVES DOS SANTOS), AO PÉ DO FOGO (PREFÁCIO – CUTI), DEPOIMENTO DE JOSÉ CORREIA LEITE, ENTREVISTA, SELEÇÃO DE ARTIGOS, “O ALVORECER DE UMA IDEOLOGIA, RESUMO BIOGRÁFICO.”





Autor: ARTHUR RAMOS
Título: CURRICULUM VITAE (fora de comércio)
Editora: DO AUTOR
Ano: 1945 Páginas: 126 (FORMATO MÉDIO)
Preço

Comentário: BROCHURA ORIGINAL, Recebeu Encadernação RECENTE em capa dura. SE VOCÊ ACHOU QUE CONHECIA TODAS AS OBRAS DO PROFESSOR ARTHUR RAMOS ESPERE ATÉ VER ESTE BELO EXEMPLAR, UMA FONTE DE INFORMAÇÃO INDISPENSÁVEL PARA TODO ESTUDIOSO DA OBRA DE ARTHUR RAMOS, CONTÉM TODO O DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL DESDE GRANDE NOME, ISSO COM UMA RIGOROSA E FARTA CITAÇÃO BIBLIOGRÁFICA DESDE SEU PRIMEIRO ARTIGO “CARTA” ESCRITO EM ‘O PILAR’ 1918, AINDA EM SUA CIDADE NATAL, ATÉ A DATA DA PUBLICAÇÃO DESTE LIVRO. RARIDADES BIBLIOGRÁFICAS COMO POR EXEMPLO UNS ESCRITOS SEU COM O PSEUDONIMO “JOÃO DO PILAR”, FONTE PARA ESTUDO CRÍTICO, SÉRIE DE OPNIÕES DE SEUS CONTEMPORÂNEOS SOBRE DIVERSOS DE SEUS ESCRITOS.E MUITO MAIS ...





Autor: EDISON CARNEIRO
Tìtulo: CASTRO ALVES ENSAIO DE COMPREHENSÃO
Editora: JOSÉ OLYMPIO
Ano: 1937 Páginas:137
Preço:

Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO. ASSINADO E AUTOGRAFADO.









Temática Negro: Capoeira



Autor: Capoeira
Título: César Augusto Martins
Editora: Borges
Ano: 2002 Páginas: 350
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Ilustração da capa por Valentin Keppk, Ilustração interna por: José Moreno Cappucci. Prefácio de Roberto d’Avila. “O romance se passa na cidade de São Paulo. Miguel, um pai de família, sofre um profundo trauma ao encontrar sua mulher e filhas mortas, além do filho baleado, vítimas da violência urbana. Descobre a identidade dos assassinos e planeja vingança.” “ A capoeira é a mais bela arte marcial do Planeta. Estava por merecer uma obra à sua atura... e ganhou!” Saiba mais ...



Autor: COLETIVO
Título: ESTUDOS AFRO –ASIATICOS 33
Editora: UNIVERCIDADE CANDIDO MENDES
Ano: 1998 Páginas: 198
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. ESSES SÃO OS ARTIGOS QUE INTEGRAM O VOLUME :
‘COLONIDADE DE PODER’ E DINÂMICA RACIAL: DIÁSPORAS CARIBENHAS NA CIDADE DE NOVA IORQUE. RAMÓN GROSFORGUEL,
AS RELAÇÕES RACIAIS NOS TERREIROS DO RIO GRANDE DO SUL. ARI PEDRO ORO,
CULTURA, COR E SOCIEDADE : A QUESTÃO DA ETNICIDADE ENTRE AS EMPREGADAS DOMÉSTICA. CHIRLY DOS SANTOS-STUBBE,
RACISMO E ANTI-RACISMO NO BRASIL. JACQUES D’ ADESKY,
ZUMBI &SIMPSON,FARRAKAN &PELÉ: AS ENCRUZILHADAS DO DISCURSO RACIAL,
DENISE FERREIRA DA SILVIA- ETNICIDADE E CIDADANIA COMO ELEMENTOS DE NEGOCIAÇÃO: COMERCIANTES ARABES NO HAITI 1860-1910 STEEVE COUPEAU,
ESCRAVIDÃO, CIDADANIA E SERVIÇO MILITAR NA MOBILIZAÇÃO BRASILEIRA PARA GUERRA DO PARAGUAI. HENDRIK KRAAY,
DA PRESIGANGA AO DIQUE: OS CAPOEIRAS NO ARSENAL DE MARINHA. CARLOS EUGENIO LÍBANO SOARES,
CAUSAS IMEDIATAS DA SUPERAÇÃO DO CAPITAL ESCRAVISTAS-MERCANTIL. JULIO MANOEL PIRES, IRACI DEL NERO DA COSTA.
Saiba Mais...







Temática Negro: Humanas





Autor: RAUL GIOVANNI LODY
Título: CADERNO DE FOLCLORE 17 SAMBA DE CABOCLO
Editora: COLETIVO
Ano: 1977 Páginas: 29
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM ILUSTRAÇÕES



Autor: RAUL GIOVANNI LODY
Título: CADERNO DE FOLCLORE 15 PANO DA COSTA
Editora: COLETIVA
Ano: 1977 Páginas: 16
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES




Autor: RAUL GIOVANNI LODY
Título: CADERNO DE FOLCLORE 07 AFOXÉ
Editora: COLETIVA
Ano: 1976 Páginas: 36
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.COM ILUSTRAÇÕES




Autor: RAUL GIOVANNI LODY
Título: CADERNO DE FOLCLORE 26 CAMBINDAS DA PARAÍBA
Editora: COLETIVA
Ano: 1978 Páginas: 45
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL COM ILUSTRAÇÕES






Autor: REVISTA DA USP
Tìtulo: DOSSIÊ BRASIL/ÁFRICA
Editora: EDUSP
Ano: 1993 Paginas : 217
Preço
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.
COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. DOSSIÊ BRASIL/ ÁFRICA
A GREVE NEGRA DE 1857 NA BAHIA JOÃO JOSÉ REIS.
AS MÚLTIPLAS ATIVIDADES DE ROGER BASTIDE NA ÁFRICA PIERRE VERGER,
A CULTURA NAGÔ NO BRASIL: MEMÓRIA E CONTINUIDADE DEOSCOREDES M. DOS SANTOS E JUANA ELBEIN DOS SANTOS,
CANDOMBLÉ DA BAHIA: REPRESSÃO E RESISTÊNCIA JULIO SANTANA BRAGA,
ÁFRICA: FATORES INTERNOS E EXTERNOS DA CRISE; FERNANDO AUGUSTO ALBUQUERQUE MOURÃO,
O VELHO E O NEGRO DAVID LERER,
O JOGO DOS FRAGMENTOS AFRICANOS REGINALDO PRANDI,
O MUNDO FANTASTICO DOS ERÊS ANGELA LÜHNING,
ÁFRICA:TRINTA ANOS DE PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA KABENGELE MUNANGA,
BLACK OUT- A EXCLUSÃO DO TEXTO AFRICANO ANTONIO RISÉRIO,
UTOPIA E DUALIDADE NO CONTATO DE CULTURAS: O NASCIMENTO DA LITERATURA CABO- VERDIANA BENJAMIN ABDALA JUNIOR,
HISTÓRIA E ARTE: REFLEXÕES SOBRE A LITERATURA ANGOLANA MARIA APARECIDA BACCEGA,
NEGROS, LOUCOS NEGROS MARIA LUIZA TUCCI CARNEIRO,
ATLANTICO SUL: ZONA DE PAZ E COOPERAÇÃO J. R. FRANCO DA FONSECA.




Autor: Aires da Mata Machado Filho
Tìtulo: O negro e o garimpo em Minas Gerais
Editora: Civilização Brasileira
Ano: 1964
Páginas: 131
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original. obra valiosa escrita por um mestre da filologia e do folclore e que é indispensável a todos quantos se interessam pelos temas sociológicos do Brasil
Fundamentado em pesquisa de cantigas africanas outrora ouvidas nos serviços de mineração, Aires da Mata machado Filho Realiza Importante estudo sobre as contribuições do negro à cultura brasileira


Autor: Joseph Ki-zerbo
Título: Historia da áfrica negra 1
Editora: biblioteca universa
Ano: 1972
Páginas: 449
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernado em brochura original.
DURANTE LARGO TEMPO A AFRICA FOI CONSIDERADA UM CONTINENTE SEM HISTÓRIA. EM 1830 HEGEL DECRETAVA QUE A AFRICA NÃO É UMA PARTE HIATÓRICA DO MUNDO, E DEPOIS DELE MUITOS FORAM OS HISTORIADORES QUE, SACRIVICANDO MAIS O PRECONCEITO DO QUE Á CIENCIA, REPETIRAM EM MESMO TOM A MESMA IDEIA. A OBRA DE KI – ZERBO CUJO VOL. 1 APRESENTAMOS, É O MELHOR DESMENTIDO Á LENDA DA AFRICA. COSTUMES SEM HISTÓRIA. NUM TRABALHO DE RECONHECIDO RIGOR CIENTÍFICO, QUE A CRITICA FRANCESA SAUDOU COM O MAIOR ENTUSIASMO, O AUTOR LEVOU A CABO O TRABALHO CICLÓPICO DE TRAZER A LUZ AS RAÍZES HISTÓRICAS DE TODO UM CONTINENTE, NA SUA INSUSPEITADA REQUEZA... SAIBA MAIS.



AUTOR: Florestan Fernandes
TÍTULO: A Integração do Negro à SociedadE de Classes
EDITORA: Usp-fflch
ANO : 1964
PÁGINAS: 738
PREÇO :
Comentário: Livro em bom estado de conservação encadernado em brochura original. O clássico de Florestan, não perca...
O legado da raça Branca: O negro na emergência da sociedade de classes, Pauperização e Anomia social, Heteronomia Racial na sociedade de Classes. No Limiar de uma nova era: Os movimentos sociais no meio negro, Impulsões Igualitárias de integração social, O problema do negro na sociedade de classe ... Saiba Mais.


Autor: Fernando Henrique Cardoso
Título: Capitalismo e Escravidão no Brasil Meridional
Editora: Paz e Terra
Ano: 1977
Páginas: 303
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original.
O Negro na Sociedade Escravocrata do Rio Grd. do Sul considerado um dos mais importantes trabalhos de sociologia brasileira do século xx, capitalismo e escravidão no brasil meridional marca o relançamento das obras completas do sociólogo e ex-presidente fernando henrique cardoso pelo selo civilização brasileira. o livro discute os processos de constituição e desagregação da sociedade escravocrata rio-grandense, vistos a partir da situação social que o negro nela assumia.






Autor: Marie – Cécile e Edmond Ortigues
Título: Édipo africano
Editora: Esculta
Ano: 1989
Páginas: 330
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original.
Tradução de Claudia Berliner, um Livro que Mescla Psicologia e Antropologia, Através da Prática Psicanalítica dos Ortigues, e seus Estudos Sobre o Complexo de Édipo em Senegal, África, A edição desse livro constitui importante contribuição tanto para a psicanálise como para a antropologia em língua portuguesa.


Autor: Bandeira Junior
Título: História do carnaval Santista
Editora: A Tribuna
Ano: s d
Páginas: 176
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original.
Ilustradíssimo com muitas fotos da época em papel couche,
O carnaval é um ato revolta instintiva contra as tiranias do bom senso. Abrimos com ele, no comprido ano todo preenchido com as coisas graves, com a regra e com a ordem, um parêntese de três dias consagrados à livre e tumultuosa alegria...





Autor: Miriam Garcia Mendes
Título: A personagem negra no teatro Brasileiro
Editora: átira
Ano: 1982
Páginas: 205
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernado em brochura original.
Geralmente escravo, marginalizado, constituindo, na melhor das hipóteses, apenas um elemento caracteristico da sociedade escravocrata brasileira de meados do século XIX, o negro, não obstante, chegou a ser importante personagem na dramaturgia nacional do periodo. fato paradoxal, tendo em vista o conceito em que era tido, inegavelmente; Em que medida, entretanto, a dramaturgia se ocupou realmente do negro como personagem, dada a sua triste condição social, uma vez que a importância que ele pareceu ter para o autor dramático não teve o mesmo nivel desde o nascimento de um teatro nacional até os nossos dias?......
FRETE GRATIS





Autor: Ernani Silva Bruno
Tìtulo: Café e negro
Editora: Atalanta
Ano: 2005
Páginas: 230
Preço:
Comentário: Livro em estado de novo, brochura com capa original.
Contribuição para o estudo da economia cafeeira de são paulo na fase do trabalho servil.






Autor: ABDIASDO NASCIMENTO
Título: O NEGRO REVOLTADO
Editora: NOVA FRONTEIRA
Ano: 1982 Páginas: 403
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. É, NESSE SENTIDO, UM TEXTO DE LITERATURA INDISPENSÁVEL: TRATA-SE DE LIVRO, ANTES DE TUDO, CONFORME DIZ JOEL RUFINO DOS SANTOS, CUJA VALIDADE É CLARA PARA TODOS AQUELES QUE SE ACHAM EMPENHADOS NA DEMOCRATIZAÇÃO DA NOSSA SOCIEDADE. POIS A PROBLEMÁTICA DO NEGRO NÃO É EXCLUSIVA DELE, É TAMBÉM A PROBLEMATICA DO BRASIL ATUAL:”O NEGRO REVOLTADO É O BRASIL REVOLTADO”. SAIBA MAIS...





Autor: COLETIVO
Título: ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS - 1º CONGRESSO AFRO-BRASILEIRO - RECIFE
Editora: ARIEL
Ano: 1934 (FAC-SÍMILE 1988) Páginas: 275
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. PREFÁCIO DE ROQUETE PINTO. SAIBA MAIS ...




Autor: CLAUDE M. LIGHTFOOT
Título: O PODER NEGRO EM REVOLTA
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA S.A.
Ano: 1969 Páginas:231
Preço:

Comentário: Tradução de Nathanael C. Caixeiro. LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO,
ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. O Poder Negro em Revolta, é mais do que a história de suas lutas e também não se limita ao drama social do negro norte- americaco : é uma denuncia contra o racismo em todas suas formas, escrito por um homem de ação que crê em uma nova ética, a serviço da paz e da fraternidade entre os povos. Como ele próprio acentua no prefacio, seu ponto de vista não é apresentado como um dogma e sim com a esperança de que contribua para o dialogo...




Autor: COLETIVO
Título: ESTUDOS AFRO –ASIATICOS 33
Editora: UNIVERCIDADE CANDIDO MENDES
Ano: 1998 Páginas: 198
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. ESSES SÃO OS ARTIGOS QUE INTEGRAM O VOLUME :
‘COLONIDADE DE PODER’ E DINÂMICA RACIAL: DIÁSPORAS CARIBENHAS NA CIDADE DE NOVA IORQUE. RAMÓN GROSFORGUEL,
AS RELAÇÕES RACIAIS NOS TERREIROS DO RIO GRANDE DO SUL. ARI PEDRO ORO,
CULTURA, COR E SOCIEDADE : A QUESTÃO DA ETNICIDADE ENTRE AS EMPREGADAS DOMÉSTICA. CHIRLY DOS SANTOS-STUBBE,
RACISMO E ANTI-RACISMO NO BRASIL. JACQUES D’ ADESKY,
ZUMBI &SIMPSON,FARRAKAN &PELÉ: AS ENCRUZILHADAS DO DISCURSO RACIAL,
DENISE FERREIRA DA SILVIA- ETNICIDADE E CIDADANIA COMO ELEMENTOS DE NEGOCIAÇÃO: COMERCIANTES ARABES NO HAITI 1860-1910 STEEVE COUPEAU,
ESCRAVIDÃO, CIDADANIA E SERVIÇO MILITAR NA MOBILIZAÇÃO BRASILEIRA PARA GUERRA DO PARAGUAI. HENDRIK KRAAY,
DA PRESIGANGA AO DIQUE: OS CAPOEIRAS NO ARSENAL DE MARINHA. CARLOS EUGENIO LÍBANO SOARES,
CAUSAS IMEDIATAS DA SUPERAÇÃO DO CAPITAL ESCRAVISTAS-MERCANTIL. JULIO MANOEL PIRES, IRACI DEL NERO DA COSTA.
SAIBA MAIS ...






Autor: FLORESTAN FERNANDES
Tìtulo: A INTEGRAÇÃO DO NEGRO NA SOCIEDADE DE CLASSES
Editora: Atica
Ano: 1965 Paginas: 261
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação, encadernado em brochura com capa original. 2 volumes, 808 pgs. escasso, aproveite.







Autor: ANTONIO MESSIAS GALDINO
Título: BRASIL NEGRO
Editora: PANNARTZ
Ano: 1991 Páginas: 160
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. ILUSTRADO. PREFÁCIO DE CECILIO ELIAS NETTO. SAIBA MAIS ....





Autor: ORDEM PÚBLICA E LIBERDADES POLÍTICAS NA ÁFRICA NEGRA.
Título: OLIVEIROS S. FERREIRA
Editora: RBEP - UFMG
Ano: 1961 Páginas: 92
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL






Autor: NINA RODRIGUES
Título: OS AFRICANOS NO BRASIL
Editora: COMPANHIA EDITORA NACIONAL
Ano:1.977 Páginas:283
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação em brochura original, com ilustrações, um pequeno vocabulário das línguas africanas faladas no Brasil. Este é um livro clássico na história da Etnoligia brasileira. “O estímolo que este livro comunicou aos estudiosos brasileiros talvez ainda não se possa avaliar em toda a sua força, mas pelo menos se pode dizer que, a partir do seu aparecimento, uma atitude cientifica se impos no estudo dos problemas da população de cor”. “Com os africanos no Brasil o problema negro atinge a maioridade”. Eis o juizo de um especialista. Dos maiores de nosso tempo... Saiba mais





Autor: ELI GINZBERG E ALFRED S. EICHNER
Título: A PRESENÇA INQUIETANTE
Editora: CRUZEIRO
Ano: 1968 Páginas:308
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.
EIS AQUI UM LIVRO CONSTRUIDO COM O PRÓPRIO MATERIAL DA HISTÓRIA, REGISTRO DA DISCRIMINAÇÃO DE QUE FOI VÍTIMA O NEGRO AMERICANO DESDE A SUA CHEGADA A JAMESTOWN, VIRGINIA, ATÉ JOA DA LIBERDADE SOBRE WASHINGTON. ELI GINZBERG E ALFRED S. EICHNER, NUMA INTERPRETAÇÃO INTEIRAMENTE NOVA DO CONFLITO BÁSICO NA EXPERIÊNCIA AMERICANA, MOSTRA COMO A DEMOCRACIA NOS ESTADOS UNIDOS EVITOU, DURANTE 350 ANOS, FAZER LUGAR PARA O NEGRO. RELATA ESSA HISTÓRIA COM INFLEXIVEL HONESTIDADE. SAIBA MAIS...





Autor: A .F. NOGUEIRA
Título: A RAÇA NEGRA
Editora: LISBOA
Ano: 1880 Páginas: 311
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.COM ENCADERNAÇÃO EM CAPA DURA. Um Clássico, raro, Saiba mais ....





Autor: REVISTA DE CULTURA VOZES
Tìtulo: CULTURA NEGRA E AS SEMANAS AFRO-BRASILEIRAS
Editora: VOZES
Ano: 1977 Páginas:80
Preço:
Comentário: EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.






Autor: OCTAVIO IANNI
Título: RAÇAS E CLASSES SOCIAIS NO BRASIL
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 1972 Páginas: 248
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. O MITO DA DEMOCRACIA RACIALENTRE NÓS, APROFUNDANDO-SE NA ÁNALISE DA EXISTÊNCIA, EM NOSSO PAÍS, DE GRUPO PARTICULARES DE BRANCOS, NEGROS, MULATOS, JUDEUS, ITALIANOS, JAPONESES, POLONESES, INDIOS E CABOCLOS, EXAMINANDO, EM PROFUNDIDADE, O QUE TEM HÁ VER ESSAS COLETIVIDADES COM AS ESTRUTURAS DE DOMINAÇÃO NO BRASIL.
ALÉM DE REEXAMINAR, À LUZ DE NOVAS IDÉIAS E MÉTODOS AS TRANSFORMAÇÕES SOFRIDAS PELA ESTRUTURA ECONÔMICO-SOCIAL BRASILEIRA, OCTAVIO IANNI APRESENTA NESTE LIVRO OS RESULTADOS DE UMA SÉRIE DE PESQUISAS CONCRETAS QUE REALIZOU SOBRE TEMAS ESPECÍFICOS DAS RELAÇÕES DE RAÇAE DE CLASSE. SAIBA MAIS...







Autor: EDUARDO DE OLIVEIRA
Título: A CÓLERA DOS GENEROSOS: retrato da luta negro para o negro
Editora: MECA
Ano: 1988 Páginas: 125
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM VARIAS ILUSTRAÇÕES.
O TITULO DESTE LIVRO É UM RETRATO VIVO DA LUTA E DA ATUAÇÃO DE EDUARDO DE OLIVEIRA EM DEFES DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA COMUNIDADE NEGRA. EDUARDO DE OLIVEIRA É CAPAZ DE ENCARNAR A SAGRADA CÓLERA CONTRA AS INJUSTIÇASE AS DESIGUALDADES, A SANTA IRA CONTRA DISCRIMINAÇÃO DE SEUS IRMÃOS DE RAÇA, A SACROSSANTA INDIGNAÇÃO CONTRA OS CRIMES GERADOS PELOS PRECONCEITOS. ELE NÃO ESTÁ APENAS CONTRA AS OFENSAS E HUMILHAÇÕES COMETIDAS CONTRA A SUA RAÇA, EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO. EDUARDO DE OLIVEIRA ESTÁCONTRA AS INJUSTIÇAS SOFRIDAS PELO HOMEM, DE QUALQUER RAÇA OU LATITUDE. SUA LUTA É PROL DOS DIREITOS CIVIS DOS NEGROS TORNOU-SE UM MARCO NA HISTÓRIA DAS LUTAS DE LIBERTAÇÃO DO POVO BRASILEIRO, E TODOS AQUELES QUE, UM DIA TENHA SOFRIDO OS EFEITOS TERRÍVEIS DO PRECONCEITO OU DA INJUSTIÇA SÃO SEUS DEVEDORES. A CÓLERA DOS GENEROSOS É UM TESTEMUNHO VIVO E VALIOSO DE UM HOMEM E DE SEU TEMPO. SEU AUTOR SOUBE, COMO NINGUÉM ASSUMIR A LUTA, OS IDEAIS E OS SOFRIMENTOS DE SEU POVO, ASSUMINDO EM DECORRÊNCIA, SEU LUGAR NA HISTÓRIA. DELE , SEUS AMIGOS PODEM DIZER COM ORGULHO: NÃO SE OMITIU E COMBATEU O BOM COMBATE... SAIBA MAIS.





Autor: CERU-FFLCH
Título: REVISITANDO A TERRA DE CONTRASTE: A ATUALIDADE DA OBRA DE ROGER BASTIDE
Editora: FFLCH / USP
Ano: 1986 Páginas: 105
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: HELDA BULLOTTA BARRACCO
Título: UTOPIA, MITO E COMUNICAÇÃO (CONTRIBUIÇÕES Á UMA SIMBOLOGIA AFRICANA
Editora: EBRASP
Ano: 1978 Páginas: 83
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. 1º EDIÇÃO, EM DUAS VERSÕES PORTUGUES E FRANCÊS, CONTENDO MAIS 87 PAGINAS ESCRITAS TOTALMENTE EM FRANCÊS.




Autor: DONALD PERSON - PREFÁCIO DE ARTHUR RAMOS E ROBERT PARK
Título: BRANCOS E PRÊTOS NA BAHIA - ESTUDO DE CONTATO RACIAL. COLEÇÃO BRASILIANA VOL. 241
Editora: CIA. EDITORA NACIONAL
Ano: 1971 Páginas: 430
Preço:

Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA,COM MUITAS ILUSTRAÇÕES EM PAPEL CALCIFICADO ESPECIAL PARA A 'COLEÇÃO BRASILIANA'. SEGUNDA EDIÇÃO, IINTEIRAMENTE REVISTA E COM UMA NOVA INTRODUÇÃO PREPARADA PELO AUTORESPECIALMENTE PARA ESTA EDIÇÃO. UM CLÁSSICO DOS ASSUNTOS ETNOGRAFICOS E SOCIOLÓGICOS BRASILEIRO. TRATA A BAHIA; CONDIÇÕES SOCIAIS;MISCIGENAÇÃO E A PRÓPRIA RELIGIÃO AFRICANA E SUA INFLÊNCIA. SAIBA MAIS ...




Autor: JOÃO BAPTISTA BORGES PEREIRA
Título: Cor, Profissão e Mobilidade: o Negro e o Rádio de São Paulo
Editora: PIONEIRA-EDUSP
Ano: 1967 Páginas: 266
Preço:
Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA ORIGINAL, EM PAPEL OFFSET. Este é um estudo já clássico sobre a inserção profissional do negro no mundo empresarial do rádio em São Paulo nos primeiros 40 anos de sua existência. Foi elaborado a partir de extensa pesquisa de campo, realizada entre os anos de 1959 e 1964. O autor concentra-se no momento em que o rádio começava a sentir as mudanças decorrentes da ascensão da televisão, ao mostrar "o retrato de um rádio histórico e semidesaparecido". A obra mantém-se atual em suas conclusões, firmando-se como modelo de pesquisa para o estudo da mobilidade da classe média negra em lenta ascensão no Brasil.





Autor: EVERARDO P. GUIMARÃES ROCHA, JOEL RUFINO DOS SANTOS, ZILÁ BERND
Título: PRIMEIROS PASSOS – O QUE É , ETNOCENTRISMO , RACISMO NEGRITUDE
Editora: CÍRCULO DO LIVRO
Ano: SD Páginas: 152
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL.



Autor: J. M. MACKENZIE
Título: A PARTILHA DA ÁFRICA 1880-1900
Editora: ÁTICA
Ano: 1994 Páginas: 78
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “Reflexão sobre as repercussões do imperialismo europeu do século passado no continente africano e os choques políticos, econômicos e sociais que provocou.”




Autor: W. J. DE KOCK
Título: HISTÓRIA DA ÁFRICA DO SUL
Editora: MINISTERIO DA INFORMAÇÃO
Ano: 1972 Páginas: 64 (FORMATO MÉDIO)
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. UM BELO EXEMPLAR DE LIVRO ONDE SE VÊ A MASCARAÇÃO DOS PROBLEMAS SOCIAIS E CULTURAIS DA AFRICA, QUE NOS FAZ PENSAR QUE A AFRICA DO SUL É UM PAÍS NORDICO QUALQUER. ESTE LIVRO TEM COMO OBJETIVO PROPAGAR OS IDEAIS DE EMBRANQUECIMENTO DO PAÍS DE BIKO E MANDELA, HOJE MAIS DE 3 DECÁDAS PASSADAS FICA O REGISTRO HISTÓRICO. TIPO DE LIVRO IDEAL PARA MINISTRAÇÃO DE AULAS EM NOSSAS ESCOLAS BRASILEIRAS, QUE TEM UMA POLÍTICA TÃO PARECIDA COM A DAQUELE FAMIGERADO GOVERNO. SAIBA MAIS ...



Autor: ROGER Bastide e FLORESTAN FERNANDES
Título: BRANCOS E NEGROS EM SÃO PAULO – ENSAIO SOCIOLÓGICO SOBRE ASPECTOS DA FORMAÇÃO, MANIFESTAÇÕES ATUAIS E EFEITOS DO PRECONCEITO DE COR NA SOCIEDADE PAULISTANA.
Editora: NACIONAL
Ano: 1971 Páginas: 310
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNAÇÃO EM CAPA DURA. COM MUITAS TABELAS EXPLICATIVAS.
APÊNDICE:
O PRECONCEITO RACIAL EM S. PAULO (PROJETO DE ESTUDO)
ESTEREÓTIPOS, NORMAS E COMPORTAMENTO INTERACIAL EM S. PAULO.

UMA VASTA BIBLIOGRAFIA, EM FORMA DE NOTAS, SOBRE OS LIVROS USADOS E CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DE CADA ARTIGO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA ‘SÃO PAULO EDITORA’ LTDA.







Autor: JULIO JOSÉ CHIAVENATO
Título: O NEGRO NO BRASIL - DA SENZALA À GUERRA DO PARAGUAI
Editora: BRASILIENSE
Ano: 1980 Páginas: 260
Preço:
Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA. LIVRO QUE JÁ SE TORNOU UM CLÁSSICO DO ESTUDO DO NEGRO NO BRASIL. CAPA DE LINO H. PREFÁCIO DO AUTOR. UMA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS USADOS E CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO.

APÊNDICE:QUADRO ESTATÍSTICO. O BILL ABERDEEN. A REAÇÃO DIPLOMÁTICA DO IMPÉRIO AO BILL ABERDEEN.

POR AQUI PASSAM TEMAS TAIS COMO: GENOCIDIO DO NEGRO BRASILEIRO, GUERRA DO PARAGUAI, PROCESSO DE ARIANIZAÇÃO OU EMBRANQUECIMENTO DO POVO BRASILEIRO,RACISMO E ESCRAVIDÃO BRASILEIRA; TRATADO DE METHUEN; BULA PAPAL “Romanus Pontifex” de Nicolau V de 8 de janeiro de 1454 que dá esclusividade aos portugueses na África, inclusive para apresar negros e mandá-los para o reino.” ENTRE TANTOS OUTROS. SAIBA MAIS ...





Autor: COLETIVO
Título: ÁFRICA REVISTA DO CENTRO DE ESTUDO AFRÍCANO 7
Editora: COLETIVO
Ano: 1984 Páginas: 146
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL




Autor: COLETIVO
Título: ÁFRICA REVISTA DO CENTRO DE ESTUDO AFRÍCANO 8
Editora: COLETIVO
Ano: 1985 Páginas: 156
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.



Autor: ARTUR RAMOS
Título: AS CULTURAS NEGRAS NO NOVO MUNDO
Editora: BRASILIANA
Ano: 1979 Páginas: 248
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Este livro foi traduzido para o espanhol, para o inglês, para o alemão, e para o tcheco. Creio que basta isso para demonstrar o que representa como expressão do pensamento brasileiro acerca das culturas negras na América.






Autor: ARTHUR RAMOS
Título: O NEGRO NA CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Editora: CEB
Ano: 1971 Páginas: 253
Preço:

Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA ORIGINAL. PREFÁCIO DE RICHARD PATEE. COM ÍNDICE REMISSIVO. UM EXCELENTE LIVRO PARA OS PESQUISADORES DA ÁREA, OU SIMPLESMENTE PARA QUEM BUSCA SABER UM POUCO MAIS SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO NEGROS NA FORMAÇÃO CULTURAL, POLÍTICA, RELIGIOSA, EENFIM NA FORMAÇÃO HUMANA DA NAÇÃO BRASILEIRA, APRENDEMOS QUE DEVEMOS MUITO A ELES.SAIBA MAIS ...





Autor: EDSON CARNEIRO
Título: A CIDADE DO SALVADOR - (1549) UMA RECONSTITUIÇÃO HISTÓRICA
Editora: ORGANIZAÇÃO SIMÕES
Ano: 1954 Páginas: 167
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA, MANTEVE-SE A ENCADERNAÇÃO BROCHURA ORIGINAL. ESTÁ É A VERSÃO DEFINITIVA COM OS ACRESCIMOS QUE O AUTOR EM NOTA DIZ TEREM SIDO NECESSÁRIOS. CONTÉM UM SUPLEMENTO COM 3 ARTIGOS DO PRÓPRIO AUTOR. “VILA VELHA; O GOVERNO GERAL; NASCIMENTO DA CIDADE; OSPRIMEIROS HABITANTES; A FISIONOMIAURBANA; BIBLIOGRAFIA ÚTIL; E UMA CURIOSA RELAÇÃO DOS HABITANTES DA CIDADE DO SALVADOR NO ANO DE 1549. SAIBA MAIS






Autor: EDISON CARNEIRO
Título: LADINOS E CRIOLOS (estudo sobre o negro no Brasil)
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 1964? Páginas:240
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. DESENHO DE CAPA :EUGÊNIO HIRSCH
SERÁ PRECISO DIZER QUEM É EDISON CARNEIRO? NENHUM LEITOR BRASILEIRO, NO CAMPO DAS CIÊNCIAS SOCIAL E, EM PARTICULAR, DOS PROBLEMAS DO NEGRO BRASILEIRO, LHE DESCONHECE O NOME: QUEM ACOMPANHA OS ESTUDOS DE ETNOGRAFI, OU DE FOLCLORE, OU DE HISTÓRIA, NÃO LHE IGNORA AS ATIVIDADES. POIS DE EDISON CARNEIRO AQUI ESTÁ MAIS UMA CONTRIBUIÇÃO: UMA COLETÂNEA DE ESTUDOS, DE DIFERENTES ÉPOCAS E DE VARIADOS ASPECTOS, SOBRE TEMAS DO NEGRO NO BRASIL. TEMAS DO NEGRO ESCRAVO, DO NEGRO CULTURALMENTE CONSIDERADO, DAS MANIFESTAÇÕES RELIGIOSAS DO NEGRO, ENFIM DO QUE REPRESENTA A PRESENÇA DO NEGRO AFRICANO ENTRE NÓS – DOS LADINOS E CRIOLOS – AQUI ESTÃO COM PLENA VIVÊNCIA NAS PAGINAS DESTE LIVRO. SÃO ESTUDOS VARIADOS PERSPECTIVAS SOCIOLÓGICAS ETNOGRÁFICAS, HISTÓRICAS, SUSTENTAM O SENTIDO DESSES ESTUDOS. SAIBA MAIS...






Autor: GILBERTO FREYRE
Tìtulo: ASPECTOS DA INFLUÊNCIA AFRICANA NO BRASIL
Editora: CULTURA
Ano: 1976 Páginas: 144
Preço: R$
Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSEVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: UNESCO
Tìtulo: INTRODUCCIÓN A LA CULTURA AFRICANA EN AMÉRICA LATINA
Editora: UNESCO
Ano: 1979 Páginas:260
Preço: R$
Comentário : EM LIVRO BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.





Autor: ANTONIO FONSECA
Título: SOBRE OS KIKONGOS DE ANGOLA
Editora: EDIÇÕES 70 / UEA
Ano: 1985 Páginas: 127
Preço: R$

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original. CONTÉM ILUSTRAÇÕES, GRÁFICOS E MAPAS. SOBRE O AUTOR “ ENQUANTO MEMBRO DA ‘BJLL’ PUBLICOU O CADERNO ‘RAIZES’ TRABALHO LITERÁRIO DE RECOLHA À RECRIAÇÃO DA ORATURA DA SUA REGIÃO QUICONGA.” PREFÁCIO DE HENRIQUE ABRANCHES. ALGUNS TEMAS ABORDADOS NO LIVRO : A ORIGEM DOS KIKONGOS EM ANGOLA; SUA DISTRIBUIÇÃO E INSTALAÇÃO SEGUNDO A TRADIÇÃO ORAL; O PARENTESCO E AFAMÍLIA; O PODER E A JUSTIÇA; O CASAMENTO E SUA DISSOLUÇÃO; A EDUCAÇÃO; VESTUÁRIO E ADORNOS; DOENÇA E MORTE; ALGUNS CONTOS E CANÇÕES, ENTRE OUTROS.







Temática Negro: Literatura





Autor: Jean Gould
Tìtulo: Um Garoto Chamado Dunbar
Editora: Record
Ano: 1965
Páginas: 236
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.
Tradução de Affonso Blacheyre, ilustrações de Charles Walker. A vida do famoso poeta negro da América
Este livro apaixonante recebeu em 1958 o Prêmio de Livros Infantis da Fundação Thomas Edison, por sua contribuição para a formação e desenvolvimento do caráter infantil.
Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via email e número de postagem para acompanhamento de entrega Todos os pedidos são enviados com seguro



Autor: MOEMA PARENTE AUGEL
Título: SCHWARZE POESIE POESIA NEGRA
Editora: diá
Ano: 1988
Páginas: 178
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação,encadernado em brochura original.





Autor: Carolina Maria de Jesus
Título: Quarto de Despejo Diário de uma favelada
Editora: Francisco Alves
Ano: 1960
Páginas: 182
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original, com algumas marcas do tempo, e um pequeno desgaste na parte superior e inferior da capa, Mas em perfito estado por dentro. Ilustrações e Capa de Cyro Del Nero, ilustrações em papel couche, Contem um recorte de jornal relatando a triste volta da autora a tão dura vida de catadora de papel, depois de ter vivido a tão cobiçada Glória... Saiba Mais





Autor: Lino Guedes
Tìtulo: O Pequeno Bandeirante 1ª ed RARO
Editora: Cruzeiro do Sul
Ano: 1937
Páginas: 72
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original l ª Edição, Autografada, Ilustrações de Poesias. Um livro que jamais se tem oportunidade de ver dois, ao menos na mesma vida. O grande Poeta Negro do Século XX.



Autor: Castro Alves
Título: Os Escravos – (edição fac-similar da primeira)
Editora: GRD
Ano: 1983 Páginas: 107 +LXXI +XIII
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.

Edição com introdução de Gumercindo Rocha Dorea.
Prefácio Biografia do autor, da Edição Príncipe por Mucio Teixeira. Fac-simile da edição popular dividida em duas partes: I. a cachoeira de Paulo Affonso; II. Manuscriptos de Stênio, incluindo apotheose: poesias consagradas à memória de Castro Alves.

Um clássico da nossa literatura que dispensa comentários. Saiba mais ...





Autor: Cruz e Souza
Título: Obras Completas de Cruz e Souza: Poesia I (Broqueis, Pharoes, Últimos Sonetos)
Editora: Annuario do Brasil
Ano: 1923 Páginas: 415
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA EM TELA EDITORIALVERMELHA , MANTEVE-SE A CAPA BROCHURA ORIGINAL VERDE ENCARTONADA.

Edição com introducção e annotações de Nestor Victor. Com um fac-simile do poema Enlevo e um retrato do autor.

Exemplar em ótimo estado de conservação desse que foi um dos maiores poetas do Brasil, negro que foi o maior nome do Simbolismo escola poética tão importante para nosso desenvolvimento cultural.

Saiba mais ...








Autor: JOSÉ LUANDINO VIEIRA
Título: LUANDA
Editora: ÁTICA
Ano: 1982 Páginas: 127
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Capa: Ary A. Normanha, Ilustração: Mario Cafeiro,




Autor: AFONSO SCHMIDT
Título: A MARCHA - romance da abolição 1ª Edição.
Editora: ANCHIETA LIMITADA
Ano: 1941 Páginas: 293
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. NUMA ÉPOCA EM QUE SE LEVANTA, GENERALIZADO, UMTREMENDO CLAMOR CONTRA OS MAUS LIVROS PARA AS NOSSAS CRIANÇAS,- LIVROS QUE CHOCAM A ALMA E O CORAÇÃO DAQUELES QUE SÃO O FUTURO DA PATRIA; PELOS TEMAS QUE VERSA, PELAS IDÉIAS QUE VENTILAM E PELOS SENTIMENTOS QUE PROPAGAM, CONSTITUE OBRA, SEM DUVIDA, GENEROSA, DIGNA E MERITÓRIA, -DAR A NOSSA JUVENTUDE HISTÓRIAS E CONTOS ATIVOS E MOVIMENTADOS, PERFEITAMENTE MORAIS E COMPATIVEIS COM O ESPIRITO GENEROSO E RECATADO DA FAMILIA BRASILEIRA... SAIBA MAIS.





Autor: BRUCE CHATWIN
Título: O VICE-REI DE l
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
Ano: 1980 Páginas: 165
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: VIALE MOUTIHO
Título: CONTOS POPULARES DE ANGOLA: folclore quimbundo.
Editora: PRINCIPIO
Ano: 1994 Páginas: 85
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: MONTEIRO LOBATO
Título: OS NEGROS
Editora: OLEGARIO RIBEIRO
Ano: 1920 Páginas: 60
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.



Autor: ALEX HALEY
Título: NEGRAS RAÍZES
Editora: CIRCULO DO LIVRO
Ano: SD Páginas: 646

Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL. O autor de Malcolm X nos relata uma fascinante história africana.





Autor: SEGUNDO A EDIÇÃO DE FREI CAETANO SCHMITZ, O.F M., POR M. G. DE L.
Título: ATRAVEZ DA AFRICA : VIAGENS E AVENTURAS DO IRMÃO FRANCISCANO PEDRO FARDE DE GAND 1686-1690 SEGUIDO DE UMA FAZENDA EM MARANHÃO: EPISODIO DOS TEMPOS COLONIAES POR ANCILLA DOMINI.
Editora: TYPOGRAPHIA VOZES DE PETROPOLIS
Ano: 1912 Páginas: 100
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL. COM ALGUNS FUROS NA CAPA MAS SEM AFETAR A LEITURA NEM AS PAGINAS,





Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 19
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1991 Páginas: 31
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA; JURACY DÓREA ENTREVISTA CAETANO VELOSO, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, POSTER E DESENHO DE SERGIO RABINOVITZ, TEXTO: CLAUDIUS PORTUGAL.





Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 21
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1991 Páginas: 29
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA: EMBLEMA PINTURA DE RUBEM VALENTIM, ENTREVISTA DIAS GOMES.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES, POSTER, PINTURA DE MARIA ADAIR, TEXTO:CLAUDIUS PORTUGAL.





Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 22
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1991 Páginas: 27
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA EXU PINTURA DE LEONELMATTOS.ENTREVISTA HÉLIO PÓLVORA. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. POSTER, PINTURA DE JADIR FREIRE. TEXTO: CLAUDIUS PORTUGAL.




Autor: VASCONCELOS MAIA
Título: O LEQUE DE OXUM
Editora: O CRUZEIRO
Ano: 1961 Páginas: 134
Preço:

Comentário: IVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. Capa de José Maria. A Bahia dos candomblés, dos cultos aos deuses africanos, a velha Salvador com as suas igrejas, praias e ladeiras, o mar cheio de saveiros_ toda uma atmosfera inconfundível está neste livro de histórias. E, envolvente e servindo de cenário a alguns episódios de singular intensidade, a secular e sedutora paisagem baiana mostra que Vasconcelos Maia apresenta, em tudo quanto escreve, a marca inesquecível de sua terra natal, de seus dramas e mitos. Livro forte e denso, marcado por um estranho lirismo, este O Leque de Oxum continua a tradição de uma literatura fiel à terra e ao homem.







Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 24
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1991 Páginas: 31
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA: MASCARA, DE RAMIRO BERNABÓ.ENTRVISA FLORISVALDO MATTOS.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES,POSTER, ESCULTURAS DE BEL BORBA, TEXTO: CLAUDIUS PORTUGAL.




Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 30
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1992 Páginas: 28
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.CAPA EXU DE FRANCISCO SANTOS, ENTREVISTA JOSÉ CALASANS, COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. POSTER PINTURA DE JUSTINO MARINHO,TEXTO: CLAUDIUS PORTUGAL




Autor: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Título: EXU 31/ 32
Editora: FUNDAÇÃO CASA DE JORGE AMADO
Ano: 1993 Páginas: 52
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.CAPA EXUS,ESCULTURAS DE MARIO CRAVO, ENTREVISTA CAMAFEU DE OXOSSI.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. POSTER ESCULTURA DE
WASHINGTON SANTANA, TEXTO: CLAUDIUS PORTUGAL.






Temática Negro: Referência & Bibliografia


Autor: ALAÔR EDUARDO SCISSÍNIO
Título: DICIONÁRIO DA ESCRAVIDÃO
Editora: LÉO CHRISTIANO
Ano: 1997 Páginas: 331
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. COM ESTE TRABALHO DO Dr. ALAÔR EDUARDO SCISÍNIO, ELEVA-SE A AMPLIA-SE O ALCANCE DA BIBLIOGRAFIA DE ESTUDOS BRASILEIROS, PELO QUE ELE TRAS DE PRECIOSOS SUBSÍDIOS E INFORMAÇÕES, NÃO APENAS AOS HISTORIADORES, JURISTAS, ETNÓLOGOS, ANTROPÓLOGOS, PROFESSORES E ALUNOS UNIVERSITÁRIOS E DE TODOS OS GRAUS E DAS MAIS DIFERENTES DISCIPLINAS, MAS, TAMBÉM, A TODOS OS INTERESSADOS PELOS PROBLEMAS DE NOSSA FORMAÇÃO HISTÓRICA, ÉTNICA, SOCIOLÓGICA,ECONOMICA, MORAL E ARTISTICA. TRATA-SE DE CRITERIOSA, EXAUSTIVA E APAIXONADA REALIZAÇÃO DO PRIMEIRO E, ATÉ AGORA, ÚNICO DICIONÁRIO DA ESCRAVIDÃO . OBRA DA MAIS COMPLEXA ABRANGÊNCIA, NUTRIDA POR VISÃO ENCICLOPÉDICA, FUNDADA NA DOÇURA E MEIGUICE, NA BELEZA E OPEROSIDADE, NO VALOR E SABER DO HOMEM AFRICANO TRANSPLANTADO PARA O CONTINENTE AMERICANO, EM SEUS VÁRIOS ESTÁGIOS DE ADAPTAÇÃO E MISCIGENAÇÃO. NESTAS PAGINAS , POR ENTRE SEUS 2.000 VERBETES, O LEITOR ENCONTRARÁ REFERENCIAS QUE VÃO DO INICIO DOTRÁFICO DE ESCRAVOS Á ABOLIÇÃO ; DA SUBMISSÃO ÀS INSURREIÇÕES E QUILOMBOS (PARTICULARIZANDO O DE PALMARES, ATÉ COM SUA CRONOLOGIA PRÓPRIA); DAS CRENÇAS ANCESTRAIS AO SINCRETISMO RELIGIOSO; DAS DOENÇAS Á FARMACOPÉIA ESCRAVA E CATIMBÓ; DOS USOS,COSTUMES E CASTIGOS Á LEGISLAÇÃO; DA CULINARIA AOS FOLGUEDOS; DA MÚSICA ÁS PARTICULARIDADES DA ALMA INQUEBRÁVEL DESSES SECULARMENTE INJUSTIÇADOS CONSTRUTORES ANÔNIMOS DA RIQUEZA NACIONAL E ELEMENTO PREPONDERANTE NO AMÁLGAMA DA NAÇÃO BRASILEIRA. COM JUSTA MEDIDA DE VALOR QUE NÃO EXCLUI A MARCA DA MODÉSTIA, O AUTOR AFIRMA NO PREÂMBULO DE SUA OBRA:- SÓ COM ESTE DICIONÁRIO “NÃO SE PODERÁ SABER TUDO SOBRE A ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL, MAS ELE SERÁ ÚTIL PARA QUEM QUERIA SABER TUDO SOBRE ELE.” SAIBA MAIS.





Autor: ANTONIO DA SILVA MAIA
Título: DICIONÁRIO ELEMENTAR PORTUGUÊS OMUMBUIM MUSSELE DIALECTOS KIMBUNDO EMBUNDO
Editora: DO AUTOR
Ano: 1953 Páginas:230
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSEVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL





Autor: R C Abraham
Título: Dictionary of modern Yoruba
Editora: Hodder and Stoughton
Ano: 1962
Páginas:
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSEVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.






Título:Dicionário Yorubá (Nagô) Português
Autor: Eduardo Fonseca Jr.
Editora:Civilização Brasileira
Ano: 1993 Páginas: 448
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original.Última edição deste dicionário Uma preciosa ferramenta para quem estuda a cultura, a teologia e a língua Yorubá. Ou ainda por quem se interessa pelo assunto ou quer apenas conhecer um pouco mais sobre as raízes deste povo pouquíssimo conhecido. Ilustrado e com fotos, um Clássico, esgotado desde a década de 90. ALÃFIA ! ÌPADÉ ! IKÀWE ! ÌMÓ !
“É OPORTUNO SABERMOS QUE A CULTURA YORUBANA TEM MAIS DE MIL ANOS DE EXISTÊNCIA E QUE, HUMILHADOS E OFENDIDOS, OS ANTEPASSADOS DE NOSSOS IRMÃOS NEGROS NÃO ERAM OS ANIMAIS SELVAGENS QUE OS COLONIZADORES PORTUGUESES PENSAVAM. TODOS TEMOS, POIS, RAIZES NEGRAS. DEVEMOS REENCONTRÁ-LAS E PODEMOS ORGULHAR-NOS DELAS !”
ESTA PRECIOSIDADE DE LIVRO CONTÉM AINDA COMO PREFÁCIO:

- DISCURSO DO EMBAIXADOR DA REPUBLICA FEDERAL DA NIGÉRIA OLAJIDE ALO, POR OCASIÃO DO ENCERRMENTO DA 1ª SEMANA DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA DA SOCIEDADE YORUBANA.

CARTA DE CONGRATULAÇÃO DE S. EXA. O EMBAIXADOR DA NIGÉRIA DR. JAIYEOLA JOSEPH LEWU,POR OCASIÃO DA RE-EDIÇÃO DO DICIONÁRIO Yorubá (Nagô) Português.
CARTA DE SYLVIO ROMERO AO AUTOR.
CONTRIBUIÇÃO PARA A CULTURA AFRICANISTA NO BRASIL, POR AUSTRÉGESILO DE ATHAYDEPRESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.
CARTA DE ANTONIO HOUAISS, ENTÃO MINISTRO DA EDUCAÇÃO.
CARTA DE JOSÉ MAURO COUTO DE ASSIS, PROFESSOR PUC-RJ.
ORELHAS COM NOTAS DE ENIO SILVEIRA.

HÁ AINDA UMA IDENTIFICAÇÃO DOS ORIXÁS AFRICANOS BEM COMO SEUS CORRESPONDENTES NO CATOLICISMO:
FON(VODU/GÊGE) - YORUBÁ (KETO) - NIKINBANDA/ANGOLA -

ABREVIAÇÕES SOBRE SONS DE CERTAS LETRAS.

DATAS E EVENTOS NA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DA AFRICA OCIDENTAL.DESDE 5000 – 4000 A.C. a 1975

COMO SE NÃO BASTASSE EDUARDO FONSECA NOS MARAVILHA NESSE PRECIOSO LIVRO COM UMA INTRODUÇÃO À HISTÓRIA YORUBANA ( TEOGONIA E TEOLOGIA AFRO-BRASILEIRA).

SE VOCÊ ESTÁ GOSTANDO DESSA DESCRIÇÃO ESPERE POIS AINDA NÃO ACABOU, NOSSO QUERIDO AUTOR ACHANDO QUE AINDA ERA POUCO ACRESCENTA EM SEU LIVRO QUADROS DA ORIGEM DOS ORIXÁS DESDE OLODUMARE (SENHOR DO DESTINO SUPREMO).

OUTRO QUADRO COM A ETNOLOGIA YORUBÁ.

E POR FIM COMO QUE POR BRINDE HÁ UMA TABUA CRONOLÓGICA DOS REIS YORUBÁ NOTÁVEIS .DESDE ODÚDÚWA ATÉ AYIBI.

Caso haja interesse, saiba mais...





Título: Dicionário Antológico da Cultura afro-brasileira: Português –Yorubá-Nagô-Angola Gêge. Incluído as ervas dos orixás doenças, usos, fitoterapia e fitologia das ervas.
Autor: Eduardo Fonseca Jr.
Editora: MALTESE/ FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL
Ano: 1995 Páginas: 668 (23.00 Cm X 15.50 Cm)
Preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original.Última edição deste dicionário Uma preciosa ferramenta para quem estuda a cultura, a teologia e a língua Yorubá, Gêge, Angola Nagô. Ou ainda por quem se interessa pelo assunto ou quer apenas conhecer um pouco mais sobre as raízes destes povos, efetivamente, pouquíssimo conhecidos.

Ilustrado e com fotos, um Clássico, esgotado desde a década de 90. LIVRO EDITADO SOB A AUTORIDADE DA SOCIEDADE YORUBANA TEOLÓGICA DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA E DO CONSELHO NACIONAL DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA. PRESTIMOSO TRABALHO. HISTÓRICO, POLÍTICO, SOCIAL ANTROPOLÓGICO, ETNOLÓGICO, ETIMOLÓGICO, GRAMATICAL, SINONÍMICO, LÉXICO, EXEMPLIFICADO.

ALÃFIA ! ÌPADÉ ! IKÀWE ! ÌMÓ !

IKÀWÉ ODÀRÁ JÉ NÂ NLÁÌMÓ.

“É OPORTUNO SABERMOS QUE A CULTURA YORUBANA TEM MAIS DE MIL ANOS DE EXISTÊNCIA E QUE, HUMILHADOS E OFENDIDOS, OS ANTEPASSADOS DE NOSSOS IRMÃOS NEGROS NÃO ERAM OS ANIMAIS SELVAGENS QUE OS COLONIZADORES PORTUGUESES PENSAVAM. TODOS TEMOS, POIS, RAIZES NEGRAS. DEVEMOS REENCONTRÁ-LAS E PODEMOS ORGULHAR-NOS DELAS !”

ESTA PRECIOSIDADE DE LIVRO CONTÉM AINDA COMO PREFÁCIO:

- DISCURSO DO EMBAIXADOR DA REPUBLICA FEDERAL DA NIGÉRIA OLAJIDE ALO, POR OCASIÃO
DO ENCERRMENTO DA 1ª SEMANA DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA DA SOCIEDADE YORUBANA.

- CARTA DE ANTONIO HOUAISS, ENTÃO MINISTRO DA CULTURA: O CONHECIMENTO DE NOSSAS
RAÍZES.

- A BUSCA DE UM NOVO MODELO E PARADGMA DA SAÚDE: DAVID TEJADA-DE-RIVERO
REPRESENTANTE OPS/OMS NO BRASIL.

- CAMINHO PARA A REALIZAÇÃO DE PESQUISAS CIENTÍFICAS: HENRIQUE ANTÔNIO SANTILLO
MIN. DA SAÚDE.

- CARTA DE CONGRATULAÇÃO DE S. EXA. O EMBAIXADOR DA NIGÉRIA DR. JAIYEOLA JOSEPH
LEWU, POR OCASIÃO DAEDIÇÃO DO Dicionário Antológico da Cultura afro-brasileira.
CONTRIBUIÇÃO PARA A CULTURA AFRICANISTA NO BARSIL: AUSTREGÉSILO DE ATHAYDE PESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.
CONTRIBUIÇÃO PARA A CULTURA AFRICANISTA NO BRASIL, POR AUSTRÉGESILO DE ATHAYDEPRESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.
RADICALMENTE HUMANO: MENEZES Y MONES, PRESIDENTE DO SIND. DOS ESCRITORES DO DF.
BIOGRAFIA DO AUTOR/ AUTHOR’S BIOGRAPHY.
E OUTROS ENSAIOS DO AUTOR QUE SERVEM DE INTRODUÇÃO A ESSE VOLUMOSO LIVRO, QUE GASTARIA PENA, SE FOSSEMOS LISTAR TODOS, SÃO MAIS DE 100 PÁGINAS SÓ DE INTRODUÇÃO AO MONUMENTOSO LIVRO DO PROFESSOR EDUARDO FONSECA JR.

HÁ AINDA UMA IDENTIFICAÇÃO DOS ORIXÁS AFRICANOS BEM COMO SEUS CORRESPONDENTES NO CATOLICISMO:
FON(VODU/GÊGE) - YORUBÁ (KETO) - NIKINBANDA/ANGOLA -

ABREVIAÇÕES SOBRE SONS DE CERTAS LETRAS.

DATAS E EVENTOS NA HISTÓRIA E GEOGRAFIA DA AFRICA OCIDENTAL.DESDE 5000 – 4000 A.C. a 1975

COMO SE NÃO BASTASSE EDUARDO FONSECA NOS MARAVILHA NESSE PRECIOSO LIVRO COM UMA INTRODUÇÃO À HISTÓRIA YORUBANA ( TEOGONIA, TEOLOGIA E ANTROPOLOGIA AFRO-BRASILEIRA).

SE VOCÊ ESTÁ GOSTANDO DESSA DESCRIÇÃO ESPERE POIS AINDA NÃO ACABOU, NOSSO QUERIDO AUTOR ACHANDO QUE AINDA ERA POUCO ACRESCENTA EM SEU LIVRO QUADROS DA ORIGEM DOS ORIXÁS DESDE OLODUMARE (SENHOR DO DESTINO SUPREMO).

OUTRO QUADRO COM A ETNOLOGIA YORUBÁ.

E POR FIM COMO QUE POR BRINDE HÁ UMA TABUA CRONOLÓGICA DOS REIS YORUBÁ NOTÁVEIS DESDE ODÚDÚWA ATÉ AYIBI.

É CERTO QUE O ESPAÇO NÃO SUPORTA TANTOS OUTROS ADJETIVOS DESSA OBRA IMPAR EM NOSSO PAÍS.
Caso haja interesse, saiba mais..






Autor: OLGA GUDOLLE CACCIATORE
Título: DICIONÁRIO DE CULTOS AFRO-BRASILEIROS - COM ORIGEM DAS PALAVRAS
Editora: FORENSE UNIVERSITÁRIA / SEEC - RJ
Ano: 1977 Páginas: 279
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL COM A SOBRECAPA ORIGINAL COM ARTE DE LEON ALGAMIS. CONTÉM UMA INTRODUÇÃO DE JOSÉ CARLOS RODRIGUES. UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA DE TAVARES & TRISTÃO NO RIO DE JANEIRO. Esta obra contém mais de 2.000 verbetes em ordem alfabética, sentidos diversos, explicações detalhadas de rituais, símbolos, nome científico e uso ritual de plantas sagradas, etimologia, valores das letras nas línguas africanas. Saiba mais ...






Autor: HENRIQUE L. ALVES
Tìtulo: TAUNAY E O LEVANTAMENTO HISTÓRICO DO NEGRO
Editora: SEPARATA DA REVISTA DO ARQUIVO MUNICIPAL Nº189
Ano: 1977 Páginas:12
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.




Autor: OS ARQUIVISTAS BRASILEIROS
Título: PESQUISA: GUIA BRASILEIRO DE FONTES BRASIL - AFRICA
Editora: EDIÇÃO COMEMORATIVA DO CENTENÁRIO DA ABOLIÇÃO
Ano: 1988 Páginas: 125
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. DIRETORIA 1987- 1989. EDITORIAL, O GUIA BRASILEIRO E AS FONTES ARQUIVÍSTICAS, ALGUNS DEPOIMENTOS DA EQUIPE DA SECRETARIA- EXECUTIVA DO GUIA, COORDENAÇÃO DE ACERVOS MUSEOLÓGICOS FUNDAÇÃO NACIONAL PRÓ- MEMÓRIA, ESTADO POR ORDEM ALFABÉTICA: RELATÓRIO , TABELAS E MAPAS, A DIVULGAÇÃO DO PROJETO, NOSSA HISTÓRIA EM SUA MÃOS, PLANO E CONTRAPLANO, GOL DE PLACA, O MISTÉRIO PERDIDO NO TEMPO.











Temática Negro: Escravidão/ Abolição/ Quilombo






Título: Zumbi dos Palmares história não contada
Autor: Eduardo Fonseca jr.
Editora: L Christiano Editorial
Páginas: 329 Ano: 1988
Preço;
Comentários: É de Eduardo Fonseca Júnior os dois livros dos mais procurados da literatura afro-brasileira, junto com seu Diconário de Yorubá Português, esse Zumbi dos Palmares: a história não contada é um livro muitissimo apreciado por todos os estudiosos da temática Negro.
Livro em muito bom estado de conservação, brochura original, com ilustrações,


Autor: Silvia Hunold Lara
Tìtulo: Campos da Violência
Editora: Paz e Terra
Ano: 1988
Páginas: 389
Preço:
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.
Estudo sobre a questão da violência e das relações entre senhor e escravo no Brasil colonial. O autor busca realizar um exercício de desmistificação e reinterpretação dos esteriótipos historiagráficos da violência senhorial.
Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via email e número de postagem para acompanhamento de entrega Todos os pedidos são enviados com seguro




Autor: Luiz Mott
Título: Escravidão, Homossexualidade e demonologia.
Editora: Icone
Ano: 1988 Páginas: 152
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.




Autor: Ivan Alves Filho
Título: Memória dos Palmares
Editora: Xenon
Ano: SD
Páginas: 204
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura original. O movimento precursor da libertação negra no Brasil.
Retomamos aqui somente a documentação de fonte primaria e impressa, assim como os ensaios diretamente ligados à história do quilombo dos palmares. O leitor poderá encontrar nas notas que acompanham cada capitulo o complemento necessário ao aprofundamento de suas indagações...
Saiba mais.


Autor: Edson Carneiro
Tìtulo: O Quilombo dos Palmares
Editora: Civilização brasileira
Ano: 1966
Páginas: 144
Preço: R$
Comentário: Livro em bom estado de conservação, brochura com capa original.
Edição numerada exemplar nº 4185, Capa de Marius Lauritzen Bern,
História do Brasil, Africanos no Brasil, Escravidão, Rebeliões. Obra em que a paixão do autor pela verdade histórica é poderosamente auxiliada pelo método empregado para obtê - la destrói mitos e lendas e possibilita ao estudioso a visão clara e objetiva do famoso episodio das lutas sustentadas pelos negros em favor de sua liberdade... Saiba Mais.

Envio em até 24 horas após a confirmação de pagamento com confirmação via email e número de postagem para acompanhamento de entrega Todos os pedidos são enviados com seguro





Autor: PIERRE VERGER
Título: OS LIBERTOS SETE CAMINHOS NA LIBERDADE DE ESCRAVOS DA BAHIA NO SÉCULO XIX
Editora: CORRUPIO
Ano: 1992 Páginas: 144

Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.
Ultima edição desta preciosa obra. Dividida em sete partes, esta obra tenta apresentar a diversidade dos caminhos seguidos no século passado por escravos que tinham resgatado sua liberdade.
"Os casos que vamos evocar - exceto o de Ajayi (parte II) - foram todos passados pelo crisol da escravidão e da vida no Brasil, em sua maioria na Bahia, onde os libertos africanos submeteram-se em diversos graus às influências da sociedade dominante (parte I e II), ou, ao contrário, reagiram energicamente contra elas (parte III)"
Nos três casos aconteceu a alienação dos valores religiosos africanos e a adesão aos valores religiosos católicos, protestantes e islâmicos, todos alheios ao gênio africano. No primeiro, a conversão foi feita à força, pois fazia parte do afã da Igreja Católica salvar as almas dos negros "perdidos no seu abominável paganismo ou lastimosamente levados por nações estrangeiras às suas repreensivas práticas heréticas". O que é precisamente o segundo caso, em que os africanos são chamados ao protestantismo para evitar que "caiam desgraçadamente nas garras do papismo", considerado idólatra em razão da presença das imagens dos santos nas igrejas.
Quanto ao terceiro caso, o do islamismo, ele era, na África, fruto de lenta penetração dos princípios enunciados pelo Corão nos primeiros tempos, seguida mais tarde pela violenta ação da Jihad, a "guerra santa", contra o mundo não-islâmico, que se manifestou na Bahia em 1835. Na quarta parte, já o objetivo é mostrar que, em contraste com esta violência, escravos libertos convertidos ao islamismo na Bahia demonstravam um caráter muito mais suave e tolerante ao ponto de vista do outro, em seu retorno ao golfo de Benin, do que seus correligionários que permaneceram na África.
Na quinta parte, observa-se como certos libertos, convertidos ao catolicismo na Bahia, voltaram a respeitar novamente os valores e costumes africanos em seu regresso à terra de origem. Em contraste, pode-se dar conta, na sexta parte, de que certos libertos abrasileirados, estabelecidos na Bahia, chegaram a ser membros respeitados pela sociedade na qual foram integrados, esquecendo-se de suas origens africanas.
Na sétima parte, apresentamos dois casos, ambos contribuindo para implantar no Brasil, em São Luís do Maranhão e na Bahia, o culto dos vodus e dos orixás africanos, com uma discrição e uma teimosia que superaram todos os obstáculos apresentados pelas leis.
Incluímos duas personagens neste trabalho que, embora não tenham sido escravos libertos, ajudam com suas próprias presenças a situar melhor as condições de vida dos casos estudados."





autor: Robert Edgar Conrad
título: Tumbeiros – o tráfico de escravos para o brasil
editora: brasiliense
ano: 1985 páginas: 220
preço: R$

comentário: Livro em bom estado de conservação encadernado em brochura original. Uma acurada análise e exaustiva descrição do tráfico de escravos africanos para o Brasil. Peça chave do sistema escravocrata que aqui vingou por quase quatro séculos. legal ou não, esse tráfico determinava atitudes em relação aos negros que permitiam um completo descanso por seus direitos e sentimentos como seres humanos. ao descrever os métodos empregados pelos mercadores de escravos na África, no mar e nos mercados brasileiros, Robert Conrad faz um estudo original e desmistificador da escravidão no Brasil.






Autor: José Maria dos santos
título: Os republicanos paulistas e a abolição
editora: livraria Martins
ano: 1942 páginas: 325
preço:

Comentário: Livro em bom estado de conservação 325 pg, encadernado em brochura original.os antecedentes históricos: “o desenvolvimento da idéia republicana no Brasil, as reacções sociológicas da guerra do Paraguay, a resistencia conservadora contra a abolição immediata. a renascença republicana: a meca republicana, alguns dados psychologicos, a convenção de Itú. ariel e Caliban: propaganda symbolica e propaganda real, combinação eleitoraes; os republicanos e o projecto Dantas; a victoria abolicionista: uma candidatura de salvação; o desfecho maravilhoso, o dia de gloria”... saiba mais.






Autor: PALMARES A TRÓIA NEGRA
Título: SÉRGIO D. T. MACEDO
Editora: RECORD
Ano: SD Páginas: 91
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA ORIGINAL. A HISTÓRIA DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL, AS REBELIÕES DE ESCRAVOS E A FORMAÇÃO DO GRANDE QUILOMBO DE PALMARES QUE AMEAÇOU TORNA-SE UM ESTADO DENTRO DO ESTADO -UMA AUTÊNTICA REPÚBLICA NEGRA – É O QUE CONTA ESSE LIVRO, ONDE OS LANCES DE BRAVURA, OS ATOS DE HEROÍSMO E DESPRENDIMENTO ESTÃO AO LADO DE LIÇÕES DE GRANDE ELEVAÇÃO MORAL.





Autor: CARLOS DIEGUES – EVERALDO ROCHA
Título: PALMARES MITO E ROMANCE DA UTOPIA BRASILEIRA
Editora: RIO FUNDO
Ano: 1991 Páginas: 181
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “ALGUNS ESCRAVOS ARRASADOS PELA FADIGA, MAL SE SUSTENTAM EM PÉ. UM DELES ENCAREGADO DE COLOCAR A CANA PRECISAMENTE NA BOCA DA GRANDE MOEDA, ADORMECE E SUA MÃO É TRAGADA PELA FORÇA SENTRÍPETA DAS PODEROSAS RODAS DENTADAS. ELE COMO QUE DESSPERTA ASSUSTADO APENAS PARA CONSTATAR QUE ELA COMEÇA A ATRAIR SEU BRAÇO EM DIREÇÃO AO INEXORÁVEL ESMAGAMENTO. NUM ESFORÇO DE IMPEDIR QUE TODO SEU CORPO SEJA IGUALMENTE DESTRUÍDO E ALERTADOS PELOS GRITOS INUMANO QUE SAI DA BOCA DO ESCRAVO, VÁRIOS FEITORES ACORREM. UM DELES MAIS RAPIDO, NUM CERTEIRO GOLPE DE FACÃO, CORTA FORA O BRAÇO DO ESCRAVO SEPARANDO SEU CORPO DA MOEDA DA QUAL JÁ PARECIA FAZER PARTE. A VIOLÊNCIA DO FEITOR É SUBLINHADA POR IMPROPÉRIOS E TUDO PARECE SER APENAS UMA QUESTÃO DE PERDA DE UM BRAÇO. O ESCRAVO AINDA PERPLEXO E QUASE SEM SENTIDOS É ACUSADO DE BOICOTAR O TRABALHO, ATRASAR A SAFRA, CAUSANDO EVIDENTES PREJUÍZO A TOURINHO”... SAIBA MAIS.




Autor: JOÃO SEVERINO DA COSTA / JOSÉ BONIFÁCIO DE ANDRADE ESILVA / DOMINGOS ALVES BRANCO MUNIZ BARRETO / FREDERICO LEOPOLDO CÉSAR BURLAMAQUE
Tìtulo: MEMÓRIAS SOBRE A ESCRAVIDÃO
Editora: ARQUIVO NACIONAL
Ano: 1988 Páginas: 222
Preço:

Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.






Autor: JACOB GORENDER
Tìtulo: A ESCRAVIDÃO REABILITADA
Editora: ÁTICA
Ano: 1990 Páginas:271
Preço:

Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.




Autor: CIRO FLAMARION S. CARDOSO
Tìtulo: A AFRO-AMÉRICA :A ESCRAVIDÃO NO MUNDO
Editora: BRASILIENSE
Ano: 1984 Páginas:120
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL.





Autor: CLOVIS MOURA
Título: OS QUILOMBOS E A REBELIÃO NEGRA
Editora: BRASILIENSE
Ano: 1983 Páginas: 104
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.



Autor: CLÓVIS MOURA
Título: QUILOMBOS RESISTÊNCIA AO ESCRAVISMO
Editora: ÁTICA
Ano: 1993 Páginas: 95
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.


Autor: SUELY R. REIS DE QUEIRÓZ
Título: A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA
Editora: BRASILIENSE
Ano: 1982 Páginas: 98
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.



Autor: EUGENE GENOVESE
Título: A ECONOMIA POLÌTICA DA ESCRAVIDÃO
Editora: AMÈRICA ECONOMIA E SOCIEDADE
Ano: 1976 Páginas: 249
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: MAURICIO GOULART
Título: ESCRAVIDÃO AFRICANA NO BRASIL
Editora: LIVRARIA MARTINS
Ano: 1950 Páginas: 300
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. DAS ORIGENS À EXTINÇÃO DO TRAFICO




Autor: FREDERICK COOPER , THOMAS C. HOLT E REBECCA J. SCOTT
Título: ALÉM DA ESCRAVIDÃO
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 2005 Páginas: 346
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “OS ENSAIOS DESTE LIVRO BUSCAM EXPLORAR ASVÁRIAS DIMENSÕES DO QUE ESTÁ ALÉM DA ESCRAVIDÃO. FAZEM-NO EM SENTIDO CRONOLÓGICO, CONCENTRANDO-SE NOS PERÍODOS DEPOIS QUE A ESCRAVIDÃO E AS FORMAS CONCERNENTES DE TRABALHO SOB COAÇÃO FORAM ABOLIDAS EM DIFERENTES PARTES DO CARIBE, DOS ESTADOS UNIDOS E DA ÁFRICA (...) INVESTIGAM A RELAÇÃO DA ESCRAVIDÃO E SUA ABOLIÇÃO COM O CAPITALISMO E O IMPERIALISMO, EXAMINANDO AS TENSÕES ENTRE ESTES CONSTRUTOS E SEU RELACIONAMENTO HISTÓRICO TANTAS VEZES PARADOXAL... SAIBA MAIS.






Autor: PERDIGÃO MALHEIRO
Título: A ESCRAVIDÃO NO BRASIL - ENSAIO HISTÓRICO, JURÍDICO,SOCIAL.
Editora: VOZES-INL/MEC
Ano: 1976 Páginas: 322 - 21Cm
Preço: R$
Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA ORIGINAL, EM PAPEL OFFSET. UM LIVRO RECHEADO DE INFORMAÇÕES ÚTEIS, SOBRETUDO PARA PESQUISADORES DESSA INSTITUIÇÃO QUE NÃO NOS DEIXA SAUDADE, E QUE TANTO MANCHOU O NOME DE NOSSO PAÍS,E POR QUE NÃO DIZER DA HUMANIDADE. SAIBA MAIS...



Autor: COLETIVO - HUMANIDADES
Título: DIVIDA EXTERNA A ESCRAVIDÃO DO SÉCULO XX / NEGRO RITO, CONCIÊNCIA E LUTA
Editora: UNIVERSIDADE DE BRASILIA
Ano: 1988 Páginas: 121
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.




Autor: HERMES VIEIRA
Tìtulo: BANDEIRAS E ESCRAVAGISMO NO BRASIL
Editora: CONSELHO ESTADUAL DE CULTURA
Ano: 1967 Páginas: 156
Preço:
Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSEVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.CAPA DE LUIZ ALBERTO DIAS CORRÊA ACEITAÇÃO DO ESCRAVAGISMO, ORIGEM E DESENVOLVIMENTO DO TRÁFICO, O NEGRO NA ETNIA BRASILEIRA, FUGAS E DESERÇÕES, COMPORTAMENTO DO NEGRO E DO SENHOR DE ESCRAVO, REPRESSÃO AOS QUILOMBOS E CALHAMBOLAS , EXTINÇÃO DO TRAFICO, ORIGEM DO ABOLICIONISMO, METAMORFOSE, DESDOBRAMENTO DA CAMPANHA, A LEI DO VENTRE LIVRE, SESSÃO DAS FLORES, ALFORRIA DOS SEXAGENÁRIOS, ABOLICIONISMOEM MARCHA, INFLUÊNCIA ISABELISTA, A LEI ÁUREA...SAIBA MAIS.




Autor: DÉCIO FREITAS
Título: PALMARES A GUERRA DOS ESCRAVOS
Editora: GRAAL
Ano: 1990 Páginas: 220
Preço:

Comentário: IVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: MARIA SYLLVIA DE CARVALHO FRANCO
Título: HOMENS LIVRES NA ORDEM ESCRAVOCRATA
Editora: KAIRÓS
Ano: 1983 Páginas: 237
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “Este livro clássico investiga a gênese da sociedade e do Estado brasileiro a partir da análise do ciclo do café, florescente no século XIX entre as regiões do Rio de Janeiro e de São Paulo. Texto obrigatório que revolucionou a base conceitual dos estudos sobre sociedades subdesenvolvidas. Este livro foi escrito em 1964, como tese de doutorado, defendida na USP. Teve sua primeira edição (pelo IEB) em 1969 e as seguintes pela Ática (1976) e pela Kayrós (1983).
Mas já há algum tempo era impossível encontrá-lo nas livrarias, estando
o acesso limitado às inevitáveis fotocópias, fartamente utilizadas em cursos de história e ciências sociais em que a tese havia conquistado o estatuto de referência obrigatória. Fenômeno já longamente estudado e debatido pelos teóricos do subdesenvolvimento, o convívio entre o atrasado e o moderno encontra tratamento heterodoxo no clássico Homens Livres na ordem escravocrata, onde se investiga a gênese da sociedade e do Estado brasileiros, a partir da análise do ciclo cafeeiro, florescente no século XIX entre as regiões do Rio de Janeiro e São Paulo. Em contraste com a abordagem então dominante, segundo a qual a modernidade se estabelece, entre nós, por um embate com a estrutura agrária arcaica, atrelada ao imperialismo, a autora propõe que as formas tradicionais de poder econômico e político geradas ao longo do processo colonizador dificilmente seriam inteligíveis como elementos de uma sociedade de outro tipo, simplesmente posta a serviço e tributária do sistema capitalista mundial.”




Autor: LUIZ VIANA FILHO
Tìtulo: O NEGRO NA BAHIA
Editora: NOVA FRONTEIRA
Ano: 1988 Páginas: 245
Preço: R$

Comentário : LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, CAPA BROCHURA ORIGINAL. COM MUITAS ILUSTRAÇÕES. Prefácio de Gilberto
Freyre. O negro na Bahia, publicado em 1946, que logo se tornou um clássico para os estudiosos dos problemas suscitados pela integração e aculturação do negro trazido para o Brasil pela escravidão.




Autor: JOÃO LUIZ PINAUD
Título: INSUREIÇÃO NEGRA E JUSTIÇA
Editora: OABRJ
Ano:1987 Páginas: 135 +AUG
Preço:
Comentário: IVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: ANTONIO MONTEIRO
Título: NOTAS SOBRE NEGROS MALÊS NA BAHIA
Páginas: 135 ano1987
Editora: IANAMÁ
Preço: R$
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, BROCHURA COM CAPA ORIGINAL. UM PRECIOSO DOCUMENTO HISTÓRICO. SAIBA MAIS ...






Autor: EMILIA VIOTTI DA COSTA
Título: DA SENZALA À COLONIA
Editora: LIVRARIA ED. CIÊNCIAS HUMANAS LTDA.
Ano: 1982 Páginas: 491
Preço: R$

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO, ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
Título: AS VITIMAS-ALGOZES Quadro da Escravidão
Editora: SCIPIONE
Ano: 1991
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.
“(...) MESMO FICCIONALIZADO EXEMPLOS DIVERSOS PARA DEMOSTRAR A NECESSIDADE AMANCIPACIONISTA, É EM DIREÇÃO AO DOCUMENTO E NÃO À FICÇÃOQUE MACEDO PROCURA ENCAMINHAR AS TRÊSNOVELAS QUE COMPÕEM OS SEUS ´QUADROS DA ESCRAVIDÃO`.(...)TODO O LIVRO É, NA VERDADE, UMA TENTATIVA DE AFIRMAR QUE, SOB AS HISTÓRIAS DE SIMEÃO, PAI-RAIOL E LUCINDA MANIFESTA-SE UMA ÚNICA INTERPRETAÇÃO TODO-PODEROSA: A DE QUE A ESCRAVIDÃO FAZ VÍTIMAS-ALGOZES E DEVE SER GRADUALMENTE EXTINTA, SEM PREJUIZO PARA OS GRANDES PROPRIETÁRIOSDE TERRA
(FLORA SÜSSEKIND)

A PRESENTE EDIÇÃO DE AS VITIMAS-ALGOZES PREENCHE A LACUNA DE QUASE UM SÉCULO DESDE A SUA SEGUNDA E ÚLTIMA PUBLICAÇÃO EM 1896.






Autor: AMÉRICO PALHA
Título: OS PRECURSORES DA ABOLIÇÃO
Editora: RECORD
Ano: SD Páginas: 90
Preço

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA COM ILUSTRAÇÕES,CAPA E ILUSTRAÇÕES DE ARMANDO PACHECO.
A CAMPANHA PELA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA NO BRASIL FOI UMA LUTA DE HERÓIS. LUTA POLITICA A LUTA INTELECTUAL. OS HERÓIS DESSA ÉPOCA FORAM UM CASTRO ALVES, UM NABUCO, UM PATROCÍNIO, UM LUIZ GAMA, UM JOSÉ MARIANO, UM RUI BARBOSA, E TANTOS OUTROS QUE FICARAM COMO NOMES DE LEGENDA. A ESCRAVATURA EM NOSSO PÁIS ERA UMA VERGONHA, UMA MANCHA QUE DEVERIA ACABAR. FEZ-SE A REVOLUÇÃO. SEM ARMAS SEM SANGUE. AS ARMAS FORAM A PENA E A PALAVRA. E ELAS VENCERAM. VENCERAM A 13 DE MAIO DE 1888, REGENTE DO IMPÉRIO A PRINCESA ISABEL. HOJE NO BRASIL SÓ HÁ HOMENS LIVRES. DEVEMOS PORTANTO REVERENCIAR A MEMÓRIA DAQUELES HERÓIS. ELES MERECEM A NOSSA GRATIDÃO E O NOSSO RESPEITO. SAIBA MAIS...





Autor: ADALBERON CAVALCANTE LINS
Título: O TIGRE DOS PALMARES
Editora: SERGASA
Ano: 1978 Páginas: 455
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.





Autor: CELSO VIEIRA
Título: JOAQUIM NABUCO “libertador da raça negra”
Editora: INSTITUTO PROGRESSO S.A
Ano: 1949 Páginas: 309
Preço:

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM CAPA DURA
COM ILUSTRAÇÕES, ALGUNS COMENTARIOS - ORIGENS. INFÂNCIA. O TESOURO DE MASSANGANA.-ESTUDO SECUNDÁRIO E SUPERIORES. VOCAÇÃO POLÍTICA INFLUÊNCIAS E DIRETRIZES DEPUTADO E ORADOR . PRIMEIRA OFENSIVA PARLAMENTAR. JERÔNIMO SODRÉ, O INICIADOR. PROGRESSÃO ABOLICIONISTA DE JOAQUIM NABUCO. ALIANÇA COM O FUTURO.-JOAQUIN NABUCO E JOSÉ DO PATROCINIO. CONFEDERAÇÃO ABOLICIONISTA. O MINISTÉRIO DANTAS –JOAQUIM NABUCO E JOSÉ MARIANO CAMPANHA ABOLICIONISTA DO RECIFE. NABUCO E OS OPERARIOS.- BENÇÃO DO VATICANO. TREZE DE MAIO.... SAIBA MAIS.





Autor: H. L. ALVES
Título: PAULO EIRÓ O PERCURSOR DA ABOLIÇÃO
Editora: ILAPALMA
Ano: 1971 Páginas: 78
Preço:
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CAPA: FOTO RALPHO LENZIMURAL EM BAIXO- RELÊVO A MOSAICO EM STO. AMARO DO ESCUTOR JÚLIO GUERRA.
LIVRO AUTOGRAFADO PELO AUTOR.





Autor: JOÃO JOSÉ REIS
Título: REBELIÃO ESCRAVA NO BRASIL - A HISTÓRIA DO LEVANTE DOS MALÊS (1835)
Editora: BRASILIENSE
Ano: 1986 Páginas: 295
Preço:
Comentário: LIVRO BEM CONSERVADO, ACABAMENTO EM BROCHURA,COM MUITAS ILUSTRAÇÕES EM PAPEL CALCIFICADO, E COLUNAS DE NOMES AFRICANOS, 14 TABELAS ACOMPANHAM O TEXTO, REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICAS, GLOSSÁRIO DE TERMOS MALÊS E AFRICANOS, O LIVRO TRAZ A LISTA DOS RÉUS POR ETNIA OU PORTO DE EMBARQUE, TAIS COMO O NAGÔ(YORUBÁ),HAUSSÁ, JEJE(EWE), TAPA(NUPE), MUNDUBI, ENTRE OUTROS.





Autor: CELIA MARIA MARINHO DE AZEVEDO
Título: ONDA NEGRA MEDO BRANCO - o negro no imaginário das elites século XIX.
Editora: PAZ E TERRA
Ano: 1987 Páginas: 267
Preço
Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. PREFÁCIO DE PETER EISENBERG. CAPA DE MOEMA CAVALCANTI. UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA PARMA.
“O que fazer com o negro quando a escravidão terminar? Ou então, como impedir um final brusco da escravidão, deixando à solta e sem nenhuma regra uma imensa população de negros e mestiços pobres em país regido por uma minoria de ricos proprietários brancos?
Em Onda Negra, Medo Branco, encontraremos um intenso debate em torno destas questões senhoriais travado por abolicionistas e imigrantistas ao longo do século dezenove. Decerto esse debate ainda se arrastaria pelo tempo não fosse a intervenção dos próprios escravos com suas ações autônomas e violentas, aguçando os medos da “onda negra”, imagem vívida forjada no calor da luta por elites racistas. Esta nova edição foi acrescida de um Posfácio em que a autora relata a extraordinária aparição de Onda Negra numa pacata tarde de pesquisa vinte anos depois do seu primeiro encontro com ela.” Saiba mais...





Autor: MANOEL CORREIA DE ANDRADE
Título: ABOLIÇÃO E REFORMA AGRÁRIA
Editora: ÁTICA
Ano: 1991 Páginas: 86

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. “O autor desenvolve um interessante estudo refletindo o trabalho. Quais seriam as causas mais remotas que estariam por trás da transição do trabalho escravo para o livre? E como o capitalismo teria penetrado nas áreas rurais? Explanações originais sobre esses e outros tópicos.”



Autor: JOÃO JOSÉ REIS E EDUARDO SILVA
Título: NEGOCIAÇÃO E CONFLITO a resistência negra no Brasil escravista
Editora: SCHWARCZ
Ano: 1989 Páginas: 151 - 14,00 x 21,00 cm

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. CONTÉM UMA INTRODUÇÃO DOS AUTORES À QUATRO MÃOS. COM 3 APÊNDICES: “Tratado proposto a Manuel da Silva Ferreira pelos escravos durante o tempo em que se conservavam levantados (c.1789); Carta de João dias Pereira Guimarães ao visconde de Camumú (1828); Carta de Antonio Gomes de Abreu Guimarães ao visconde de Caimumú (1829). UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA LIS EM PADRÃO ENGLISH TIMES. COM NOTAS DE ORELHAS DE LILIA K. MORITZ SCHWARCZ. “A historiografia brasileira por muito tempo encarou a escravidão de forma bastante rígida. O escravo foi visto alternadamente como herói ou vítima e, sempre, como objeto, fosse de seus senhores, de seus próprios impulsos ou mesmo da História que se propunha a estudá-lo. Negociação e conflito propõe uma nova e iluminadora abordagem do tema, resgatando as pequenas e grandes conquistas do dia-a-dia daqueles que, inversamente ao que até hoje se supôs, resistiam a se tornar meras engrenagens do sistema que os escravizara. Eduardo Silva e João José Reis mostram que, entre a passividade absoluta e a agressividade cega que os historiadores acostumaram-se a atribuir ao escravo, havia uma posição intermediária: a da negociação, a do compromisso com o sistema, a da engenhosidade no sentido de conquistar, em meio a todas as adversidades, um espaço onde se pudesse construir o próprio viver.” Saiba mais ...






Autor: ROBERT CONRAD
Título: OS ÚLTIMOS ANOS DA ESCRAVATURA NO BRASIL
Editora: CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Ano: 1978 Páginas: 394


Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL.COM MUITAS ILUSTRAÇÕES.
TRADUÇÃO DE FERNANDO DE CASTRO FERRO DESENHO DE CAPA: SANDRA PASSOS. PREFÁCIO EXPLICAÇÃO E AGRADECIMENTO DO AUTOR NOTA DO TRADUTOR.ABREVIATURAS USADAS NAS NOTAS AO PÉ – DE – PAGINAS.
APÊNDICES:
UMA NOTA SOBRE ESTATISTICAS
A LEI RIO BRANCO
A LEI SARAIVA - COTEGIPE
UMA VASTA BIBLIOGRAFIA SOBRE OS LIVROS USADOS E CONSULTADOS NA ELABORAÇÃO DESSE PRECIOSO TRABALHO. LIVRO COM A IMPRESSÃO DA RENOMADA GRÁFICA DA CASA.
“ É OBRA DAS MAIS COMPLETAS EM TORNO DOS FATOS SOCIAIS, POLÍTICOS E ECONÔMICOS QUE MARCARAM AS LUTAS ENTRE ESCRAVAGISTAS E ABOLICIONISTAS E CULMINARAM NA LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS.”





Autor: SUD MENNUCCI
Título: O PRECURSOR DO ABOLICIONISMO NO BRASIL (LUIZ GAMA)
Editora: NACIONAL
Ano: 1938 Páginas: 249

Comentário: LIVRO EM BOM ESTADO DE CONSERVAÇÃO ENCADERNADO EM BROCHURA ORIGINAL. PRIMEIRA FASE (1830-1856) EDIÇÃO ILUSTRADA, A CARTA DE LUIZ GAMA A LUCIO DE MENDONÇA, EXAMES E DISCUSSÃO DA CARTA, LUIZA MAHIN, O MISTERIO SOBRE A IDENTIDADE DA PAI, A VENDA DO FILHO, EM SÃO PAULO, NA FORÇA PUBLICA, A VOLTA Á ATIVIDADE CIVIL.A SEGUNDA FASE:(1852-1886) O SATÍRICO, O MONTEJADOR DA COR DÂ PELE, O ABOLICIONISTA, OS PRIMEIROS DEZ ANOS DA BAÍA, A INFLUENCIA DO NOVO AMBIENTE, PRECURSOR, O ADVOGADO, O REPUBLICANO HISTORICO, ULTIMOS ANOS, A INJUSTIÇA DE NABUCO, O CHEFE INCONTESTADO, O FIM, A BONDADE DE LUIZ GAMA, APÊNDICE... SAIBA MAIS.

Alberto Silva – A África explicada aos... - Ed. Agir
Carlos Moore – A África que incomoda – Ed. Nandyala
Carolina Cunha – Aguemon – Ed. Martins Fontes
Miguel Jorge – Ana Pedro – Ed. Mercuryo
Lígia Rego – Antônio Francisco Lisboa... - Ed. Moderna
Laurence Quentin – Ao sul da África – Ed. Comp. Das Letrinhas
Joanna Cole – As aventuras de Dona Fris... - Ed. Rocco
Michel Ocelot – Azur e Asmar – ED. SM
Nilma Lino Gomes – Betina – ED Mazza
Cidinha da Silva – Cada Tiradente em seu lugar – Ed. Mazz
Rafael S. De Oliveira – Cadomblé – Ed. DP&A
Jorge Araújo – Cinco balas contra a América – ED 34
Jorge Araújo – Comandante Hussi – ED 34
Toni Brandão – Como as cabras foram dom... - Ed. Melhoramentos
Oscar D'Ambrosio – Contando arte de: Elias dos Bonecos – Ed. Nova América
Oscar D'Ambrosio – Contando arte de: Marcos Oliveira – ED. Nova América
Eusébio L. Da Silva – O corpo na capoeira – vol 1 e 2 – Ed. Unicamp
Adão Ventura – Costura de Nuvens – Ed. Dubolsinho
Katie S. Milway – De grão em grão – Ed. Melhoramentos
Eraldo Miranda – O dia em que Ananse... - Ed. Elementar
Consuelo Dores Silva – O elefantinho da tromba... - Ed. Mazza
Heloisa Pires – O espelho dourado – Ed. Peiropolis
Camila Fillinger – Euzébia Zanza – Ed. Girafinha
kaká Werá Jecupé – As fabulosas fábulas de Tauaretê – Ed. Peiropolis
Eneida D. Gaspar – Falando Banto – Ed. Pallas
Niki Daly – Feliz aniversário Jamela! - Ed. SM
Kabouna Keita – O filho-presente – ED. Cia das Letras
Mia Couto – O fio das Missangas – Ed. Cia das Letras
Mia Couto – O gato e o escuro – Ed. Cia das Letras
Rogério Andrade Barbosa – Os gêmeos do Tambor – Ed. DCL
Pepetela – A gloriosa família – Ed. Nova Fronteira
Gloria Ladson-billings – Os guardiões de sonhos – Ed. Autentica
Mario Curtis Giordani – História da Africa anterior aos descobrimentos – Ed. Vozes
Nei Lopes – Historias do Tio Jimbo – Ed. Mazza
Ilma Maria Canauna – Histórias que a menina-serpente contou – Ed. Cortez
Nereide S.S. Rosa – Judanji – As heranças africanas no Brasil – Ed. Duna Dueto
Jorge dos Anjos – Jorge dos Anjos – Ed. Circuito Atelier
Nei Lopes – Kofi e o menino de fogo – Ed. Pallas
Marcia Regina da Silva – A lenda da Pemba – Ed. Larousse Júnior
Denise Carreira – Lendas Africanas – Ed. Salesiana
Julio Emilio Braz – Lendas da África – Ed. Bertrand Brasil
Edimilson de Almeida Pereira – Malungos na escola – Ed. Paulinas
Roberto Benjamin – A mansa Musa – Ed. Grafset
Marilda Castanha – O mapa – Ed. Dimensão
Décio Gioielli – A mbira da beira do rio Zambeze – Ed. Salamandra
Sônia Junqueira – A menina e o tambor – Ed. Autentica
Olívia de Mello Franco – Menino parafuso – Ed. Autentica
Georgina Martins – Meu tataravo era africano – Ed. DCL
Nelson Mandela – Meus contos africanos – Ed. Martins Fontes
A.S. Franchini – As melhores histórias da mitologia africana – Ed. Artes e Oficios
Schuma Schumacher – Mulheres negras do Brasil – Ed. Senac
Rosangela Tugny – Músicas africanas e indigenas – Ed. UFMG
Joel R dos Santos – Na rota dos tubarões – Ed. Pallas
Odete Costa Semedo – No fundo do canto – Ed. Nandyala
Ondjaki – Avó Dezanove e o segredo... - Ed. Cia das Letras
Kabengele Munanga – Origens agricanas do Brasil... - Ed. Global
Daniel Munduruku – Outras tantas histórias indígenas... - Ed. Global
Joseph Ki-Zerbo – Para quando a África? - Ed. Pallas
Yaguarê Yamã – As pegadas do Kurupyra – Ed. Mercuryo Jovem
Rogério A Barbosa – Pigmeus: os defensores... - Ed. DCL
Conceição Evaristo – Poemas da recordação e outros... - Ed. Nandyala
Toni Brandão – A preferida do rei – Ed. Melhoramentos
Rita de Cássia – Quatro presidentes para Zaila – Ed. Liberato
Denise Camargo – Quilombos – Ed. AORI
Nei Lopes – O racismo – Ed. Agir
Edson Borges – Racismo, preconceito e intolerância... - Ed. Atual
Ieda de Oliveira – A serpente de Olumo – Ed. Cortez
Roberto Benjamim – A serpente de sete línguas – Ed Grafset
Will Eisner – Sundiata: O Leão do Mali – Ed. Cia das Letras
Thish Cooke – Tanto Tanto! - Ed. Ática
Edimo de A Pereira – O telefone de latas – Ed. Paulinas
Solano Trindade – Tem gente com fome – Ed. Nova Alexandria
Sonia Rosa – Os tesouros de Monifa – Ed. Brinque Book
Angela Marques – Um menino... uma menina – Ed. Lê
Alberto da C Silva – Um passeio pela África – Ed. Nova Fronteira
Alberto da C Silva – Um rio chamado Atlântico – Ed. Nova Fronteira
Laurie Krebs – Um safari na Tanzânia – Ed. SM
E. L. Nascimento – A matriz africana no mundo – Ed. Selo Negro
E. L. Nascimento – Cultura em movimento - Ed. Selo Negro
E. L. Nascimento – Guerreiras da Natureza - Ed. Selo Negro
E. L. Nascimento – Afrocentricidade - Ed. Selo Negro
Douglas Silva Lima – Rap Rua – Ed. RHJ
ASARE, Meshack. O chamado de Sosu. São Paulo: SM, 2006.
CIANNI, Solange. Doce Princesa negra. São Paulo: Comapnhia das Letrinhas, 2006.
FLORA, Ana. O dragão que era galinha. São Paulo: Salamandra, 2005.
BARBOSA, Rogério Andrade. Diula, a mulher canibal. São Paulo: DCL, 1999.
BRAZ, Júlio Emílio. Felicidade não tem cor. São Paulo: Moderna, 2003.
AGUALUSA, José Eduardo. O filho od vento. Rio de Janeiro: Mama África, 2006.
BARBOSA, Rogério Andrade. Os gêmeros do tambor. São Paulo: DCL, 2007.
AMÂNCIO, Iris M da C. A ginga da Rainha. Belo Horizonte: Mazza, 2005.
SANTOS, Joel Rufino. Gosto de África. São Paulo: Global, 2001.
LIMA, Heloísa Pires. Histórias de Preta. São Paulo: Comp. Das Letrinhas, 1998.
LUSTOSA, Isabel. A história dos escravos. São Paulo: Comp. Das Letrinhas, 2004.
ARRABAL, José. O livro das origens. São Paulo: Paulinas, 2001.
CASTANHA, Marilda. O mapa. Belo Horizonte, Dimensão, 2006.
DALY, Niki. O que tem na panela, Jamela? São Paulo: SM, 2007.
GAY-PARA, Praline. O prínceipe corajoso. São Paulo: Comboi Corda, 2007.
ORTHOFF, Sylvia. O rei preto de Ouro Preto. São Paulo: Moderna, 1997.
PEREIRA, Edimilson A . Os reizinhos do Congo. São Paulo: Paulinas, 2005.
GNEKA, Georges. A semente que veio da África. Rio de Janeiro: Salamandra, 2007.
DALY, Niki. Cadê você, Jamela? São Paulo: SM, 2006.
GALDINO, Valéria. Mãe Dinha. Belo Horizonte: Mazza, 2007.
GASPAR, Eneida D. Falnado Banto. Rio de Janeiro: Pallas, 2008.
BARBOSA, Rogério Andrade. Os três presentes mágicos. São Paulo: Record, 2008.
SISTO, Celso. Mãe África. São Paulo: Paulus, 2008.
GUIMARÃES, Geni. A cor da ternura. São Paulo: FTD, 1990.
CASTANHA, Marilda. Agbalá: um lugar-continente. São Paulo: Cosac Naify, 2008.
GOMES, Nilma Lino (org). Afirmando direitos: acesso e permanência...Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
SOUZA, Florentina da Silva. Afro-descendência em cadernos negros. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
SILVA, Cidinha da (org). Ações afirmativa em educação. São Paulo: Summus, 2003.
SOUZA, Marina de Mello e. África e Brasil africano. São Paulo: Ática, 2006.
PENNAFORTE, Charles. África: horizontes e desfios no século XXI. São Paulo: Atual, 2007.
BENJAMIN, Roberto. A África está em nós. João Pessoa: Grafort, 2006.
THORTON, John. A África e os africanos na formação... Rio de Janeiro: Campus. 2004.
ARAÚJO, Kelly Cristina. Alfabeto negro.Belo Horizonte: Mazza, 2000.
ROCHA, Rosa Margarida de Carvalho. Alfabeto negro: do povo...Belo Horizonte: Mazza, 2000.
MATOS, Maria Zilá Teixeira. Bonecas negras, cadê? Belo Horizonte: Mazza, 2007.
FONSECA, Maria Nazareth Soares (org). Brasil Afro-brasileiro. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
LODY, Raul. Cabelo de Axé: identidade e resistência. Rio de Janeiro: Sena Nacional, 2004.
SOBRAL, Cristiane et al. Cadernos negros: contos afro-brasileiros. v. 24.São Paulo: Quilombohoje, 2001.
EVARISTO, Conceição et al.Cadernos negros: contos afro-brasileiros. v.26. São Paulo: Quilombohoje, 2003.
ALVES, Ademiro et al. Cadernos negros: contos afro-brasileiros. v. 28. São Paulo: Quilombohoje, 2005.
FERREIRA, Abília et al. Cadernos negros: contos afro-brasileiros. São Paulo: Quilombohoje, 1998.
MALOMALO, Bras'ilele et al. Cadernos negros: contos afro-brasileiros.v. 27. São Paulo: Quilombohoje, , 2004.
SILVA, Vagner Gonçalves da. Candomblé e Umbanda: caminhos... São Paulo: Ática, 2000.
TRINDADE, Solano. Canto negro. São Paulo: Nova Alexandria, 2006.
CRUZ, José Oliveira. Capoeira angola do iniciante ao mestre. Rio de Janeiro: Pallas, 2006.
DIALLO, Mamadou. Os chifres da hiena e outras histórias. São Paulo: Comboi da corda, 2007.
BENTO, Maria Aparecida Silva. Cidadania em preto e branco. São Paulo: Ática, 2003.
MAESTRI, Mário. Cisnes negros: uma história da revolta... São Paulo: Moderna, 2000.
BARBOSA, Rogério Andrade. Como as histórias se espalharam pelo mundo. São Paulo: DCL, 2006.
SILVA, Olegário Alfredo da. O cordel dos Arturos e o Rosário. Belo Horizonte, Olegário Alfredo, 1996.
OLIVEIRA, Eduardo. Cosmovisão africana no Brasil.Curitiba: Gráfica Popular, 2006.
FERRERA, Maria Zita. Dança negro, ginga a história. Belo Horizonte: Mazza, 1998.
VOLKER, Paulo; SÁTIRO, Angélica. Descobrindo o Brasil. Belo Horizonte: SINEPE, 1990.
PAIXÃO, Marcelo JP. Desenvolvimento humano e relações raciais. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.
LODY, Raul. Dicionário de arte sacra e técnicas afro-brasileiras. Rio de Janeiro: Pallas, 2006.
SILVA, Ana Célia da . Desconstruindo a discriminação do negro.Salvador: EDUFBA, 2003.
CAVALLEIRO, Eliane. Do silêncio do lar ao silêncio escolar. São Paulo: Contexto, 2003.
GRIECO, Donatello, Domingo, 13 de maio de 1888. Rio de Janeiro: Record, 1998.
FAZZI, Rita de Cássia. O drama racial de crianças brasileiras. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
MULLER, Ricardo G et al. Educação popular afro-brasileira. Florianópolis: Atilende, 2002.
PINSKY, Jaime. Escravidão no Brasil.São Paulo: Contexto, 2001.
QUEVEDO, Júlio. A escravidão no Brasil: trabalho... São Paulo: FTD, 1996.
MORAIS, Geruza Helena de. Esta história eu ão conhecia. Belo Horizonte: Mazza.
LODY, Raul. Crianças: olhar a África e ver o Brasil. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 2005.
GUSMÃO, Neusa Maeia M de. Os filhos da África em Portugal. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.
BARBOSA, Aristides et al. Frente negra brasileira – depoimentos. São Paulo: Quilombohoje, 1998.
ARAÚJO, Carlos. ABC DOS Orixás. Rio de Janeiro: Nórdica, 1993.
YEMONJÁ, Mãe Beata de. Caroço de dendê. Rio de Janeiro: Pallas, 2002.
FORD, Clyde W. O herói com rosto africano. São Paulo: Summus, 1999.
AWOFA OGBEBARA. Igabadu. Rio de Janeiro: Pallas, 2005.
ROCHA, Ruth. Odisséia. São Paulo: Callis, 2005.
PRANI, Reginaldo. Os princípios do destino. São Paulo: Cosac Naify, 2005.
BARBOSA, Rogério Andrade. Histórias africanas para contar e recontar. São Apulo: do Brasil, 2007.
LAMBERT, Jean-Amarie. História da África negra. Goiânia: Kelps, 2001.
LUSTOSA, Isabel. A história dos escravos. São Paulo: Cia das Letras, 2004.
COSTA, Beatriz Moreira. Histórias que minha avó contava. São Paulo: Terceira margem, 2004.
LIMA, Ivan Costa (org). As ídéias racistas, os negros e a educação. v. 1. Florianópolis:Atilende, 2002.
SOUZA, Ana Lúcia Silva (org). Igualdade das relações étinco-raciais na escola. São Paulo: Peirópolis, 2007.
MACHADO, Vanda. Ilê Axé – vivências e invenção pedagógica. Salvador: EDUFBA, 2000.
LODY, Raul. Influências: olhar a África e ver o Brasil. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 2005.
CASCUDO, Luís da Câmara. Made in África. São Paulo: Global, 2001.
PEREIRA, Edimilson de Almeida. Loas surundunga.Juiz de Fora: Franca, 2007.
GALDINO, Luiz. Palmares. São Paulo: Ática, 1998.
GALDINO, Maria do Carmo. Livros e cartas como um presente. Belo Horizonte: SMED, 2007.
AMÂNCIO, Iris Maria et al. Literaturas africanas e afro-brasileira na pedagogia. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
BRAZ, Júlio Emílio. Lendas negras. São Paulo: FTD, 2001.
GUIMARÃES, Geni. Leite do peito. BH: Mazza, 2001.
DOMINGOS, Bruno (ed.). Bijagós – A arte dos povos da Guiné-Bissau. BH: FAN, 2007
RAMOS, Silva (org.). Mídia e racismo. RJ: Pallas, 2007.
DIOGO, Rosália. Mídia e Racismo Ensaios. BH: Mazza, 2004.
CARDOSO, Marcos Antônio. O movimento negro. BH: Mazza, 2002.
SANTOS, Gislene Aparecida dos. Mulher Negra homem branco. RJ: Pallas, 2004.
TRINDADE, Azoilda L. da (Org.). Multiculturalismo: mil e uma faces da escola. RJ: DP&A, 2002.
LODY, Raul (org.). O mundo do trabalho. SP: Cia ed. Nacional: 2005.
MEDEIROS, Carlos Alberto. Na lei e na raça. RJ: DP&A, 2004.
GOMES, Nilma Lino (org.). Negras imagens em movimento. BH: FAE/UFMG, 2007
RAMOS, Arthur. O negro brasileiro. RJ: Graphia, 2001.
GRANATO, Fernando. O negro da chibata. RJ: Objetiva, 2006.
SANTOS, Luiz Carlos dos (org.). O negro em versos. SP: Moderna, 2006.
SILVA, Consuelo Dores. Negro, qual é o seu nome? BH: Mazza, 2004.
LIMA, Ivan Costa (org.). Negros e currículo. Florianópolis: Atilende, 2002.
LIMA, Ivan Costa (org.). Os negros, os conteúdos escolares e a diversidade. Florianópolis: Atilende, 2002.
LIMA, Ivan Costa (org.). Os negros, os conteúdos escolares e a diversidade II. Florianópolis: Atilende, 2002.
CHAPELA, Luz Maria. Nossas identidades: as vantagens de sermos diferentes. Petrópolis: Autores & Agentes & Associados.
LOPES, Nei. Novo dicionário Banto do Brasil. RJ: Pallas, 2003.
PEREIRA, Dulce Maria (et al). Palmares em revista. Brasília: Fundação Cultiral Palmares, 1996.
MUNANGA, Kabengele. Para entender o negro no Brasil de hoje. SP: Global, 2005.
CAPOEIRA, Nestor. O pequeno manual do jogador de capoeira. SP: Ground, 1981.
DINIZ, Margareth (org.). Pluralidade cultural e inclusão... BH: Formato, 2004.
Política nacional de promoção da igualdade racial
SANTANA, Patrícia. Professoras negras. BH: Mazza, 2004.
PEREIRA, Dulce Maria (org.). GTI população negra. Brasília, 1996.
VELLOSO, Mônica. Que cara tem o Brasil? RJ: Ediouro, 2000.
REIS, Nelson dos (ed.). Racismo Cordial. SP: Ática, 1995.
CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O racismo na história do Brasil. SP: Ática, 1999.
MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil. BH: Autêntica, 2004.
OLIVEIRA, Iolanda (org.). Relações raciais e educação. RJ: DP&A, 2003.
SILVA, Ana Lúcia da (et al). Resenhas de literatura afro-brasileira. BH: PBH, 2006.
CUTI. Sanga: poemas. BH: Mazza, 2007.
GOMES, Nilma Lino. Sem perder a raiz: corpo e cabelo como símbolos... SP: Autêntica, 2006.
BRAZ, Júlio Emílio. Sikulume e outros contos africanos. RJ: Pallas, 2005.